Streaming

Por Rodrigo Fernandes, para o TechTudo


A Netflix está testando o "Netflix Direct", um canal de TV com programação linear semelhante a uma emissora de televisão tradicional. O experimento está acontecendo em algumas regiões da França desde o dia 5 de novembro, e pode ser assistido somente por assinantes do streaming. A expectativa é de que a transmissão seja liberada para mais localidades francesas no início do mês de dezembro.

O canal está transmitindo filmes e séries nacionais e de outros países, todos selecionados a partir do catálogo disponível na Netflix da França. A programação é fixa e exibe a mesma grade em tempo real para todos os assinantes sintonizados.

Netflix: dicas que todo o assinante deveria saber

Netflix: dicas que todo o assinante deveria saber

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Segundo a imprensa internacional, o número de assinaturas da Netflix disparou durante a quarentena provocada pelo coronavírus. O novo canal estaria sendo lançado para reter assinantes que, porventura, desejassem cancelar o serviço após o período de isolamento. Dessa forma, a empresa oferece uma nova maneira de assistir aos conteúdos dentro da plataforma.

De acordo com a Variety, a Netflix afirmou que escolheu a França para os testes devido ao consumo de televisão de forma tradicional naquele país. “Muitos espectadores gostam de uma programação que não os obrigue a escolher o que assistir. Você pode se deixar guiar sem ter que escolher um título específico e se surpreender com a diversidade da biblioteca da Netflix”, diz o comunicado da empresa.

Em dezembro de 2019, o streaming lançou a função “Watch Now”, que reproduzia filmes e séries aleatoriamente nos aplicativos para smart TVs. A diferença é que, no modelo anterior, a programação era definida de acordo com as preferências de conteúdo de cada usuário. Dessa vez, o novo canal em teste traz como diferencial uma programação única para todos, como em uma TV convencional. Vale lembrar que o serviço costuma testar novas funções com frequência, mas isso não significa que os recursos serão, de fato, liberados para todos os usuários.

Qual é o melhor concorrente para a Netflix? Opine no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo