Campeonatos

Por Victor de Abreu, para o TechTudo


A MIBR perdeu para a BIG em sua estreia na Flashpoint 2, torneio de Counter-Strike:Global Offensive (CS:GO). Na série, ocorrida na tarde desta terça-feira (10), o elenco do Brasil enfrentou dificuldades contra a equipe europeia, chegou a mostrar uma boa apresentação em um dos mapas, mas não conseguiu encontrar seus espaços para a vitória. No final, melhor para a BIG, que fechou a série em 2-1, parciais de 16-2, na Mirage, 13-16, na Vertigo, e 16-2, na Dust2.

Com o resultado, a MIBR volta a jogar pela Lower Bracket contra a Team Envy na sexta-feira (13), às 13h, horário oficial de Brasília, valendo a sobrevivência no Grupo B. A transmissão ao vivo acontece nos canais oficiais da Flashpoint na Twitch e no YouTube.

MIBR foi derrotada em sua estreia na Flashpoint 2 — Foto: Reprodução/MIBR Twitter

Quer comprar jogos, consoles e PCs com desconto? Conheça o Compare TechTudo

A BIG iniciou vencendo o round pistol na Mirage e levou mais dois rounds na sequência. A MIBR teve sucesso no primeiro armado e a chance para empatar o jogo, mas Nils "k1to" Gruhne interrompeu a reação com quatro abates com sua eagle. A partir desse momento, a MIBR não conseguiu voltar ao jogo, e a bola de neve apenas cresceu com o passar dos rounds. Enquanto isso, tudo dava certo para a BIG, que fechou a primeira metade com tranquilidade por 13-2 e seguiu dominante na virada de lados até fechar a Mirage em 16-2.

A MIBR esqueceu o confronto anterior e conseguiu mostrar uma excelente atuação na Vertigo, levando o round pistol e buscando quatro rounds em sequência logo em seguida. A vantagem poderia crescer ainda mais para os brasileiros, mas o alemão Florian "syrsoN" Rische acabou equilibrando o confronto e ajudou a BIG a não ficar em uma desvantagem maior no primeiro half. Com destaque para Vinicius "v$m" Moreira, a MIBR saiu com a vitória no lado CT por 9-6.

Como TR, o jogo seguiu da mesma forma, com a MIBR mostrando uma forte Vertigo e a BIG tentando encontrar seus espaços para buscar uma virada. Os brasileiros emplacaram cinco rounds seguidos e se aproximaram do map point, mas a BIG conseguiu sobreviver, quebrar a economia da MIBR e evitar o fechamento do mapa. Os brasileiros tiveram dificuldades por conta da falta de um AWP, que fazia a diferença no começo da Vertigo, mas conseguiram uma vitória suada no final por 16-13 para forçar o terceiro jogo.

MIBR não se abala com resultado do primeiro mapa e conquista boa vitória na Vertigo — Foto: Divulgação/MIBR Twitter

O último mapa foi a Dust2. A MIBR venceu o primeiro pistol, mas a BIG conseguiu manter uma boa economia para levar boas armas ao segundo round, assegurar sua primeira vitória e emplacar uma sequência nos rounds seguintes. Embora Alencar "trk" Rossato tenha interrompido o bom momento dos europeus com uma excelente jogada, a BIG seguiu mostrando um forte lado TR e voltou a contar com a atuação inspirada do alemão syrsoN para manter sua vantagem e fechar a primeira metade em um largo 13-2.

Na virada de lados, a MIBR precisava vencer o segundo round pistol para sonhar com uma virada, mas a BIG voltou a jogar em cima dos erros dos brasileiros e confirmou seu 14° ponto. Sem dificuldades e apenas administrando a vantagem, os europeus fecharam o mapa em 16-2 para vencer a série.

BIG domina último mapa e vence a MIBR para avançar no Grupo B — Foto: Divulgação/Dreamhack

A segunda temporada da Flashpoint começou nesta terça-feira (10) e se encerra no dia 6 de dezembro. A competição conta 12 participantes e também é o segundo compromisso da nova line up da MIBR, que já havia participado da BLAST Premier: Fall Series 2020. A premiação da Flashpoint é de US$ 1 milhão (cerca de R$ 5,3 milhões), que será distribuído entre as oito melhores equipes.

Mais do TechTudo