Placas

Por Filipe Garrett, para o TechTudo


GeForce RTX 3070 é uma placa intermediária da nova arquitetura Ampère, da Nvidia. O modelo se posiciona como uma opção interessante para encarar jogos em 1440p com gráficos no ultra, a 60 fps ou mais e com direito a tecnologias como Ray Tracing e DLSS 2.0 – para quem desejar aumentar a resolução sem comprometer a qualidade gráfica.

Encontrada no Brasil por a partir de R$ 4.949 no momento, a RTX 3070 tem performance em games que chega a bater a RTX 2080 Ti, top de linha da geração anterior, segundo benchmarks. A seguir, detalhamos as especificações da placa da Nvidia em detalhes, veja.

RTX 3070 promete mesma performance da RTX 2080 Ti custando menos — Foto: Divulgação/Nvidia

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Ficha técnica da GeForce RTX 3070:

  • Lançamento: setembro de 2020
  • Preço: a partir de R$ 4.949
  • GPU: GA104 com 5.888 núcleos CUDA, 46 núcleos RT e 184 núcleos Tensor
  • Velocidades: 1.500 MHz em clock base, turbo de até 1.725 MHz
  • Memória RAM: 8 GB de GDDR6 a 14 Gb/s
  • Interface de memória: 256 bits
  • Largura de banda: 448 GB/s
  • TBP: 220 Watts, requer fonte de 650 Watts

Especificações

A GeForce RTX 3070 padrão, ou seja, sem modificações dos fabricantes, consiste em um processador gráfico composto de 5.888 núcleos CUDA de processamento e que acessam 8 GB de memória RAM tipo GDDR6. Em termos de velocidade, o chip da RTX 3070 trabalha entre 1.500 e 1.725 MHz, atingindo uma performance geral que a Nvidia define como equivalente à RTX 2080 Ti, placa top de linha da geração anterior.

Os bancos de memória RAM da placa se comunicam com o processador gráfico por meio de uma interface de 256 bits, sendo capaz de trocar 448 GB/s de dados entre RAM e GPU. Para colocar as coisas em perspectiva, essa é a mesma largura de banda entre memória e GPU do PlayStation 5 (PS5), novo console da Sony.

O hardware da Nvidia também possui 46 núcleos RT, unidades dedicadas aos cálculos de intersecção usados em efeitos de Ray Tracing, além de 184 núcleos Tensor, voltados para tarefas de inteligência artificial, e que são essenciais no uso do DLSS 2.0.

Performance

Testes mostram a RTX 3070 igualando ou até superando a performance da RTX 2080 Ti em 1440p — Foto: Divulgação/2K

Anteriormente já adiantamos que a placa da Nvidia tem uma performance que se compara à atingida pela RTX 2080 Ti. Em linhas gerais, isso classifica a RTX 3070 como uma placa suficiente para jogar em 4K, sobretudo com o uso do DLSS, embora seu perfil se mostre mais adequado a 1440p com gráficos no ultra e taxas de fps acima de 60 Hz.

Essa noção da RXT 3070 como uma placa forte para 1440p é sublinhada por diferentes reviews e benchmarks. O site Tom’s Hardware fez comparações que mostram a placa batendo a 2080 Ti em Borderlands 3, a 1440p e no ultra: a placa fez uma média de 86,6 fps diante de 84,6 da Ti. Outro título comparado foi Metro Exodus, relevante pelo uso de Ray Tracing. Na mesma resolução e gráficos no ultra, a placa foi a 78,7 fps de média, algo pouco abaixo dos 82,3 fps registrados na 2080 Ti.

De resto, outros benchmarks de sites e canais especializados, como Digital Foundry e TechPowerUp, também reforçam a proximidade em performance entre RTX 3070 e RTX 2080 Ti.

Consumo

RTX 3070 precisa de fonte de 650 Watts — Foto: Divulgação/Nvidia

A placa gráfica da Nvidia precisa de 220 Watts de energia para trabalhar a plena capacidade em situação de alta demanda – considerando a versão de referência, e não as placas customizadas de fabricantes parceiros. Esse valor não pode ser lido como métrica de consumo pura e simplesmente, já que o consumo elétrico pago na conta de luz considera a passagem de tempo e, no decorrer do uso, é improvável que a RTX 3070 vá operar a 220 Watts 100% do tempo.

A Nvidia também recomenda fontes de alimentação de, no mínimo, 650 Watts para dar conta da placa com margem de segurança e capacidade de suprir o restante do seu sistema com energia suficiente.

Tipos de uso

RTX 3070 é uma placa gamer também com aplicações profissionais — Foto: Divulgação/Nvidia

A placa da Nvidia é um acessório principalmente voltado para o público gamer e se destaca por ter uma relação de performance e custo que promete ser atrativa para quem deseja montar um PC com hardware atual e ter acesso a novas tecnologias.

Embora a pegada gamer seja a principal do produto, há outros usos relevantes para as placas GeForce RTX da Nvidia: editores e profissionais do audiovisual podem se beneficiar da aceleração de hardware para otimizar fluxos de trabalho, assim como desenvolvedores, modeladores 3D, entre outras áreas.

Preço e concorrentes

Versão da Gigabyte da RTX 3070 é a opção mais em conta no mercado nacional no momento — Foto: Divulgação/Gigabyte

A rigor, se desconsideradas outras placas da Nvidia como a RTX 2080 Ti, a grande rival da RTX 3070 é a Radeon RX 6800 da AMD, também recém lançada no mercado. O problema das duas é a escassez no mercado, algo que atinge não só as GPUs recém-lançadas, mas também os consoles de nova geração.

Até o fechamento do texto, foi possível encontrar a RTX 3070 Gaming OC, versão da Gigabyte, disponível no mercado nacional por a partir de R$ 4.949. Opções mais em conta podem voltar ao estoque no país a qualquer momento, assim como variantes de outras marcas.

Ao longo do texto, usamos a RTX 2080 Ti como comparação de performance e vale também olhar para os preços: a placa está à venda no Brasil por preços que ficam na faixa dos R$ 5.999 para a versão da EVGA. Isso significa que a RTX 3070 não só é mais rápida em uma série de cenários, como também mais barata.

Já a Radeon RX 6800, placa da AMD que rivaliza diretamente com a RTX 3070, não aparece ainda no Brasil. A versão XT, mais poderosa e cara, é encontrada no país a preços na faixa dos R$ 7.400 no momento.

Como descobrir o modelo de sua placa-mãe

Como descobrir o modelo de sua placa-mãe

Qual placa de vídeo devo escolher? Saiba no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo