Por Raquel Freire, para o TechTudo


Os preços de apps e compras dentro de aplicativos da App Store no Brasil vão subir nos próximos dias. Em comunicado oficial, a Apple justificou o aumento com a mudança de impostos e taxas de câmbio do país, motivo que levou a maçã a aplicar a medida também para a loja de aplicativos do iPhone na Índia, Indonésia, Colômbia, Rússia e África do Sul.

Os preços na Islândia e Albânia também aumentarão, deixando-os alinhados com os de outros mercados que cobram impostos por vendas em dólares americanos. Segundo a nota, publicada nesta segunda-feira (26) em blog para desenvolvedores, a subida nos preços não deverá afetar assinaturas renovadas automaticamente. Quando a mudança entrar em vigor, os apps pagos da App Store terão os preços mínimo e máximo estipulados, respectivamente, em R$ 4,90 e R$ 5.499,90.

Apple vai aumentar preços na App Store do Brasil e mais sete países — Foto: Marvin Costa/TechTudo

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

A publicação menciona explicitamente a criação de dois novos impostos: um é uma taxa de 2% na Índia e outro é da Indonésia, que passou a cobrar imposto de 10% sobre valor agregado para desenvolvedores localizados fora do país. O post também inclui um link para o gráfico de preços atualizados, importante para que desenvolvedores saibam como seus aplicativos serão afetados.

No entanto, a Apple não deixou clara a data em que os novos valores entrarão em vigor. Quando isso acontecer, os criadores poderão visualizar os rendimentos ajustados e calculados com base no preço sem impostos e, então, aumentar os valores dos apps e itens internos. Quem oferece assinatura pode optar por preservar os preços para os usuários existentes, atualizando apenas para novos planos.

Via Apple

Como bloquear o iPhone para só acessar um aplicativo e 'evitar curiosos'

Como bloquear o iPhone para só acessar um aplicativo e 'evitar curiosos'

Mais do TechTudo