Times

Por Victor de Abreu, para o TechTudo


A MIBR anunciou, no dia 23 de outubro, a nova line up para os próximos torneios e jogos de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO). Lucas "LUCAS1" Teles, Leonardo "leo_drk" Oliveira e Vinicius "v$m" Moreira se juntaram aos players Vito "kNgV-" Giuseppe e Alencar "trk" Rossato, únicos remanescentes da antiga formação, e ao treinador e manager Raphael "cogu" Camargo, anunciado no dia 21 de outubro. A seguir, conheça o perfil dos atletas que vão vestir a camisa do time e expectativas para o confronto contra a Astralis, que ocorrerá na BLAST Premier: Fall Series 2020 Regular Season, na próxima segunda-feira (2).

Vale lembrar que os jogadores chegaram para substituir Epitácio "TACO" de Melo e Fernando "fer" Alvarenga, que foram dispensados em setembro, e Gabriel "FalleN" Toledo, que decidiu ir para o banco do time após o afastamento dos outros pro players.

Nova line up da MIBR terá Astralis como primeiro desafio — Foto: Reprodução/MIBR Twitter

Quer comprar jogos, consoles e PC's com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Os novos jogadores

Um dos nomes que teve maior impacto no anúncio da MIBR foi o de Vinicius "v$m" Moreira. Ele É conhecido por ter sido banido pela Valve por conta de um antigo VAC ban em uma de suas contas, fato que já gerou campanhas feitas pela comunidade para que a empresa reconsiderasse a punição. No entanto, a história de v$m vai muito além de um banimento controverso. O jogador já provou no cenário nacional que tem habilidade suficiente para vestir a camisa de um time grande e jogar no exterior contra as gigantes do CS:GO.

O jovem veste a camisa da DETONA Gaming desde o ano de 2018, sendo esta sua única equipe de CS:GO até o momento, e onde ele construiu sua reputação e conquistou seus principais títulos na carreira. Entre eles, está o OMEN Atlantic Challenge, uma competição que aconteceu em Lisboa, Portugal, e que reuniu outras equipes da Europa. Agora, emprestado para a MIBR, v$m terá sua primeira oportunidade de mostrar do que é capaz de fazer nas grandes competições.

Vsm em atuação durante a GameCon 2018 — Foto: Divulgação/GameCon

Outro reforço é Leonardo "leo_drk" Oliveira, conhecido anteriormente como "leo_drunky". O jovem jogador de 21 anos, mesma idade de v$m, atua no competitivo de CS:GO desde 2016, mas foi na Sharks eSports, sua atual equipe, que ele se destacou no cenário competitivo. Por sinal, ele já teve como companheiro na Sharks o argentino Ignacio "meyern" Meyer, atleta que vestiu a camisa da MIBR de dezembro de 2019 até maio de 2020.

Leo_drk conta com boas atuações em sua carreira e já teve experiência internacional jogando contra outras equipes grandes do cenário, como foi na PLG Grand Slam 2018, onde a Sharks enfrentou Fnatic e G2 Esports em sua campanha. O seu último jogo pela Sharks foi uma derrota para a RED Canids pela CLUTCH Season 3, mas ele foi o destaque individual da série com melhor Rating 2.0. Isso mostra que Leo_drk vive um excelente momento, e que certamente poderá ser um diferencial na nova fase da MIBR.

Leo_drk se destacou pela Sharks eSports — Foto: Divulgação/StarLadder

Por fim, Lucas "LUCAS1" Teles, um veterano que compete desde a época do Counter-Strike 1.6, e que faz seu retorno oficial para a MIBR. Ele já havia atuado pela equipe brasileira no segundo semestre do ano de 2019, mas acabou deixando ela para dar lugar ao argentino meyern. Antes, ele já tinha se destacado em outras equipes de CS:GO desde o ano de 2014, e viveu seu melhor momento da carreira pela Immortals em 2017, ano em que ele e seus companheiros chegaram ao vice-campeonato do PGL Major Kraków 2017.

Antes de retornar para a MIBR, LUCAS1 vestiu a camisa da Imperial e-Sports por dois meses, período que foi o suficiente para levantar a taça do Campeonato Brasileiro de Counter-Strike 2020: The Conquest. Embora não esteja no auge de sua carreira, ele tem experiência para lidar com a pressão de jogar os maiores campeonatos de CS:GO do mundo.

LUCAS1 retorna á MIBR após passagem pela Imperial — Foto: Divulgação/Helena Kristiansson ESL

Além dos novos jogadores, é importante destacar a presença do treinador Raphael "cogu" Camargo, lenda do Counter-Strike 1.6 pela antiga MIBR. Sua experiência, aliada à qualidade de Vito "kNgV-" Giuseppe e Alencar "trk" Rossato e das novas contratações, pode surpreender positivamente a torcida da MIBR em seus próximos compromissos.

Partida contra a Astralis

O novo esquadrão da MIBR terá como primeiro compromisso uma série bastante complicada contra a Astralis pela BLAST Premier: Fall Series 2020 Regular Season. A equipe dinamarquesa pode ser considerada como a mais vitoriosa da história do CS:GO, sendo tetracampeã mundial da categoria e colecionando dezenas de outras taças em sua galeria.

Embora não esteja tendo um ano de 2020 tão dominante quanto foi seu ano de 2019, a Astralis é a atual líder do ranking da HLTV, o principal do CS:GO. Isso se dá muito por conta de seu último título conquistado e o mais importante de 2020 até o momento, que foi a ESL Pro League Season 12: Europe, no dia 4 de outubro.

Astralis segue sendo a melhor equipe de CS:GO do mundo — Foto: Divulgação/ESL

A Astralis chegou a fazer algumas mudanças em sua line up em 2020, mas, no momento, ela se encontra com o esquadrão que a colocou no topo do cenário, com Nicolai "dev1ce" Reedtz, Peter "dupreeh" Rasmussen, Andreas "Xyp9x" Højsleth, Lukas "gla1ve" Rossander e Emil "Magisk" Reif. Já a MIBR está em reconstrução com uma line up nova, e que teve aproximadamente uma semana de treino para jogar contra a melhor equipe do mundo no momento.

Seguindo a lógica, a Astralis deve vencer sem dificuldades um confronto contra uma equipe recém-formada. No entanto, ninguém sabe ao certo qual é o verdadeiro potencial do novo esquadrão da MIBR, e nem quais serão suas estratégias. Embora seja baixa a probabilidade de vitória, certamente não é impossível a torcida brasileira sair comemorando ao final do confronto. Vale lembrar que a série acontece no dia 2 de novembro, às 12h30 no horário de Brasília, com transmissão nos canais oficiais da BLAST na Twitch TV e no YouTube.

Mais do TechTudo