Sistemas Operacionais
Publicidade

Por Paulo Alves, para o TechTudo


A Apple irá liberar o macOS Big Sur, nova versão do sistema operacional para Macs, na próxima quinta-feira, dia 12 de novembro. Conforme anunciado nesta terça-feira (10), durante o evento "One more thing", a atualização será disponibilizada gratuitamente para todos os computadores da marca a partir dos modelos MacBook 2015, MacBook Air 2013, MacBook Pro Final de 2013, Mac mini 2014, iMac 2014, iMac Pro 2017 e Mac Pro 2013. Além disso, os MacBooks Air e Pro e o Mac Mini anunciados nesta terça-feira (10) já virão com a nova versão do sistema.

Em testes desde julho, um mês após o lançamento, o software estreia um design com Central de Controle e outros elementos que aproximam seu visual dos vistos no iPhone e no iPad. Além disso, diversos aplicativos nativos, como Mensagens, Maps e Safari, foram atualizados com mais funções e maior velocidade. Por esses e outros motivos, a novidade é tida como a maior atualização em quase 20 anos da plataforma.

macOS Big Sur — Foto: Reprodução/Apple

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

O menu específico para atalhos rápidos traz chaves para controlar a intensidade de brilho da tela, volume, configurações de Bluetooth e rede, além de ligar ou desligar o AirPlay, entre outras funções. Ele também herda do iOS 14 os novos widgets, que podem ocupar a área de trabalho. Além disso, as notificações estão similares às do celular da Apple e surgem diretamente na mesa pela lateral. Botões que reagem ao passar do mouse como no iPadOS e tons desfocados nas janelas também estão entre os novos elementos gráficos.

Central de Controle é personalizável e bem parecida com a edição disponível no iOS — Foto: Divulgação/Apple

Entre os aplicativos, há mudanças no Apple Maps, que permite navegar no interior de edifícios, criar lista de favoritos e acompanhar deslocamento de amigos em tempo real. Já o Mensagens fica muito parecido com o app para iPhone, trazendo busca, seletor de imagem e compartilhamento de Memojis e efeitos.

A maior mudança, porém, está no novo Safari, que supostamente entrega até 50% mais velocidade que o rival Chrome. O navegador oferece também tela inicial personalizável e mais funções para gerenciar abas abertas, incluindo pré-visualização da página ao sobrevoar guias com o cursor do mouse. Há ainda maior controle sobre onde e quando extensões são ativadas e possibilidade de visualizar informações de segurança e dados coletados por sites visitados.

Mais rápido, Safari ganha gerenciamento de abas aprimorado e tela inicial personalizável — Foto: Divulgação/Apple

Nos bastidores, o novo sistema operacional também avança na transição entre as arquiteturas de hardware x86 para ARM. Uma das novidades nesse campo é o suporte do software a programas da Adobe e ao Pacote Office, que passam a ser compatíveis tanto com Macs com chips Intel quanto os novos modelos equipados com o M1, fabricado pela própria Apple. Para acelerar o processo, desenvolvedores também ganham ferramentas que facilitam a criação de apps de iPhone que também funcionem no Mac.

Via Apple

Veja também: macOS: cinco destaques do sistema da Apple para computadores e notebooks

macOS: cinco destaques do sistema da Apple para computadores e notebooks

macOS: cinco destaques do sistema da Apple para computadores e notebooks

Mais do TechTudo