Celulares

Por Thássius Veloso, do home office

Thássius Veloso / TechTudo

Diversos iPhones aparecem no top 10 dos celulares mais buscados pelos brasileiros que já pensam nos desejados descontos da Black Friday 2020. De acordo com levantamento feito pelo Google e publicado com exclusividade pelo TechTudo, a Apple quase gabarita o ranking que tem como base as buscas na internet brasileira entre 14 e 20 de novembro.

Apenas um celular da Samsung e um modelo da Xiaomi também concentram as buscas em território nacional.

Oito dicas imperdíveis para você escolher o melhor celular na Black Friday

Oito dicas imperdíveis para você escolher o melhor celular na Black Friday

Os mais buscados

Os dados do Google apontam elevado interesse dos consumidores pelos seguintes telefones:

Cabe ressaltar que esta lista não está em ordem de interesse, mas sim alfabética. “Além disso, os usuários podem buscar pelo mesmo produto de formas diferentes”, destaca o gigante da internet.

Só dá Apple

As pesquisas na internet entregam o interesse pelos celulares com a marca da maçã, nem que para isso seja necessário apelar para gerações mais antigas. O iPhone 7 foi anunciado em 2016. Hoje em dia é o smartphone mais usado da América do Sul. Ao transitar pelos demais itens, percebe-se o interesse por modelos com visual mais antiquado, caso também do 7 Plus, iPhone 8 e iPhone 8 Plus.

iPhone 8: lançamento de 2017 tem leitor de impressões digitais — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Telefones com o visual mais recente também se fazem presentes. Eles têm o polêmico notch, aquele recorte no topo da tela em que ficam os sensores e a câmera. Ali está abrigado o sistema que permite desbloquear o telefone a partir do rosto do usuário.

Até mesmo o lançamento deste ano aparece na lista: o iPhone 12 chegou ao mercado na semana passada por valores a partir de R$ 7.999, com direito a design diferente dos anos anteriores e processador superpotente. A linha comporta outros modelos, como o Mini por R$ 6.999 e o Pro Max por até R$ 13.999.

iPhone 12: cinco coisas que você precisa saber sobre o lançamento

iPhone 12: cinco coisas que você precisa saber sobre o lançamento

Samsung entra na lista

O Galaxy A71 figura entre as opções mais interessantes de celular intermediário no país. Tanto é verdade que os consumidores estão procurando os detalhes sobre preço e ficha técnica na pesquisa do Google. Ao menos nos bastidores do setor de tecnologia há a expectativa de que o modelo receba descontos na Black Friday.

Galaxy A71: câmera principal tira fotos de 64 MP — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Com a adição do produto ao ranking, a Samsung passa a fazer parte de um top 10 que foi dominado pela Apple em 2019, mas que também teve a presença de dois smartphones da Xiaomi.

Xiaomi e o contrabando

O celular número dois em vendas no mundo também ganha destaque no levantamento do Google. Ele chegou ao mercado em 2019 e atraiu a atenção do público. Levou nota 8,1 na análise completa do TechTudo, com direito a muitos elogios para a câmera polivalente.

Redmi Note 8 oferece autonomia para um dia inteiro longe das tomadas — Foto: Vitor Grama/TechTudo

Vale lembrar que a Xiaomi caiu no gosto do consumidor por causa da proposta de bom custo-benefício. No entanto, hoje em dia a empresa sofre – assim como toda a indústria – com a alta do dólar e também com elevado índice de produtos irregulares à venda em sites de compra/venda e marketplaces.

Por que tanta busca por aparelhos caros?

A maioria das pessoas busca celular com preço entre R$ 1.000 e R$ 1.999. Elas representam 31% dos respondentes de uma pesquisa feita pelo Google com 500 consumidores entre 9 e 12 de outubro. Na sequência aparece a faixa de até R$ 999 (30%).

As demais faixas de preço são as seguintes: entre R$ 2.000 e R$ 2.999 (7%), entre R$ 3.000 e R$ 3.999 (3%) e acima de R$ 4.000 (4%). Juntas, elas totalizam 14% dos respondentes, deixando a clara noção de que pouca gente está interessada pelos smartphones caros e poderosos.

Um quarto dos entrevistados disse não saber quanto quer gastar num telefone novo.

O que explica o ranking de mais buscados ter justamente os smartphone que o consumidor não topa bancar? A complexa jornada feito pelos usuários antes de fazer a compra de fato. Ela inclui muitos passos, como o fator “lançamento”, o preço atual, a dúvida se “é bom” e a consulta por reviews especializados.

No fim das contas, pode até ser que a Apple domine a lista de mais buscados, mas a Samsung costuma ser a companhia com maior leque de opções e também maior volume de vendas durante o evento de compras.

Mais do TechTudo