Placas

Por Yuri Hildebrand, do Home Office


A AMD revelou nesta quinta-feira (8) o novo Ryzen 9 5900X, que promete ser o melhor processador do mundo para jogos. Dessa forma, o chip deve superar o Core i9 10900K, classificado da mesma forma pela rival Intel. A CPU gamer faz parte da linha Ryzen 5000, que traz arquitetura Zen 3 de 7 nm para maior eficiência energética e alta performance. De acordo com a fabricante, a nova geração permite uma performance por Watt consumido até 2,4 vezes acima dos Zen 2, além de desempenho 19% superior em aplicações de produtividade e edição.

Os novos processadores Ryzen 5000 ficam disponíveis para comprar no mercado dos Estados Unidos a partir de 5 de novembro, com preços a partir de US$ 299, cerca de R$ 1.671, preço do intermediário Ryzen 5 5600X. O valor sugerido pelo Ryzen 9 5900X, por sua vez, é de US$ 549, aproximadamente R$ 3.069 na cotação atual.

AMD revela novos processadores Ryzen 5000 em evento; 'melhor do mundo' para jogos é apresentado — Foto: Reprodução/Lucas Soares

O Ryzen 9 5900X tem 12 núcleos, 24 threads e clocks que chegam aos 4,8 GHz em modo boost. Isso significa um bom desempenho single core, mas também indica boa qualidade em trabalhos multicore. Para justificar o alto desempenho em jogos, a AMD comparou o chip com o então top de linha Ryzen 9 3900XT. Segundo a fabricante, o desempenho para rodar games é cerca de 26% superior na média, chegando a 50% no caso de League of Legends (LoL) e 46% com CS:GO, por exemplo.

Além do bom desempenho single-core, que promete superar o rival Core i9 10900K, a fabricante reforçou a superioridade em relação atividades de edição, que exigem maior performance multicore. Comparando ambos os chips por meio da ferramenta Cinebench 1T, o novo Ryzen supera a marca dos 600 pontos, enquanto a CPU Intel ficou abaixo da marca – apesar de chegar perto. Segundo a AMD, essa foi a primeira vez que um processador para desktop ultrapassou o número.

Nova arquitetura Zen 3 permite melhorias em diferentes aspectos; geração traz novo "melhor do mundo" para jogos — Foto: Reprodução/Lucas Soares

Outras opções da linha Ryzen 5000 para desktops também foram reveladas. O Ryzen 5 5600X, por exemplo, é a opção "de entrada", prometendo desempenho intermediário com números como 6 núcleos e 12 threads, até 4,6 GHz em turbo e TDP de 65 Watts. Já o Ryzen 7 5800X chega com 8 núcleos e 16 threads, 4,7 GHz de clock máximo e TDP de 105 Watts.

Os preços da nova geração são de US$ 299 (R$ 1.671) e US$ 449 (R$ 2.510), enquanto o top de linha para jogos custa US$ 549, cerca de R$ 3.069 em conversão direta. Todos ficam disponíveis no mercado global a partir de 5 de novembro de 2020.

Ryzen 5000 é a nova geração de processadores para desktop da AMD — Foto: Reprodução/Lucas Soares

Há ainda outra opção entre os Ryzen 5000, voltada tanto para gamers quanto para desenvolvedores de conteúdo. O Ryzen 9 5950X tem melhorias significativas frente ao top de linha para jogos. Com 16 núcleos e 32 threads, além de 4,9 GHz em boost.

Comparando o novo modelo ao anterior Ryzen 9 3950X, a AMD promete superar o desempenho em games, com até 29% em Far Cry: New Dawn, por exemplo. Já em relação aos trabalhos de edição, a marca fala em melhor renderização e até 29% maior performance em programas voltados para designers profissionais. Com foco em um público mais específico, a opção premium chega ao mercado por US$ 799, valor equivalente a R$ 4.467 na cotação atual.

Melhorias com Zen 3 e novas Radeon RX 6000

Novas Radeon RX 6000 são esperadas para final de outubro — Foto: Reprodução/Lucas Soares

A arquitetura Zen 3 segue com o processo de 7 nm utilizado na geração anterior, Zen2. Apesar disso, a fabricante promete superar os chips antigos trazendo menor latência no acesso às memórias Cache L3 e maior velocidade na comunicação entre os núcleos. Isso deve representar até 19% maior performance em aplicações de produtividade e edição de vídeo, número ilustrado no comparativo entre as placas Ryzen 9 3900X e Ryzen 9 5900X.

Além disso, a AMD também adiantou algumas promessas, indicando a chegada dos chips com arquitetura Zen4 em 2022 e demonstrando o desempenho de imagem com uma GPU da nova linha Radeon RX 6000, ainda sem especificar o modelo. As novas placas de vídeo da marca devem ser reveladas no próximo dia 28 de outubro.

Como descobrir o modelo de sua placa-mãe

Como descobrir o modelo de sua placa-mãe

Qual placa mãe comprar? Tire suas dúvidas no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo