Por Paulo Alves, para o TechTudo


Aproveitar promoções relâmpago na Black Friday 2020 é uma forma de conseguir melhores preços na hora das compras. Esse tipo de oferta busca dar maior visibilidade e aumentar as vendas de um determinado produto com um desconto convidativo por um curto período de tempo. Apesar do bom preço, poucos consumidores conseguem aproveitar o desconto. Dessa forma, é preciso ficar atento e correr para finalizar a compra antes que o estoque promocional se esgote. Veja, a seguir, sete dicas para conseguir aproveitar promoções relâmpago durante a Black Friday 2020, que acontece nesta sexta-feira (27).

Black Friday 2020: sete dicas para aproveitar promoções relâmpago — Foto: Filipe Garrett/TechTudo

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

1. Fazer o cadastro no site antes da promoção

Fazer o cadastro no site pode poupar um tempo precioso na hora de aproveitar uma oferta relâmpago. Como toda loja pede registro para finalizar uma compra, vale a pena se antecipar e se cadastrar com nome completo, CPF, endereço de e-mail e outras informações pedidas pelo estabelecimento. Vale lembrar que, antes de fazer cadastro e informar dados pessoais, é importante checar se o site é seguro para evitar cair em bancos de dados fraudulentos ou ser vítima de golpes no futuro.

Iniciando o cadastro no Pelando — Foto: Reprodução/Rodrigo Fernandes

2. Utilizar o Pix para agilizar a compra

O uso do Pix em lojas online, embora não seja tão seguro quanto o cartão de crédito, pode ser um meio ágil para garantir identificação imediata do pagamento na Black Friday. A liquidação em até 10 segundos do sistema evita, por exemplo, que o cliente perca um produto em promoção mesmo depois que ele já tiver sido adicionado ao carrinho de compras. Além disso, lojas podem estabelecer limite de tempo de reserva de itens até o fechamento da aquisição, o que faz o uso do Pix mais vantajoso do que o boleto para pagamentos à vista.

Usar Pix para compras à vista pode agilizar a identificação do pagamento — Foto: Helito Beggiora/TechTudo

O Pix também funciona a qualquer hora do dia e pode ser uma boa opção para aproveitar promoções na madrugada. Como funciona em praticamente qualquer banco, também pode ser útil para consumidores que não têm cartão de crédito. O recurso funciona, ainda, para quem não pode pagar com transferência eletrônica convencional, se for o caso da loja não ter parceria com determinada instituição financeira.

3. Acompanhar as redes sociais da loja

Algumas lojas são conhecidas pela oferta de preços baixos na Black Friday. Por isso, é importante ficar de olho nas redes sociais do estabelecimento, que podem trazer dicas de promoções que visam a aumentar a expectativa dos consumidores. Além de seguir as páginas, se certifique de que as notificações do perfil já estão ativadas no perfil do Instagram, assim como na fanpage do Facebook.

Oito dicas imperdíveis para você escolher o melhor celular na Black Friday

Oito dicas imperdíveis para você escolher o melhor celular na Black Friday

4. Ativar as notificações por e-mail ou mensagem

Algumas lojas contam com serviço de e-mail marketing, com o envio de ofertas avulsas por e-mail ou mensagem aos clientes cadastrados. Consumidores interessados em promoções relâmpago podem se registrar diretamente nas lojas procurando por “newsletter” ou marcando a opção correspondente na hora de criar uma conta.

Remova mensagens de ofertas desejadas do spam para a caixa de entrada — Foto: Reprodução/Marvin Costa

No entanto, é preciso também lembrar de ativar as notificações para não perder uma mensagem importante. No Gmail, vá até a aba de “Promoções” e mova mensagens de lojas desejadas para a caixa de entrada principal. Dessa maneira, novos e-mails do mesmo remetente ganharão mais importância e emitirão alertas. É importante verificar também se as mensagens da loja desejada estão caindo no filtro de spam e, em caso positivo, é preciso movê-las de volta para a caixa de entrada.

5. Abrir a página de compra do produto em mais de um dispositivo

Como as promoções na Black Friday costumam atrair um número elevado de clientes aos sites, congestionamentos e dificuldade de acesso são comuns. Uma maneira de driblar esse tipo de problema é abrir a página de compra do produto em mais de um dispositivo, aumentando as chances de conseguir uma vaga na fila virtual. Vale lembrar que o tempo e a disponibilidade de itens em promoção relâmpago são limitados e a demora em acessar a página pode ser decisiva na hora de garantir o desconto.

Abrir o site da loja em mais de um dispositivo aumenta chances de conseguir visualizar oferta relâmpago — Foto: Reprodução/Paulo Alves

6. Criar alerta de preço em comparadores

Criar alertas em comparadores de preços pode ser uma boa opção para saber quando o valor de determinado o produto baixa. Isso porque comparadores, em geral, costumam enviar informações instantâneas a usuários cadastrados, o que aumenta as chances de conseguir comprar por um preço mais baixo. Zoom e Vigia de Preço são alguns dos serviços que oferecem essa funcionalidade.

Crie alertas em comparadores de preço para ser avisado sobre promoções repentinas — Foto: Reprodução/Marvin Costa

7. Verificar se há limite no cartão

Compras online são mais seguras com cartão de crédito, mas é importante checar o limite com antecedência para evitar dor de cabeça. Em caso de promoções relâmpago, a falta de um centavo no limite pode definir se será possível ou não conseguir um produto com desconto. Dependendo da demanda pelo item, o estoque pode esgotar antes mesmo de o consumidor pagar uma fatura com limite liberado na hora, como é comum em cartões de bancos digitais. Portanto, refazer a operação com outra forma de pagamento pode levar à perda do desconto.

Verifique o limite do cartão com antecedência para evitar contratempos na hora de finalizar a compra — Foto: Pond5

Black Friday: como saber se promoção compensa? Deixe sua opinião no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo