Times

Por Victor de Abreu, para o TechTudo


O Flamengo Esports completou, nesta quarta-feira (6), três anos do início de sua trajetória no ramo dos esportes eletrônicos. A organização rubro-negra nasceu com foco total no League of Legends (LoL), e se destacou no Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL), sendo campeã em 2019. No entanto, ela já pode ser vista em outros jogos competitivos atualmente, como o Free Fire e o Pro Evolution Soccer (PES). Veja, a seguir, um pouco da história do time nos esports e os feitos alcançados até agora.

Vale lembrar que o Flamengo é um dos times confirmados entre as franquias do CBLoL. O novo formato vai estrear no campeonato em 2021, e a equipe vai disputar com orgs de renome como a LOUD, INTZ, KaBuM! e-Sports, paiN Gaming e RED Canids Kalunga.

Veja algumas conquistas do Flamengo Esports e sua expansão para jogos além do LoL — Foto: Divulgação/Riot Games

Quer comprar jogos, consoles e PC's com desconto? Conheça o Compare TechTudo

No dia 6 de outubro de 2017, o Flamengo anunciou que entraria para o competitivo de League of Legends. Sua primeira competição foi a primeira etapa do Circuito Desafiante 2018, por meio de vaga que pertencia à Merciless Gaming. A primeira line up era composta pelos jogadores Park "Jisu" Jin-cheol, Thúlio "SirT" Carlos, Danniel "Evrot" Franco, Felipe "brTT" Gonçalves, André "esA" Pavesi e o treinador Gabriel "MiT" Souza. Brtt, que é um dos jogadores de LoL mais famosos do Brasil e torcedor do Flamengo, foi o reforço mais impactante.

Reveja entrevista feita com brTT em 2018:

Craque do Flamengo em LoL, BrTT dá entrevista ao TechTudo

Craque do Flamengo em LoL, BrTT dá entrevista ao TechTudo

Embora com certas dificuldades, o Flamengo conseguiu o acesso para o CBLoL em sua primeira tentativa no Circuito Desafiante. Até então, a equipe não era tida como uma grande força do cenário, mas logo mostrou enorme potencial e conquistou dois vice-campeonatos seguidos no CBLoL (2018.2 e 2019.1). O título veio em sua terceira tentativa, na segunda etapa do CBLoL 2019, quando uma vitória por 3-2 sobre a equipe da INTZ sacramentou a maior conquista da organização até o momento. A vitória também garantiu a participação da equipe no Mundial de Lol do ano passado, mas o time teve um resultado ruim e não passou na primeira fase.

Após título do CBLoL 2019, Flamengo acumulou um vice-campeonato e uma sexta colocação nas duas etapas do CBLoL 2020 — Foto: Divulgação/Riot Games

E o Flamengo já expandiu sua área de atuação nos esports. No dia 19 de agosto de 2020, a organização rubro-negra anunciou, em seu Twitter oficial, sua nova line up de Free Fire para a disputa da Liga Brasileira de Free Fire (LBFF). Os jogadores selecionados pertenciam à organização B4 eSports, sendo eles Deadgod, Minuzzi, Reei, Kauelok, Modéstia e Machado, o que tornou o nome da equipe como Flamengo B4.

Atualmente, Flamengo B4 se encontra em situação confortável na zona de classificação da tabela da LBFF — Foto: Divulgação/Garena Free Fire

Para finalizar, ainda faltava o Flamengo Esports investir no cenário competitivo de futebol virtual. Isso aconteceu no dia 28 de setembro deste ano, quando a equipe rubro-negra anunciou o trio Alan Leal, Mito Abdalla e Jambock para atuar na modalidade 3x3 do PES 2021.

Via Gamepedia

Mais do TechTudo