Por Victor de Abreu, para o TechTudo


A San Francisco Shock venceu a Seoul Dynasty e ficou com o título da Overwatch League (OWL) 2020. A série aconteceu na manhã deste sábado (10) e foi marcada pelo equilíbrio, assim como os confrontos vistos até aqui nos playoffs da liga. A San Francisco Shock mostrou a razão de ser a atual campeã, dominou o confronto nos primeiros mapas, soube lidar com os bons momentos da Seoul Dynasty e venceu por 4-2.

O bicampeonato rendeu ainda à equipe uma premiação de US$ 1,5 mi (cerca de R$ 8 milhões em conversão direta). O jogador Nam-joo "Striker" Kwon, que se destacou principalmente com a Tracer, foi eleito MVP da competição.

San Francisco Shock é a grande campeã da Overwatch League 2020 — Foto: Reprodução/Overwatch League

Quer comprar jogos, consoles e PC's com desconto? Conheça o Compare TechTudo

A edição de 2020 da principal liga de Overwatch do mundo começou no dia 8 de fevereiro, mas acabou sofrendo mudanças em seu formato por conta da pandemia do novo coronavírus. Após os eventos presenciais do ano terem sido cancelados, o torneio foi dividido em duas ligas: North America, com 13 equipes, e Asia, com sete equipes. A premiação total da competição foi de US$ 4,7 milhões (cerca de R$ 26 milhões na cotação atual).

Oasis (San Francisco Shock 1 - 0 Seoul Dynasty)

Para essa série melhor de sete partidas (Md7), a San Francisco sabia que o Roadhog de Jae-hee "Gesture" Hong era um dos grandes nomes da Seoul e poderia ser uma enorme pedra no sapato. Porém, foi o Roadhog de Matthew "super" DeLisi que brilhou mais forte em Oasis, abrindo o espaço para sua equipe buscar o controle dos pontos no mapa. Com ainda mais destaque, a Tracer Nam-joo "Striker" Kwon atropelou a backline da Seoul e foi crucial para garantir uma vitória tranquila por 2-0 em Oasis.

King's Row (San Francisco Shock 2 - 0 Seoul Dynasty)

Em King's Row, a San Francisco conseguiu dominar o primeiro ponto rapidamente e teve muita facilidade para levar o payload até o último ponto. A Seoul teve ajuda do Hanzo de Joon-yeong "Profit" Park para quebrar um pouco a boa sincronia de seus adversários e impedir a chegada do payload em um tempo curto. No entanto, os disparos da Widowmaker de Seonchang "ANS" Lee e os bons usos da Ressurreição da Mercy de Grant "moth" Espe abriram o caminho para dar uma excelente vantagem para a San Francisco.

A Seoul voltou a enfrentar dificuldades no ataque e por pouco não perdeu o jogo já na tomada do primeiro ponto. De forma lenta, eles foram levando o payload, mas chegaram a assustar a San Francisco ao se aproximarem do último ponto com pouco tempo restante. Ainda assim, uma luta bem encaixada da equipe da San Francisco impediu a entrega e conquistou a vitória em King's Row.

Com sua Mercy, Moth foi o grande destaque da San Francisco Shock em King's Row — Foto: Divulgação/Blizzard/Ben Pursell

Hanamura (San Francisco Shock 2 - 1 Seoul Dynasty)

O terceiro mapa, Hanamura, começou complicado para a Seoul Dynasty. Embora tenha conquistado o primeiro ponto sem tantas dificuldades, o segundo ponto acabou levando mais tempo do que o esperado. Com cerca de um minuto no relógio, eles até conseguiram um excelente ataque para executar o domínio, mas o Zenyatta de Minki "Viol2t" Park fez boas eliminações e atrasou os planos da Seoul, que dominou o ponto com apenas 11 segundos restantes.

O momento parecia ser da San Francisco, principalmente quando Hyo-bin "ChoiHyoBin" Choi optou por jogar com a D.Va e ajudou a sua equipe a dominar o primeiro ponto rapidamente. No entanto, eles não conseguiram encontrar uma boa estratégia para dominar o segundo, foram parados pela boa atuação de Jae-hee "Gesture" Hong com seu Roadhog e viram seus adversários conquistarem a primeira vitória na série. Vale destacar que essa foi a primeira derrota da San Francisco Shock em Hanamura na temporada de 2020.

Overwatch - Modo Ofensiva de Bola de Neve da Mei

Overwatch - Modo Ofensiva de Bola de Neve da Mei

Observatório Gibraltar (San Francisco Shock 2 - 2 Seoul Dynasty)

A vitória em Hanamura deu para a Seoul Dynasty a confiança necessária para acreditar na virada da série. Em Observatório Gibraltar, a equipe não teve dificuldades para escoltar a carga pelo mapa e viu uma San Francisco Shock bastante apática, sem saber o que fazer para impedir esse avanço. No último ponto, a Seoul até viu alguma resistência de seus adversários, mas Joon-yeong "Profit" Park reencontrou as boas atuações com seu Hanzo e abriu o caminho para a entrega da carga.

O mesmo Profit colocou seu Genji para defender a carga de seus adversários, uma escolha que deu bastante certo. A San Francisco não mostrou escolhas novas e simplesmente não conseguiu avançar a carga. Em uma última tentativa desesperada, Matthew "super" DeLisi (Roadhog) buscou uma bela eliminação para cima do Genji fortalecido com o Estimulante da Ana de Young-wan "Creative" Kim, mas, mesmo assim, a San Francisco não encontrou seu espaço e foi derrotada em Gibraltar.

Busan (San Francisco Shock 3 - 2 Seoul Dynasty)

Em mais um mapa de controle, a San Francisco Shock mostrou estar em sua zona de conforto e simplesmente dominou o primeiro round, não dando espaços para a Seoul Dynasty trabalhar. O segundo round parecia que seria um confronto unilateral novamente, com a San Francisco quase chegando ao 100% de controle rapidamente. Esse domínio só foi encerrado parcialmente por Joon-yeong "Profit" Park, que colocou sua Ashe para jogo e fez importantes eliminações para segurar o ímpeto de seus adversários.

Tudo indicava que a Seoul havia se encontrado no mapa, e Busan iria para a terceira rodada. No entanto, a Widowmaker de Seonchang "ANS" Lee fez o trabalho de roubar o destaque de Profit no final, garantiu o 2-0 da San Francisco em Busan e o match point na série.

Hollywood (San Francisco Shock 4 - 2 Seoul Dynasty)

Por fim, em Hollywood, a San Francisco Shock iniciou no ataque e não teve dificuldades para tomar o primeiro ponto e ir para a fase de escolta. Dong-eon "FITS" Kim aproveitou um bom posicionamento para a Widowmaker nesse ponto do mapa e conseguiu interromper o avanço da Shock por mais tempo. Isso ajudou a Seoul Dynasty a conseguir segurar a carga no terceiro ponto. Uma boa defesa impediu que a Shock se entregasse a carga por cerca de quatro metros, bastando apenas entregar sua carga na segunda rodada para forçar o último jogo da série.

Na defesa, a San Francisco Shock mostrou uma atuação bastante sólida e por poucos segundos não garantiu o título na defesa do primeiro ponto. Com pouco tempo na escolta do payload, a Seoul Dynasty se desesperou e não conseguiu encaixar sua estratégia em Hollywood. Em um excelente jogo de equipe, a Shock administrou seu jogo na defesa, garantiu sua vitória no mapa e se sagrou campeã da Overwatch League 2020.

San Francisco Shock levou a taça da Overwatch League — Foto: Divulgação/Overwatch League

Para qual time você torce na Liga Overwatch? Comente no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo