Jogos de aventura

Por Rafael Monteiro, para o TechTudo


Minecraft teve sua próxima grande atualização, de número 1.17, anunciada: Caves & Cliffs. O update é focado nas cavernas e montanhas do jogo, além de trazer diversas novidades. O lançamento fica disponível para PlayStation 4 (PS4), Xbox One, Nintendo Switch, Android, iPhone (iOS) e PC ao longo do próximo verão norte-americano (inverno no Brasil), no terceiro trimestre de 2021. O anúncio foi feito em 3 de outubro, durante o evento digital Minecraft Live 2020, que contou com a presença de vários desenvolvedores e criadores de conteúdo parceiros da franquia.

Atualização Caves & Cliffs de Minecraft irá mudar as cavernas e montanhas do jogo — Foto: Reprodução/Minecraft

Quer comprar jogos, consoles e PC's com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Sistema de geração de cavernas

A principal mudança da atualização está no sistema de geração de cavernas, que agora pode criar ambientes muito maiores e mais interessantes. Além das cavernas clássicas já existentes, há amplos espaços abertos, às vezes com pilares para sustentação. Essas novas áreas subterrâneas são tão grandes que podem ser atravessadas com Élitro ou Botes. Há até mesmo porções inundadas em que o jogador pode mergulhar. Outra novidade trazida por Caves & Cliffs são as estalactites, que caem do teto, e as estalagmites, que ferem o usuário que cai em cima delas.

Sistema de geração de montanhas e cabras

As montanhas de Minecraft recebem algumas mudanças que as tornam mais detalhadas, com distribuição mais realista de árvores até o topo e mais neve em seus picos. Elas também ganham um novo mob: são cabras ou bodes que ficam nos arredores. Eles são capazes de pular alto e podem atacar o jogador com uma investida, que pode derrubá-lo da montanha.

Cabras poderão empurrar jogadores do alto de montanhas em Minecraft — Foto: Reprodução/Minecraft

Biomas de caverna

Um fator que deve mudar bastante a exploração subterrânea é a introdução dos biomas de cavernas, similares aos que já existem na superfície e no Nether. O único mostrado durante o evento, o bioma chamado Lush Cave, é basicamente uma caverna verde cheia de novas plantas. Nele, foi possível ver flores nomeadas "Spore Blossom", que soltam poros e ficam presas ao teto.

Outras novidades são as "Azaleias", os brilhosos frutos "Berry" e as folhas "Dripleaf", em que jogadores só podem pisar uma única vez antes de cair. Os biomas se misturam à geração da caverna e podem surgir tanto nas pequenas, quanto nas grandes.

A Lush Cave foi um dos biomas revelados para as novas cavernas de Minecraft — Foto: Reprodução/Minecraft

The Warden

Uma das maiores novidades da atualização é um novo monstro aterrorizante chamado "The Warden". Ele vive nas profundezas das novas cavernas, em um bioma particularmente escuro, com piso coberto por um estranho material chamado "Sculk Growth". Por viver nas profundezas, esse mob é cego e detecta a presença do jogador por meio do som. Para distraí-lo, o usuário deve andar abaixado e arremessar itens que o levem para a direção contrária. O monstro é forte e, durante a demonstração, foi capaz de matar facilmente um jogador que usava a armadura completa de Netherite.

The Warden será o novo monstro assustador das profundezas de Minecraft — Foto: Reprodução/Minecraft

Novidades em Redstone

O material "Sculk Growth" tem uma característica curiosa: detecta vibrações ao seu redor e reage ao som causado pelo jogador. Com ele, é possível criar um novo bloco de Redstone chamado "Sculk Sensor", que percebe vibrações e envia um sinal de Redstone. Os desenvolvedores explicaram que, na prática, isso funciona como um Redstone "wireless", já que é possível, sem fios, detectar o som de um botão ou alavanca ativados. Há, também, como prevenir ativações acidentais, bloqueando o som com revestimento de lã.

Os novos blocos da atualização de Minecraft poderão criar conexões de Redstone sem fio — Foto: Reprodução/Minecraft

Novo minério: Cobre

Caves & Cliffs também introduz um novo minério: o Cobre (Copper), que teve algumas de suas funções detalhadas durante o evento. Ele funciona como um meio para produção de para-raios, também uma novidade trazida pela atualização. Quando posicionado no topo de uma construção, o aparelho impede que raios destruam e coloquem fogo em blocos de lã ou madeira, populares entre jogadores. O minério pode ser reunido em Blocos de Cobre, que, com o tempo, sofrem oxidação, tornando-se esverdeados. Desse modo, de acordo com a cor dos blocos, será possível perceber a idade das construções.

O novo minério de Cobre traz propriedades interessantes e únicas para Minecraft — Foto: Reprodução/Minecraft

Cristais e Telescope

Outro material novo na atualização são os cristais "Amethyst Geodes", recurso raro que pode ser encontrado em câmaras dentro das cavernas. Os cristais crescem nessas câmaras como se fossem plantas, e o jogador não pode levar o bloco fonte para sua base. Por conta disso, é necessário retornar frequentemente para coletá-los. Junto com o Cobre, os cristais podem ser usados para criar um Telescope, uma espécie de luneta que permite observar objetos distantes.

Cristais de Ametista poderão criar o Telescope para observar as coisas à distância em Minecraft — Foto: Reprodução/Minecraft

Sacola para carregar itens

Após a introdução de todos esses novos itens, os desenvolvedores atenderam a um pedido dos jogadores para administrar o inventário melhor: os "Bundles", que são como sacolas e permitem ao usuário carregar 64 itens variados em um único espaço de item. O conceito é semelhante à Shulker Box, mas com mais espaço e sem a necessidade de colocar um bloco no mundo para acessar o item.

Os Bundles prometem resolver um dos problemas mais antigos de Minecraft ao ampliar o inventário do jogador — Foto: Reprodução/Minecraft

Sistema de arqueologia

Uma das novidades mais inesperadas foi um sistema de arqueologia. Em alguns locais no mundo de Minecraft, é possível encontrar sítios arqueológicos e usar um novo item chamado "Brush" (Pincel) para escavar delicadamente as camadas de poeira. Dentro de alguns desses blocos estão artefatos misteriosos dotados de histórias incomuns. No entanto, caso o jogador não tome cuidado, eles podem ser quebrados. Além das novas possibilidades de exploração, também é possível fazer sua própria arte única criando vasos com Clay (Argila) e utilizando pedaços de cerâmica escavados.

O sistema de arqueologia em Minecraft foi provavelmente a adição mais inesperada do jogo — Foto: Reprodução/Minecraft

Chegada dos Axolotl

Um novo mob "fofinho", que compensa a adição do monstro The Warden, foi o Axolotl, uma criatura aquática bastante popular na internet. Os Axolotls podem ser obtidos com baldes, assim como os peixes, embora sejam, na verdade, anfíbios. Ao serem soltos novamente na água, eles estarão "adestrados" e ajudarão o jogador a lutar contra Afogados e até mesmo Guardiões. Uma curiosidade é que eles regeneram sua energia. Quando atingidos, eles se fingem de mortos até se recuperarem para voltar ao combate e ocasionalmente até curar o usuário.

Os Axelotls são fofinhos e oferecerão grande ajuda nas lutas submerdas em Minecraft — Foto: Reprodução/Minecraft

Qual foi o seu maior feito em Minecraft? Comente no Fórum do TechTudo

Minecraft: veja como matar o Enderman

Minecraft: veja como matar o Enderman

Mais do TechTudo