Placas

Por Filipe Garrett, para o TechTudo


GeForce RTX 3080 e Radeon RX 6800 XT são duas placas de vídeo premium de Nvidia e AMD que prometem alto desempenho na hora de jogar. Lançadas em 2020, as GPUs trazem as novas arquiteturas Ampère e RDNA2, respectivamente, entregando recursos como Ray Tracing nativo e, no caso da opção da Nvidia, DLSS 2.0. Além disso, as fabricantes falam em capacidade suficiente para rodar jogos em 4K a 60 fps, superando as versões top de linha de gerações anteriores.

Enquanto a primeira aparece a preços de, pelo menos, R$ 7.599 no varejo nacional, a GPU da AMD ainda não aparece com frequência em lojas no Brasil, saindo a, pelo menos, R$ 5.773 em sites de importação – sem considerar frete e possíeis taxas. Compare a seguir a ficha técnica de ambos os modelos e saiba qual placa de vídeo poderosa vale mais a pena para você.

RTX 3080 durante a apresentação da Nvidia; produto concorre diretamente com a RX 6800 XT, da AMD — Foto: Reprodução/Nvidia

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Especificações

Uma das apostas altas da AMD no mercado de placas de vídeo premium, a Radeon RX 6800 XT é uma concorrente direta da RTX 3080 da Nvidia. A GPU é formada por um processador gráfico de 72 unidades computacionais com 4.608 processadores stream. Já o modelo da Nvidia é formada por 8.704 núcleos CUDA de processamento.

Nas velocidades, a Radeon tem clocks de 1.825 MHz para velocidade padrão, 2.015 MHz de clock para jogos (velocidade que a AMD defende ser estável) e pode chegar a 2.250 MHz com o turbo ativado. Do lado da Nvidia, a RTX 3080 típica deve operar em 1.410 MHz de velocidade padrão e 1.710 MHz com turbo acionado. Levando em conta os números da ficha técnica, as velocidades mais altas da Radeon compensam o fato de que a placa da AMD tem menor quantidade de núcleos de processamento.

Radeon RX 6800 XT chega como opção premium mais acessível, rivalizando com a RTX 3080 — Foto: Reprodução/AMD

Com relação à memória, a RX 6800 XT soma 16 GB de GDDR6 que funcionam a 16 Gb/s (gigabits por segundo) e, conectadas ao processador gráfico por uma interface de 256 bits, usam uma banda de 510 GB/s. Já a placa da Nvidia tem 10 GB de GDDR6X que trabalha a 19 Gb/s, teraz interface de 320 bits e uma largura de banda de 760 GB/s.

De todos esses números, os mais importantes são os de largura de banda. O produto da Nvidia troca 760 GB de dados por segundo com o processador gráfico, enquanto a Radeon vai a 510 GB. Entretanto, a arquitetura da AMD é mais eficiente na maneira como trabalha com a memória, de forma que essa diferença acaba sendo mitigada.

Outra característica importante da ficha técnica de ambas é o fato de que as duas oferecem hardware especializado para aceleração de efeitos de Ray Tracing em tempo real. No caso da AMD, são 72 núcleos para RT, enquanto o modelo da Nvidia vem com 68.

Desempenho

RTX 3080 tem pouca vantagem no 4K, mas se destaca no ray tracing e na oferta do DLSS 2.0 — Foto: Divulgação/ Nvidia

A placa da AMD é competitiva em performance e recursos, mas os primeiros comparativos e reviews indicam algumas vantagens para a Nvidia. A RTX 3080 é mais rápida na hora de rodar jogos em 4K e exibe maior performance com Ray Tracing ativado. Além disso, conta com o DLSS 2.0, que usa reconstrução de imagem por inteligência artificial para rodar jogos em alta fidelidade gráfica com menor custo de performance. Essa é uma tecnologia com a qual a AMD ainda não concorre.

As contrapartidas da Radeon também são importantes: a RX 6800 XT é mais barata e também tem mais memória RAM, algo importante para quem pretende jogar em 4K.

O site PC Gamer realizou algumas comparações que mostram a RX 6800 XT chegando bem perto da rival ao rodar games em 4K. Com Metro Exodus, reconhecido pelo excelente uso do Ray Tracing, a placa da AMD rende uma média de 66 fps em 4K com gráficos no Ultra, enquanto a GeForce RTX 3080 vai um pouco além e bate 71 fps nas mesmas condições. A diferença foi praticamente a mesma na comparação usando Horizon: Zero Dawn: 71 fps para a Radeon e 77 fps para a GeForce em gameplay com resolução 4K e gráficos no máximo.

Placa da AMD roda melhor F1 2020 — Foto: Reprodução/Vinícius Mathias

Já no F1 2020 foi a vez da placa da AMD surpreender, atingindo 141 fps de média executando o jogo em 4K com gráficos no Ultra diante de 135 fps da rival da Nvidia. Comparações de outros sites reforçam a tendência de que as duas placas são bem próximas, seja rodando em 4K ou em 1440p. No entanto, a placa da Nvidia ainda tem um pouco mais de margem em virtude da maior performance, melhor desempenho com Ray Tracing e o diferencial importante do DLSS.

Consumo

Segundo a Nvidia, a RTX 3080 tem um TBP (sigla para “energia total da placa”) de 320 Watts, número que reflete a quantidade de energia que o produto precisa para funcionar em regime de alta demanda. Vale lembrar que o nome é diferente do valor de TDP, associado a quanta energia a placa dissipa como calor durante o uso.

Placa da AMD se mostra mais eficiente — Foto: Reprodução/AMD

Para a placa Radeon, a AMD estima que o valor de TBP fica em 300 Watts. Na prática, isso permite afirmar que a GPU tende a ser mais econômica, alé de explicar porque a RX 6800 XT tende a esquentar menos.

As duas marcas também fazem suas recomendações a respeito de suprimento de energia. Para a Nvidia, o ideal é que seu sistema tenha, no mínimo, uma fonte de 750 Watts reais de potência, mesma recomendação feita pela AMD.

Preço e disponibilidade

AMD e Nvidia estão tendo dificuldade de atender a demanda pelas novas placas — Foto: Divulgação/ Nvidia

As novas Radeon entraram em fase de encomendas nas lojas especializadas brasileiras, mas os anúncios andam esgotados. Esse é o mesmo problema de alta demanda e escassez enfrentado pela Nvidia desde o lançamento das GeForce RTX 30, assim como por Sony e Microsoft com a nova geração de consoles.

Versões da Radeon foram colocadas à venda no mercado nacional na faixa de R$ 5.699, mas, sem estoque disponível. Em sites de importação, a GPU da AMD aparece por R$ 5.773, sem considerar frete para o Brasil e possíveis taxas. Já a opção GeForce aparece por aqui a, pelo menos, R$ 7.599, mesmo com estoque baixo.

Versões

Versões da Radeon sem overclock de fábrica são comuns — Foto: Divulgação/AMD

Marcas parceiras das duas fabricantes já colocaram suas versões no mercado. Em termos de Radeon, não há muito o que escolher: até o momento, as versões anunciadas no Brasil, de Asus, Gigabyte e MSI, chegam todas com o mesmo clock padrão da AMD e sem nenhum overclock.

Para a GPU da Nvidia, as margens de manobra são maiores. Modelos de Gigabyte, Asus e EVGA podem trazer overclock de fábrica, enquanto há versões mais comportadas dessas mesmas marcas e fabricantes de menor impacto, como PCYes e Galax.

Custo-benefício

Partindo do princípio de que a oferta se estabilize e comprar qualquer uma das duas seja apenas uma questão de orçamento, as escolhas que se apresentam ao consumidor não são tão nebulosas, por mais que a semelhança entre as placas possa sugerir.

A diferença de preço entre as duas até aqui fortalece bastante a Radeon. Isso torna a placa de vídeo da AMD mais atraente, apesar de ser inferior na performance em 4K se comparada à RTX 3080. Já a opção pela placa da Nvidia é a garantia de performance e qualidade superior usando Ray Tracing, além do uso do DLSS 2.0, diferencial cada vez mais importante na tarefa de extrair mais desempenho da placa de vídeo.

GeForce RTX 3080 vs Radeon RX 6800 XT

Especificações GeForce RTX 3080 Radeon RX 6800 XT
Lançamento Setembro de 2020 Outubro de 2020
Núcleos 8.704 núcleos CUDA 4.608 processadores stream
Velocidade 1.440 a 1.710 MHz 1.825 a 2.250 MHz
Memória RAM 16 GB GDDR6 16 GB GDDR6
Velocidade de memória 19 Gb/s 16 Gb/s
Interface de memória 320 bits 256 bits
Largura de banda 760 GB/s 512 GB/s
TBP 320 Watts 300 Watts
Como descobrir o modelo de sua placa-mãe

Como descobrir o modelo de sua placa-mãe

Como melhorar a conexão com a internet? Tire essa e outras dúvidas no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo