Times

Por Victor de Abreu, para o TechTudo


A MIBR, time de Counter Strike: Global Offensive (CS:GO), anunciou a sua nova line up nesta sexta-feira (23) via Twitter. Lucas "LUCAS1" Teles, Vinicius "vsm" e Leonardo "leo_drunky" vão completar o elenco do time até o fim da temporada. Os jogadores chegam para substituir Epitácio "TACO" de Melo e Fernando "fer" Alvarenga, que foram dispensados em setembro, e Gabriel "FalleN" Toledo, que decidiu ir para o banco do time após o afastamento dos outros pro players.

Além dos novos reforços, Vito "kNgV-" Giuseppe e Alencar "trk" Rossato seguem vestindo a camisa do time. Já Raphael "⁠cogu⁠" Camargo foi anunciado na última quarta-feira (21) como novo coach da equipe. Vale destacar também que v$m e leo_drunky chegam na MIBR como empréstimo de suas respectivas equipes. A nova line vai estrear no dia 2 de novembro na BLAST em um duelo contra a Astralis, atual líder do ranking da HLTV.

Conheça a nova line up da MIBR — Foto: Reprodução/MIBR Twitter

Quer comprar jogos, consoles e PCs com desconto? Conheça o Compare TechTudo

V$m é o nome que mais se destacou no anúncio. Ele é tido como um dos principais nomes brasileiros do CS:GO, mas acabou sendo banido pela Valve em um caso bastante controverso e que chegou a ganhar destaque no Twitter com a hashtag #freevsm, que pedia sua liberdade. V$m não pode participar dos Majors organizados pela Valve, mas está livre para atuar nas demais competições, como a BLAST e a Flashpoint 2.

Já LUCAS1 faz seu retorno após atuar pela MIBR de junho até agosto de 2019. Em 2020, ele vestiu a camisa da Imperial e-Sports por dois meses, tendo deixado a equipe no dia 6 de outubro com um título conquistado. Por fim, leo_drunky chega na MIBR após se destacar atuando pela Sharks, equipe onde esteve presente desde 2017. Sua última campanha pela Sharks foi no torneio Tribo to Major, onde ele e seus companheiros conquistaram o vice-campeonato.

A MIBR viveu momento complicados nos últimos meses, e até anos. Após péssimos resultados e se envolver no escândalo do "bug do coach", a organização demitiu os jogadores Fernando "fer" Alvarenga e Epitácio "TACO" de Melo, e o treinador Ricardo "Dead" Sinigaglia. Insatisfeito com a decisão, Gabriel "FalleN" Toledo optou por sair da titularidade, deixando a MIBR apenas com kNgV- e trk ativos na line up. Até o momento, fer, TACO e FalleN seguem sem times e sem atuar no competitivo de CS:GO. O treinador Dead ainda cumpre uma suspensão de seis meses do competitivo por conta do uso do "bug do coach".

Mais do TechTudo