Celulares

Por Filipe Garrett, para o TechTudo


Celulares bons e baratos – por menos de R$ 1.000 – são a preferência de 30% dos brasileiros, segundo uma pesquisa do Google. Esta faixa de preço pode ser interessante para usuários que buscam economia. Samsung, LG, Motorola, Philco e Asus estão entre as empresas que vendem telefones nesta categoria, em que recursos e tecnologias mais avançadas acabam sacrificados para atingir valores mais baixos.

Pensando nisso, o TechTudo separou uma lista de aparelhos por preços que variam entre R$ 695 e R$ 899. Confira a seguir seis aparelhos com ficha técnica básica.

1. Samsung Galaxy A01 – a partir de R$ 695

Galaxy A01 tem especificações simples: apenas 2 GB de RAM — Foto: Helito Beggiora/TechTudo

O Galaxy A01 foi lançado pela Samsung no Brasil em 2020 como uma nova alternativa entre os celulares de entrada. O smartphone tem tela de 5,7 polegadas com resolução HD+ (1520 x 720 pixels), processador Snapdragon 439 (octa-core de 1,95 GHz), memória RAM de 2 GB e espaço para dados de 32 GB com direito a cartão microSD de até 512 GB.

O processador de 2018, seguido de memória de baixa quantidade e pouco espaço de RAM, indicam o A01 para usuários menos exigentes e que não pretendem jogar, rodar apps pesados ou sobrecarregar a memória interna de arquivos e aplicativos.

O Galaxy A01 vem com câmera dupla de 13 e 2 MP, frontal de 5 MP, e uma bateria de 3.000 mAh. Ele foi anunciado por R$ 1.099, mas já é visto por R$ 695, queda de R$ 405.

2. Motorola Moto E6 Play – a partir de R$ 741

O Moto E6 Play é o celular de entrada da linha Moto E6 da Motorola e chegou ao mercado brasileiro em 2019. Assim como outros modelos da lista, os sacrifícios nas especificações são perceptíveis e se manifestam na memória RAM de apenas 2 GB, o que pode limitar a quantidade de apps abertos em segundo plano, e no armazenamento que, embora expansível via microSD, tem 32 GB de espaço para dados.

Mas o maior fator de contenção é o processador: o MediaTek MT6739, que tem apenas quatro núcleos de 1,5 GHz e pode se mostrar limitado para tarefas mais exigentes.

Moto E6 Play tem processador quad-core — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

O Moto E6 Play tem bateria de 3.000 mAh, tela IPS de 5,5 polegadas HD+ (1440 x 720 pixels) e vem com câmera simples de 13 MP na traseira e frontal de 5 MP. Ele foi lançado por R$ 699, mas aumentou de preço e atualmente pode ser encontrado por cerca de R$ 741.

3. LG K41S – a partir de R$ 837

O modelo de entrada da LG chegou ao Brasil em 2020 por R$ 1.299. Embora também dispute espaço com aparelhos mais em conta, o smartphone sul-coreano vem com sistema de câmera quádrupla com sensores de 13, 5, 2 e 2 MP. Ele traz o processador MediaTek de oito núcleos (2 GHz de velocidade) e 3 GB de RAM. O LG K41S roda ainda com Android 9 (Pie) e apresentou alguma lentidão nos nossos primeiros testes.

O aparelho da LG vem com 32 GB de capacidade para arquivos com entrada para microSD, câmera frontal de 8 MP e tela HD+ de 6,5 polegadas.

LG K41S tem preço sugerido de R$ 1.299; lançamento ocorre em junho de 2020 — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

O K41S apresenta leitor de impressões digitais e oferece uma bateria de 4.000 mAh de capacidade bruta. É possível encontrar o LG de entrada atualmente partindo de R$ 799 no varejo online.

4. Samsung Galaxy A10S – a partir de R$ 855

O Galaxy A10S foi lançado no mercado nacional em 2019 por R$ 1.099. Ele é um celular básico da Samsung que pode ser suficiente para usuários atrás de preços mais baixos e dispostos em abrir mão de recursos mais avançados.

Entre as limitações mais evidentes, o Galaxy A10S disponibiliza apenas 2 GB de memória RAM, algo que pode limitar a performance do telefone em apps e jogos mais pesados, e 32 GB de espaço para dados, margem pequena para dar conta de apps e arquivos, mas que pode ser expandida por microSD.

Galaxy A10S tem câmera dupla e leitor de digitais — Foto: Divulgação/Samsung

Os demais aspectos de ficha técnica reforçam o perfil de baixo custo do telefone, como processador Helio P22 da MediaTek (octa-core de 2 GHz) e tela LCD IPS de 6,2 polegadas com resolução HD+ (1520 x 720 pixels).

O Galaxy tem impressão digital na traseira, bateria de 4.000 mAh e vem com câmera dupla formada por sensores de 13 MP e sensor de profundidade de 2 MP. O Galaxy A10S é visto por cifras que partem de R$ 855 no comércio eletrônico.

5. Asus Zenfone Max Shot – a partir de R$ 897

O Zenfone Max Shot é um aparelho de 2019 da Asus disponível em configurações de 3 GB de RAM e 32 GB de armazenamento, ou com 4 GB e 64 GB, respectivamente. Ele apresenta o processador Qualcomm SiP 1, um tipo de placa integrada com processador e outros 400 componentes eletrônicos, desenvolvida diretamente pela Qualcomm e que, no caso do Max Shot, se traduz em uma CPU octa-core de 1,8 GHz.

O telefone da Asus tem tela de 6,2 polegadas com tecnologia IPS e se sobressai pela oferta de uma tela com resolução Full HD+ (2246 x 1080 pixels), além de sistema de câmera tripla com 12, 8 e 5 MP e câmera de selfies de 8 MP.

Zenfone Max Shot tem câmera tripla na traseira e tecnologia de placa integrada da Qualcomm — Foto: Aline Batista/TechTudo

O Zenfone Max Shot tem leitor de digitais e vem com bateria de 4.000 mAh. Ele pode ser adquirido por R$ 897.

6. Philco Hit Max – a partir de R$ 899

O Philco Hit Max é celular da Philco de entrada, mas que desponta diante dos rivais com algumas vantagens importantes. Ele vem com a oferta de 128 GB de espaço para dados com direito a microSD. A ficha técnica ainda inclui tela de 6 polegadas com resolução HD (1520 x 720 pixels) e câmera dupla de 12 MP. Já o sensor de selfies tem 8 MP e é habilitada para reconhecimento facial 2D.

Outro fator importante do aparelho é a memória RAM de 4 GB que trabalha com um processador UNISOC SC9863, octa-core que vai a 1,8 GHz de velocidade.

Hit Max combina 4 GB de RAM e 128 GB de armazenamento — Foto: Divulgação/Philco

O modelo da Philco tem bateria de 4.000 mAh, leitor de digitais e vem com case de proteção na caixa. No momento, o Hit Max é encontrado partindo de R$ 899 no mercado brasileiro.

TechTudo completa 10 anos: veja o que mudou no mundo da tecnologia e jogos

TechTudo completa 10 anos: veja o que mudou no mundo da tecnologia e jogos

Nota de transparência: Amazon e TechTudo mantêm uma parceria comercial. Ao clicar no link da loja, o TechTudo pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação.

Mais do TechTudo