Video game

Por Carlos Palmeira, para o TechTudo


O PlayStation 5 (PS5) de Captain Crunch, um produtor de conteúdo norte-americano, foi destruído pelo dono do console com o uso de uma trituradora e o experimento foi exibido em vídeo no YouTube, no dia 20 de novembro. Crunch, que é conhecido por produzir imagens de objetos sendo esmagados, recentemente também destruiu um iPhone 12.

Vale citar que, com lançamento em 19 de novembro no Brasil, o videogame da Sony está com baixos estoques em lojas do mundo inteiro, inclusive não há mais unidades disponíveis no mercado brasileiro. Seu preço sugerido é de R$ 4.699, na versão com Blu-Ray, ou R$ 4.199, na edição totalmente digital, sem o driver de discos.

PlayStation 5: console é destruído em vídeo de YouTuber — Foto: Reprodução/YouTube Captain Crunch

Quer comprar jogos, consoles e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

O produtor de conteúdo realiza esmagamentos utilizando até mesmo tratores, e, desde 2019, acumulou cerca de 12 milhões de visualizações em seus conteúdos. Entre os seus alvos, estão também brinquedos, tênis, instrumentos musicais, objetos de plástico e alimentos, como melancias e garrafas de refrigerante.

No vídeo em que triturou o PS5, Captain Crunch utilizou seu triturador industrial. Além do console, que precisou ser destruído em partes por causa do seu tamanho, foram moídos os cabos USB e de força, além dos manuais, o controle DualSense, o suporte do videogame e sua caixa. O resultado foi simplesmente um emaranhado de milhares de pedaços de plástico, metal e papelão.

O controle do PS5, o Dual Sense, também sofreu nas mãos de Captain Crunch — Foto: Reprodução/YouTube Captain Crunch

Recepção negativa

Na descrição do vídeo, Captain Crunch sugere às pessoas “brincar mais fora de casa e menos dentro de seus computadores”. Seu “teste” com o PS5, no entanto, não foi bem recebido por muita gente. Até o começo desta semana, o vídeo já alcançava a marca de mais de 157 mil views, com 13 mil sinalizações negativas e apenas três mil positivas.

Nos comentários, entre brincadeiras com a falta de estoque do console e usuários afirmando estarem tristes com o que haviam visto, alguns haters surgiram para xingar o youtuber. Um brasileiro chegou a comentar, em português, para o produtor de conteúdo fazer “um experimento de colocar seu rim lá dentro [da trituradora]”.

A "brincadeira" de triturar um PlayStation 5 não foi bem recebida por todo mundo — Foto: Reprodução/Carlos Palmeira

Depois de quase três mil comentários, Captain Crunch se justificou: “Paguei US$ 1,5 mil (cerca de R$ 7,6 mil, na conversão direta) por esse PS5 novo de um amigo, que comprou na pré-venda há um ano e meio. Ele perdeu o emprego por causa da Covid-19, ficou com problemas financeiros e disse que eu poderia ganhar dinheiro de volta monetizando esse vídeo no YouTube. Espero que vocês se divirtam e compartilhem o vídeo”. Apesar da explicação, a rejeição ao seu conteúdo segue em ascensão.

Jogos grátis em dezembro: veja lista com games para PlayStation e Xbox

Jogos grátis em dezembro: veja lista com games para PlayStation e Xbox

Mais do TechTudo