Placas

Por Filipe Garrett, para o TechTudo


A Iris Xe Max é a primeira placa de vídeo dedicada da Intel para notebooks. Usando a mesma arquitetura Xe que será implementada nas futuras placas de vídeo da marca para desktops, a GPU é posicionada pela Intel como uma alternativa à GeForce MX350. O modelo de entrada da Nvidia promete ser capaz de dar conta de jogos em Full HD a níveis de qualidade e performance razoáveis, o que indica um uso intermediário da novidade. No momento, sabe-se que a Iris Xe Max estará presente no novo Swift 3, da Acer, no VivoBook Flip, da Asus, e na nova versão do Inspiron 15 7000 2 em 1, da Dell.

Nova GPU dedicada da Intel promete levar desempenho intermediário para notebooks — Foto: Divulgação/Intel

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

A Intel compara sua nova placa com a GeForce MX350, sinalizando que a Iris Xe Max chega a mais quadros por segundo (fps) em Full HD do que a rival, inclusive em jogos relativamente recentes, como Hitman 2, Metro Exodus e Shadow of The Tomb Raider. No geral, a novidade garante ainda performance superior à Iris Xe – sem o Max –, opção integrada da Intel em boa parte dos processadores de 11ª geração.

Além de performance para bater a GeForce MX350, a Intel promete um rendimento mais adequado a quem precisa de uma laca de vídeo dedicada para acelerar fluxos de trabalho, como editores de vídeo, por exemplo. A marca sugere uma performance 1,78x maior na hora de codificar vídeos do que uma "placa de vídeo top de linha", cujo nome não foi revelado.

Inspiron 15 7000 está entre os primeiros notebooks confirmados com a Iris XE Max da Intel — Foto: Divulgação/Intel

Outro exemplo usado pela Intel da vocação mais profissional da placa – e descrito pelo site Ars Technica – é uma demonstração do Topaz Gigapixel AI, software que usa inteligência artificial para limpar e melhorar fotos e vídeos antigos. Rodando a aplicação, a Xe Max aprimora uma imagem cheia de defeitos 7x mais rápido que a MX350.

Esse rendimento pode ser explicado principalmente por algo que a Intel chama de Additive AI, em que a Iris Xe Max divide a carga de trabalho com a Iris Xe, integrada nos processadores de 11ª geração da marca. Bastante indicada para Inteligência Artificial, essa abordagem faz com que o computador ganhe tempo ao usar duas placas de vídeo ao mesmo tempo.

Jogadores, no entanto, não devem ter acesso ao recurso, ao menos por enquanto. A Intel explica que dividir a carga de trabalho entre a placa de vídeo integrada ao processador e a Iris Xe Max é algo que só é realmente útil numa determinada classe de atividades, como processamento de inteligência artificial.

Em termos de especificações técnicas, a placa da Intel é formada por 64 Execution Units (algo equivalente às Unidades Computacionais das placas da AMD e que você pode entender como “núcleos de processamento gráfico”) e velocidades de até 1,65 GHz. Há ainda 4 GB de memória RAM dedicada em DDR4 no componente.

Qual dessas placas de video é melhor? Tire suas dúvidas no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo