PC Gamer

Por Fernando Sousa, para o TechTudo


Ter um PC para stream pode ser um diferencial na hora de transmitir jogos em plataformas como Twitch e YouTube. Além de especificações comuns a computadores gamer em geral para rodar games com maior tranquilidade, máquinas com essa proposta também precisam focar em executar os softwares de transmissão, o que pode dificultar a escolha do hardware.

Portanto, a decisão vai além de uma boa placa de vídeo, sendo interessante investir em processador mais potente e uma maior quantidade de RAM. Pensando nisso, o TechTudo reuniu os componentes mais importantes para você criar um setup equilibrado, capaz de rodar os jogos atuais e transmitir em uma qualidade alta suas gameplays.

Confira dicas para deixar o computador mais rápido sem instalar nada

Confira dicas para deixar o computador mais rápido sem instalar nada

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Processador

O processador é uma peça muito importante para quem planeja fazer streaming. Isso porque, além de ser capaz de extrair todo o desempenho que a GPU pode oferecer, o chip precisa ser capaz de executar programas em segundo plano para as transmissões.

Ao considerar um processador para streaming, vale buscar por chips com mais núcleos e threads, já que, se os games nem sempre se beneficiam de uma boa performance multicore, as ferramentas de streaming tendem a aproveitar melhor CPUs mais robustas.

Ryzen 5 3600 tem seis núcleos e pode chegar a 4,2 GHz — Foto: Divulgação/AMD

A linha Ryzen, da AMD, oferece em boa parte de seu line-up processadores com ao menos oito núcleos, o que já é bastante interessante. Grande parte das opções da marca têm ainda o dobro de threads, o que dá uma margem ainda maior de tarefas realizadas ao mesmo tempo. Um bom exemplo para quem deseja economizar, é o Ryzen 5 3600, chip de seis núcleos e 12 threads com frequências entre 3,6 e 4,2 GHz.

,Do lado da Intel, o ideal é considerar chips Intel Core i5 e Intel Core i7 de oitava geração ou superior, sem descartar é claro, os Intel Core i9, que prometem muito desempenho, mas têm um custo muito elevado. Partindo de um Intel Core i5 8400, já é possível jogar e fazer streaming, mas o chip da Intel conta com apenas seis núcleos e threads com frequências entre 2,9 e 4,1 GHz.

Memória RAM

A quantidade e velocidade de RAM também podem impactar o desempenho de sua máquina durante uma stream. Por isso, investir em módulos mais rápidos é parte fundamental da montagem de um PC para esse tipo de uso. Vale considerar as memórias DDR4 voltadas ao público gamer, pois, além de trazer frequências mais altas, elas contam com dissipadores que prometem manter os módulos em temperaturas de operação mais adequadas.

Memórias DDR4 são mais econômicas, reduzindo o consumo de bateria em notebook. Na imagem, uma DDR4 SODIMM da Crucial — Foto: Divulgação/Crucial

Se para quem joga 8 GB já é uma quantidade suficiente de RAM, para o streaming pode ser pouco, já que, durante as transmissões, você terá diversos softwares abertos simultaneamente e um uso extremo do PC. Ter 16 GB ou mais, dando preferência para configuração em dual-channel – ou seja, com dois pentes de memória, vai trazer uma performance mais adequada e evitar possíveis engasgos durante a jogatina.

Placa de vídeo

A GPU é outro componente que precisa ter uma atenção especial, afinal, é interessante que você execute os games com boa resolução, além de uma taxa de quadros adequada. Para games competitivos, como CS-GO, LoL e PUBG, placas intermediárias como a GTX 1650 da Nvidia ou RX 580 da AMD podem ser suficientes para oferecer um desempenho equilibrado.

É comum que streamers tenham ainda dois monitores, sendo um para jogar e o outro para exibir os softwares de transmissão, como OBS Studio, por exemplo. Por isso, antes de comprar uma nova GPU, observe as conexões disponíveis em cada modelo, já que, de acordo com a fabricante, as portas e conexões de uma GPU de mesmo chip podem variar bastante.

Placas GTX 1650 não precisam de energia da fonte do computador e esquentam pouco — Foto: Divulgação/Gigabyte

O streaming se beneficia de resoluções mais altas, tendo como ideal o Full HD. Por isso, dê preferência a placas de vídeo que ofereçam ao menos 6 GB de VRAM, já que uma quantidade maior de memória vai permitir que a placa carregue mais texturas em resoluções maiores.

SSD

As telas de carregamento dos jogos podem fazer com que suas transmissões passem muito tempo sem que nada aconteça, sendo interessante considerar o investimento em SSD para o armazenamento. Dessa forma, o PC pode ter um ganho notável ao abrir tanto os softwares quanto os jogos a serem transmitidos.

O preço mais alto do SSD pode ser um problema, mas modelos com 240 GB já aparecem a valores mais acessíveis no mercado. Apesar do pouco espaço, deve ser um volume suficiente para instalar os games que serão transmitidos com maior frequência.

SSD Western Digital WD Green de 240 GB nos formatos de 2,5" e M.2 2280 — Foto: Divulgação/Western Digital

Placa de captura

As placas de captura podem ser um item muito valioso, já que vão permitir que você conecte dispositivos externos de vídeo ao seu PC. Desse modo, você pode transmitir suas gameplays capturadas de consoles ou até mesmo de smartphones ou tablets.

Consoles modernos já podem realizar o streaming diretamente para as principais plataformas, mas, ao transmitir pelo PC, os softwares de captura podem mudar o layout da transmissão e realizar ajustes finos de imagem, som, entre outros. Modelos de Elgato e AverMedia oferecem uma boa quantidade de recursos e são facilmente encontrados em varejistas online por valores a partir dos R$ 940.

A placa de captura da Elgato é um dos equipamentos necessários para lives de jogos mobiles — Foto: Reprodução/Leandro Eduardo

Outros

Se você pretende aparecer nas transmissões, é interessante considerar uma boa webcam, afinal, mesmo que você tenha um notebook gamer, normalmente as câmeras integradas não oferecem uma qualidade tão boa de imagem. Além disso, é ideal ter uma conexão via cabo de rede ou optar por frequências de 5 GHz – o que vai exigir um roteador dual-band.

Além disso, seu PC ou notebook precisa ter suporte as Wi-Fi do tipo, o que pode ser resolvido adotando um adaptador de rede USB. Vale ainda lembrar de contratar um plano de Internet com estabilidade e qualidade suficientes de download e upload, o que vai ser essencial para uma transmissão tranquila.

Qual é a melhor loja para comprar PC Gamer? Dê sua opinião no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo