Carros Inteligentes

Por Yuri Hildebrand, do Home Office


Vec Itaú é o novo serviço de carro elétrico compartilhado via app no Brasil. A iniciativa tem como base o que já acontece no aluguel de bicicletas (Bike Itaú) e patinetes elétricas no país, funcionando de forma simples via aplicativo. Segundo o Itaú, o objetivo do projeto é trazer mais uma solução sustentável de mobilidade urbana nas grandes cidades brasileiras.

Com testes previstos para a partir de fevereiro de 2021, o serviço fica disponível em um primeiro momento na cidade de São Paulo, mas o Itaú afirma ter a intenção de levar o aluguel de carros elétricos a outros grandes centros do Brasil. A ideia é que o usuário não precise pagar uma taxa fixa mensal, e sim um valor inicial somado a um custo por minuto de uso. O preço, por sua vez, ainda não foi definido.

Vec Itaú é novo serviço de carros elétricos compartilhados no Brasil; operações começam em 2021 — Foto: Reprodução/Itaú

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

O Vec Itaú (sigla para veículo elétrico compartilhado) está em desenvolvimento junto à Ucorp, que vai auxiliar nas operações do serviço, e a ideia é realizar parcerias com montadoras no futuro para entregar mais opções de veículos. Por enquanto, foram anunciados apenas três modelos: BMW i3, JAC ev40 e Jaguar i-pace. A promessa é de automóveis silenciosos e menos poluentes, mas sem deixar a eficiência de lado.

O aluguel deve acontecer de forma bem simples: basta baixar o aplicativo, fazer o cadastro, reservar o veículo e, na data e horário combinados, desbloquear o carro pelo próprio celular. O app fica disponível para baixar gratuitamente em celulares Android e iPhone (iOS), e qualquer usuário pode solicitar o serviço, mesmo não sendo cliente do banco.

Os carros elétricos serão disponibilizados via app; promessa é de poluir menos (e sem tanto barulho) — Foto: Divulgação/Itaú

Por meio do software, também será possível acompanhar diversas informações do carro, como bateria disponível e outras condições. A expectativa do serviço é atender a demandas de "one way" (caminho único, em inglês), ou seja, usuários que não devem retornar à mesma base após o uso.

A empresa garante ainda que haverá uma integração com o Bike Itaú, como uma forma de complementar o trajeto desejado. Dessa forma, será possível ver estações mais próximas e planejar o restante da viagem de bicicleta.

Aplicativo vai mostrar informações dos carros e até mesmo estações do Bike Itaú por perto — Foto: Reprodução/Itaú

A devolução deve ser feita em pontos específicos que ficarão espalhados pela cidade. Durante os testes, serão quatro pontos em áreas corporativas do Itaú, permitindo aos funcionários do banco transitar entre as sedes. Nesse primeiro momento, apenas 5 carros estarão disponíveis para alugar: três da JAC Motors, um BMW e outro Jaguar, e o banco garante que, uma vez aberto ao público geral, o serviço terá mais opções.

Ao ser entregue, o veículo ficará na tomada para carregar completamente a tempo da próxima viagem. Vale ressaltar que, segundo o Itaú, os automóveis ficarão disponíveis sempre seguindo os protocolos atuais de higiene e saúde – e com bateria cheia. A ideia é definir as estações que ficarão disponíveis para os usuários finais após o primeiro semestre de 2021, já com resultados práticos.

Existem carros elétricos já a venda no Brasil? Tire suas dúvidas no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo