Celulares

Por Paulo Alves, para o TechTudo


O Nokia 5.3 tem ficha técnica intermediária que inclui câmera quádrupla, armazenamento de 128 GB e Android 10 com dois anos de atualizações, segundo a fabricante. O smartphone chegou ao Brasil em novembro pelo preço sugerido de R$ 1.899 para reforçar as opções de telefone Nokia no mercado nacional. Os aparelhos são fabricados pela Multilaser na cidade de Extrema, em Minas Gerais, como parte da parceria com a finlandesa HMD Global. Confira a seguir tudo sobre as especificações do modelo.

Nokia 5.3 chega ao Brasil com câmera quádrupla e Android 10 — Foto: Divulgação/Nokia

Ficha técnica do Nokia 5.3

  • Tamanho da tela: 6,55 polegadas
  • Resolução da tela: HD+ (720 x 1600 pixels)
  • Painel da tela: LCD
  • Câmera principal: quádrupla, 13, 5, e 2 MP
  • Câmera frontal: 8 MP
  • Sistema: Android 10
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 665
  • Memória RAM: 4 GB
  • Armazenamento: 128 GB
  • Cartão de memória: sim, microSD de até 512 GB
  • Capacidade da bateria: 4.000 mAh
  • Dual SIM: nano SIM
  • Peso: 185 gramas
  • Cores: verde ciano e cinza
  • Lançamento: 5 de novembro
  • Preço de lançamento: R$ 1.899

Tela e design

O Nokia 5.3 traz um design comum na indústria de celulares, marcado pela tela com um recorte notch em forma de gota para abrigar a câmera frontal e reduzir as bordas. O painel mede 6,55 polegadas e traz resolução apenas HD+, que tende ser menos agradável para leitura e streaming de vídeo na comparação com a Full HD+, normalmente vista em modelos da mesma faixa de preço.

O visual do telefone é similar ao de rivais como o Moto G8 Plus, da Motorola. A traseira, por exemplo, repete o acabamento em plástico do concorrente, mas exibe um arranjo de câmeras circular logo acima do leitor de impressões digitais que lembra o OnePlus 7T. Além disso, traz um botão na lateral para acessar o Google Assistente com um toque. O smartphone não conta com qualquer proteção contra água e poeira e está disponível nas cores verde ciano e cinza.

Nokia 5.3 tem botão lateral dedicado para acionar o Google Assistente — Foto: Divulgação/Nokia

Câmeras

A câmera quádrupla é destaque da ficha técnica do Nokia 5.3. A lente principal traz abertura de f/1.8 e sensor de 13 MP. Há ainda uma lente ultra wide de 5 MP, macro de 2 MP e sensor de profundidade de 2 MP para realizar o modo retrato, função que desfoca o fundo da imagem. A câmera frontal de 8 MP (f/2) é condizente com a categoria. Apesar da quantidade de câmeras, as especificações sugerem resultados suficientemente bons para fotos compartilháveis nas redes sociais, desde que o consumidor não seja muito exigente em fotografia.

Nokia 5.3 tem câmera quádrupla circular — Foto: Divulgação/Nokia

Desempenho e armazenamento

O celular da Nokia traz o processador Snapdragon 665, da Qualcomm, muito comum na mesma faixa de preço. Aliado à memória RAM de 4 GB, o chip deve entregar desempenho sem engasgos ao rodar os principais aplicativos e jogos da Google Play. Já o armazenamento de 128 GB tende a ser o bastante para a média dos usuários, mesmo que haja uso pesado de WhatsApp, com muitas mídias recebidas.

Ele ainda conta com suporte a cartão microSD de até 512 GB. O espaço extra poderá ser bem-vindo, por exemplo, quando o Google começará a limitar o armazenamento do Google Fotos.

Nokia 5.3 vem com Snapdragon 665, 4 GB de RAM e 128 GB de armazenamento — Foto: Divulgação/Nokia

Bateria

O Nokia 5.3 tem bateria de 4.000 mAh, capacidade também muito comum em celulares intermediários. A quantidade deve ajudar a suportar um dia de uso sem maiores problemas. O carregamento, por outro lado, é lento: com fonte de apenas 5V, o aparelho pode levar mais de duas horas para reabastecer.

Nokia 5.3 vem com bateria de 4.000 mAh — Foto: Divulgação/Nokia

Versão do Android

O Nokia 5.3 chega ao Brasil como mais uma opção de celular parte do programa Android One, do Google. O rótulo garante uma experiência de software limpa, sem muitos aplicativos pré-instalados, além de uma quantidade maior de atualizações ao longo do tempo.

Android 10: cinco novidades do sistema

Android 10: cinco novidades do sistema

Segundo a HMD Global, dona da marca Nokia, o smartphone receberá dois anos de updates do sistema operacional, além de três anos de pacotes de segurança. O lançamento sai de fábrica com Android 10 e, portanto, é candidato a receber o Android 11 em breve.

Preço e disponibilidade

O novo smartphone da Nokia no Brasil chegou ao mercado em 5 de novembro com o preço sugerido de R$ 1.899. Nessa mesma zona de preço disputam mercado no país o Moto G8 Plus e o Motorola One Vision, além do Galaxy A51 e o Galaxy M31, da Samsung.

Com informações da Nokia

Confira os vencedores do Prêmio Melhores do Ano 2020

Mais do TechTudo