Streamers

Por Matheus Fiuza, para o TechTudo


O streamer RowdyRogan, de apenas seis anos, teve sua conta do Call of Duty: Warzone banida na última quarta-feira (9). O menino norte-americano fazia uma live em seu canal na Twitch TV quando recebeu uma mensagem que avisava que seu perfil estava permanentemente suspenso. O garoto não segurou o choro e foi se consolar nos colos do pai, que ficou consternado ao ler a mensagem de banimento.

Atualização: no último sábado (12), RowdyRogan publicou um vídeo em seu canal no YouTube em que revelou que não foi banido do Call of Duty: Warzone de verdade e que toda a cena foi uma farsa. Segundo os pais do menino, a ação fez parte de um desafio de criar um vídeo viral proposto pela FaZe Clan. Apesar do pedido de desculpas, parte da comunidade se queixou sobre a mentira e o falso choro do menino.

RowdyRogan em live e em ação no CoD Warzone — Foto: Reprodução/Matheus Fiuza

Quer comprar jogos, consoles e PC's com desconto? Conheça o Compare TechTudo

RowdyRogan já é um astro na plataforma de lives, e cativou o público com suas habilidades no Battle Royale e sua "fofura" nas streams. Com apenas seis anos, o prodígio faz as transmissões ao vivo sempre acompanhado do pai. Em apoio ao suposto ban de RowdyRogan, a comunidade de CoD reagiu. A hashtag #FreeRogan foi usada pelos jogadores para iniciar a campanha em favor do menino, e foi aderida por grandes nomes do cenário de Call of Duty no mundo, como Kris "Swagg".

A Activision não chegou a comentar o caso, mas a comunidade criou a teoria de que ele teria sido banido por ter menos de 13 anos, idade mínima recomendada para jogar Call of Duty: Warzone, segundo as diretrizes da empresa. Na Twitch, onde o jogador faz suas transmissões ao vivo, as restrições de idade são exatamente iguais.

Via Dexerto

Jogos grátis em dezembro: veja lista com games para PlayStation e Xbox

Jogos grátis em dezembro: veja lista com games para PlayStation e Xbox

Mais do TechTudo