Redes sociais

Por Ana Letícia Loubak, para o TechTudo


O site de relacionamentos extraconjugais Ashley Madison ganhou cerca de cinco mil novos usuários por dia no Brasil durante o mês de agosto. Com mais de 11 milhões de adeptos no país, a plataforma que ajuda pessoas comprometidas a marcar encontros casuais está em ascensão desde o início da pandemia do novo coronavírus. De março a junho deste ano, a média de inscrições diárias de brasileiros na Ashley Madison foi de 4.226.

O Brasil é o segundo país com mais inscrições no site de traições durante a pandemia, atrás apenas dos Estados Unidos no número de novos cadastros. Em agosto, o serviço registrou 700 inscritos a mais por dia do que nos últimos meses. Segundo Paul Keable, diretor de estratégia da Ashley Madison, o sucesso da plataforma está relacionado à quarentena, que expôs problemas de convivência em muitos relacionamentos.

Ashley Madison registra aumento de 5 mil usuários por dia no Brasil — Foto: Divulgação/Ashley Madison

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

“Os brasileiros estão sendo obrigados a conviver com seus cônjuges 24 horas do dia, 7 dias por semana. Seja para ‘apimentar’ a relação, bem como para não sobrecarregarem seu relacionamento sério, a Ashley Madison se tornou uma válvula de escape para essas pessoas”, afirma Keable.

Dados do site de relacionamentos extraconjugais apontam que, durante o isolamento social, a cidade de Brasília (DF) foi campeã no número de novos cadastros. A capital brasileira é seguida por Manaus (AM) e São Paulo (SP). A previsão da Ashley Madison, que tem mais de 11 milhões de usuários no Brasil, é que a taxa de adesão continue crescendo entre os próximos seis e dez meses.

Veja também: como descobrir quem deixou de te seguir no Instagram

Como descobrir quem deixou de te seguir no Instagram

Como descobrir quem deixou de te seguir no Instagram

Qual a sua rede social favorita? Opine no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo