Atletas

Por Bruna Telles, para o TechTudo


Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO) tem um grande mercado de skins, e algumas são vendidas por preços superiores a R$ 500 mil. É possível comprar e vender skins pelo Steam Market ou por sites de terceiros, que oferecem uma variedade maior de itens. Alguns jogadores gastam verdadeiras fortunas nas skins, e é importante tomar cuidado com golpes e roubo de contas. Relembre, a seguir, alguns jogadores profissionais que tiveram seus inventários roubados - os prejuízos ultrapassam US$ 20 mil (cerca de R$ 104,6 mill).

Jacky 'Jake' "Stewie2k" Yip

Jacky "Stewie2k" Yip, velho conhecido da torcida brasileira de CS:GO, teve a conta Steam hackeada — Foto: Reprodução/BLAST Pro Series

Quer comprar jogos, consoles e PC's com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Durante o StarLadder 2019 Berlin Major, Stewie2k teve a sua conta Steam hackeada na véspera do jogo contra a Astralis. O jogador da Team Liquid teve o acesso removido a sua conta mesmo tendo o aplicativo de autenticação ativo. Em seu Twitter, Stewie2k comentou que a Valve foi rápida em restabelecer o acesso, mas que perdeu "milhares de dólares" (o valor exato não foi revelado) em skins.

Patrick "es3tag" Jansen

Patrick "es3tag" Hansen passou apenas três meses na Astralis, e foi para Cloud9 numa transferência milionária — Foto: Divulgação/Cloud9

Atualmente parte da nova line up da Cloud9, es3tag viveu um dos piores pesadelos de um player ao perder todas as suas skins em setembro de 2020. Quando ainda jogava pela Astralis, o dinamarquês foi vítima de um scam, forma de hack que rouba os dados do internauta ao acessar acidentalmente um site falso - na época uma cópia muito parecida do site CSMoney. Depois de recuperar o acesso, es3tag reforçou sua conta para evitar futuros contratempos do tipo com ajuda da comunidade do CS. No incidente, entretanto, o jogador perdeu um valor estimado em mais de US$ 3,5 mil (R$ 18,3 mil), incluindo uma skin StatTrak de AK com mais de 260 mil abates registrados.

Paytyn "Junior" Johnson

Paytyn "Junior" Johnson foi a mais recente vítima da perda de skins por hack no cenário de CS:GO — Foto: Reprodução/Instagram

A vítima mais recente de hack no Steam foi Junior, um dos cotados para substituir Henrique "HEN1" Teles na FURIA. O AWper da Triumph teve a conta hackeada em 27 de novembro, mesmo tendo a autenticação em dois fatores ativada. Embora tenha recuperado acesso, o prejuízo já havia sido sofrido: todas as suas skins, avaliadas em US$ 20 mil (R$ 104,6 mill) foram transferidas para outra conta, sem que o Steam Authenticator pedisse permissão para enviar os itens.

Quer saber tudo sobre o universo de celulares, aplicativos, eletrônicos e jogos? Inscreva-se no nosso canal do YouTube

Mais do TechTudo