Celulares

Por Paulo Alves, para o TechTudo


A Apple deve apresentar o iPhone 12, o iPhone 12 Pro e mais dois celulares num evento de lançamento marcado para a próxima terça-feira (13) às 14h (horário de Brasília). Com o adiamento por conta da pandemia, o celular não esteve presente entre os produtos apresentados em setembro. A expectativa é de que o smartphone venha com um processador mais potente e traga compatibilidade com redes 5G, mais rápidas que o atual 4G.

O convite enviado à imprensa reforça a possibilidade ao trazer a mensagem “Olá, Velocidade” (“Hi, Speed”). No entanto, a empresa da maçã também pode mostrar novidades para além do novo telefone, como o acessório AirTags. Veja, a seguir, o que se espera dos lançamentos aguardados para a próxima terça-feira.

iPhone 12 deverá vir com 5G e novo processador mais rápido — Foto: Foto: Reprodução/Tech Radar

Linha iPhone 12 com pelo menos quatro modelos

Provável estrela do evento, o iPhone 12 deverá vir em novas cores e trazer pelo menos quatro versões: iPhone 12 Mini, iPhone 12, iPhone 12 Pro e iPhone 12 Pro Max. Um quinto modelo, porém, ainda não está descartado. Rumores de meses atrás mencionavam a existência de um iPhone 12 Max, mas é possível ele tenha apenas mudado de nome.

Nos bastidores, analistas comentam que os celulares devem trazer telas OLED de 5,4, 6,1 e 6,7 polegadas, além de um novo design semelhante ao do iPad Pro e do antigo iPhone 5S, com laterais achatadas construídas com aço inoxidável. Já a traseira manteria o vidro para permitir a função de recarga sem fio.

iPhone 12 pode ter design similar ao do iPhone 5S — Foto: Reprodução/Ben Geskin

Todos deverão trazer o chip A14 Bionic, o mesmo do novo iPad Air, que ofereceria 50% mais poder de processamento. Todas as versões também viriam com 5G, além de câmeras melhoradas. Por outro lado, a nova geração deverá ser a primeira a abandonar fones de ouvido e carregador na caixa. Comenta-se que compradores terão algum tipo de benefício para adquirir o AirPods, fone de ouvido sem fio da marca. Os smartphones, dessa forma, viriam apenas com o cabo de dados Lightning, porém com estrutura reforçada que o ajudaria a durar mais tempo.

iPhone 12 Mini

Mais simples da linha, o iPhone 12 Mini viria com tela de 5,4 polegadas OLED e dimensões menores do que o iPhone 11 Pro, que tem painel de 5,8 polegadas. O aparelho compartilharia o mesmo processador A14 dos demais modelos, mas pode trazer memória RAM de 4 GB e o mesmo conjunto de câmera dupla da geração de 2019. Especula-se que o telefone seja oferecido nas cores preto, branco, vermelho, azul e verde e com opções de 64 GB, 128 GB ou 256 GB de armazenamento. Já o preço partiria de US$ 649 (cerca de R$ 3.590 na conversão), mais barato que o Galaxy S20 FE, da rival Samsung.

iPhone 12 poderá vir em quatro versões e com até quatro sensores de imagem — Foto: Reprodução/Apple Insider

iPhone 12

Supostamente com preço inicial de US$ 749 (aproximadamente R$ 4.140), o iPhone 12 regular teria display de 6,1 polegadas, maior do que no ano passado, mas sem alterar o tamanho do corpo. Já a ficha técnica seria praticamente igual ao da versão Mini, incluindo a memória RAM, armazenamento e a câmera dupla repetindo configurações do antecessor. As mudanças em relação ao iPhone 11, além do design, estariam na presença de tela OLED e conectividade 5G. Assim como no Mini, o iPhone 12 teria conectividade apenas no padrão sub-6GHz.

  • iPhone 12 Pro

Mudanças mais substanciais começam a aparecer no iPhone 12 Pro. Também com display OLED de de 6,1 polegadas, o celular ganharia 6 GB de RAM para entregar mais velocidade, além de armazenamento de 128 GB, 256 GB ou 512 GB. Já a câmera tripla manteria o esquema do iPhone 11 Pro, com grande angular, ultrawide e telefoto. Dessa vez, porém, o aparelho dobraria a capacidade de zoom para 4x e traria um novo sensor LiDAR para realidade aumentada. O consumidor deverá ter que desembolsar pelo menos US$ 999 (ao redor de R$ 5.527) para adquirir uma das opções em dourado, prateado, grafite e azul.

iPhone 12 Pro Max

Modelo de elite de 2020, o iPhone 12 Pro Max poderá repetir as configurações do iPhone 12 Pro, mas em um pacote mais avantajado. O destaque, portanto, seria a tela OLED de 6,7 polegadas, que seria a maior já vista em um iPhone. Apesar disso, o novo design pode não interferir tanto no tamanho do corpo, que manteria proporções similares às do antecessor iPhone 11 Pro Max. Assim como o iPhone 12 Pro, o celular tem como vantagem a presença do 5G tanto no formato sub-6GHz quanto no mais rápido mmWave. O celular seria disponibilizado nas cores dourado, prateado, grafite e azul com até 512 GB e custaria pelo menos US$ 1.099 (R$ 6.090 na conversão simulada).

Possíveis preços da linha iPhone 12

Modelo 64 GB 128 GB 256 GB 512 GB
iPhone 12 Mini US$ 649 US$ 699 US$ 799 Não aplicável
iPhone 12 US$ 749 US$ 799 US$ 899 Não aplicável
iPhone 12 Pro Não aplicável US$ 999 US$ 1.099 US$ 1.299
iPhone 12 Pro Max Não aplicável US$ 1.099 US$ 1.199 US$ 1.399

AirTags

Além do iPhone, a Apple pode reservar uma novidade extra para a tarde do dia 13 de outubro. Após o lançamento dos novos iPad e Apple Watch 6, fica a expectativa pelo anúncios das AirTags, acessórios de rastreamento de equipamentos. Eles seriam pequenos objetos circulares que poderiam ser fixados em chaveiros ou eletrônicos, como computadores. A ideia seria emitir um sinal localizável pelo aplicativo Find My, dispensando internet ou GPS para encontrar um item perdido.

Com informações de The Verge, Macrumors, CNET e Apple Insider

Confira o lançamento do iPhone 12 em 13 de outubro

Mais do TechTudo