Por Victor de Abreu, para o TechTudo


A G2 Esports derrotou a Gen.G Esports e conquistou a última vaga para as semifinais do Mundial de LoL 2020. A série, ocorrida na manhã deste domingo (18), foi bastante controlada pela equipe europeia, que soube lidar com a pressão dos sul-coreanos e aproveitar bem das vantagens adquiridas. Dessa forma, a G2 chegou à vitória por 3-0 sem dificuldades para seguir viva no competição e ser a única representante do ocidente na disputa pelo título.

Com o resultado, a G2 enfrenta a também sul-coreana DAMWON Gaming no dia 24 de outubro, às 7h, no horário oficial de Brasília, por uma vaga na grande final do mundial. Na outra semifinal, Suning enfrenta a Top Esports no dia 25 de outubro no mesmo horário. Lembrando que a transmissão está sendo realizada nos canais oficiais da Riot Games nas plataformas Twitch TV e YouTube.

G2 Esports está nas semifinais do mundial — Foto: Divulgação/LoL Esports

No primeiro jogo, a G2 Esports se viu pressionada logo nos primeiros minutos. A Gen.G sofreu uma investida dos europeus na rota inferior, mas soube responder com um first blood para Kim "Clid" Tae-min (Lillia) e outro abate para Gwak "Bdd" Bo-seong (Azir). Com isso, a equipe sul-coreana teve o espaço para controlar o dragões e o arauto, mas, em relação ao ouro, ela nunca teve grande vantagem.

A G2 teve paciência, esperou o momento certo para agir, e fazer uma bela luta aos 21 minutos, o que rendeu o Barão Na'Shor e o espaço necessário para controlar de vez o jogo. A Gen.G ainda cometeu uma sequência grande de erros, fazendo a G2 leva a vitória sem dificuldades aos 30 minutos.

A Gen.G chegou no jogo seguinte com uma postura diferente, tentando impor o ritmo da partida e pressionar ainda mais a G2 logo nos primeiros minutos. No entanto, os europeus conseguiram responder bem a tudo o que a Gen.G planejou e, de luta em luta, adquiriu uma enorme vantagem e dominou o jogo tranquilamente. Com destaque para Rasmus "Caps" Borregaard (Sylas), a G2 atropelou a equipe sul-coreana e derrubou o nexus aos 29 minutos.

Gen.G não conseguiu impor seu jogo e foi dominada pela G2 — Foto: Divulgação/LoL Esports

Por fim, o jogo mais equilibrado da série. A Gen.G pareceu ter compreendido o estilo de jogo da G2 e fez sua pressão funcionar, em especial na selva e na rota inferior. O Twisted Fate de bdd, que passou em branco no jogo anterior, também conseguiu ser mais impactante nesses primeiros minutos e não deixou o Sylas de Caps crescer tão rápido. Novamente, a G2 encontrou boas lutas no começo, mas, dessa vez, a Gen.G conseguiu responder prontamente e não deixou os europeus controlarem o jogo com tanta facilidade.

Este autocontrole, no entanto, se encerrou aos 15 minutos de jogo, quando a G2 encontrou uma team fight quase perfeita na rota do meio, abrindo um grande espaço para a derrubada da torre e também o dragão. A Gen.G só voltou a equilibrar o confronto aos 25 minutos de jogo, quando encaixou uma luta perfeita, muito graças à atuação do Volibear de Kim "Rascal" Kwang-hee, e levou o primeiro Barão. Mesmo assim, a garantia da alma do dragão por Marcin "Jankos" Jankowski (Graves) logo em seguida deu a força de que a G2 precisava para criar seu espaço e construir a vitória aos 32 minutos de jogo.

G2 Esports é a única equipe do ocidente ainda viva no Mundial de LoL 2020 — Foto: Divulgação/LoL Esports

Mais do TechTudo