Campeonatos

Por Victor de Abreu, para o TechTudo


A Team Liquid venceu a Evil Geniuses e avançou na BLAST Premier: Global Final 2020, torneio de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO). A série melhor de três partidas (MD3) ocorreu na tarde desta sexta-feira (22) e foi válida pela segunda rodada da Lower Bracket. A equipe de Gabriel "FalleN" Toledo enfrentou dificuldades no começo do primeiro mapa, mas logo conseguiu se adaptar ao estilo de jogo da EG e assumir o controle da série. No final, vitória por 2-0, parciais de 16-12, na Inferno, e 16-8, na Dust2.

O próximo compromisso da Team Liquid será no sábado (23), às 15h30 no horário oficial de Brasília. O confronto será contra o vencedor do duelo entre G2 Esports e Natus Vincere, que acontece ainda nesta sexta-feira (22). A transmissão do torneio está sendo realizada nos canais oficiais da BLAST nas plataformas Twitch TV e YouTube.

Team Liquid venceu a EG e está na próxima fase da BLAST Premier Global Final 2020 — Foto: Divulgação/Team Liquid

Quer comprar jogos, consoles e PC's com desconto? Conheça o Compare TechTudo

A Team Liquid enfrentou dificuldades no primeiros rounds da Inferno. Contando com boa atuação de Vincent "Brehze" Cayonte, a Evil Geniuses mostrou um excelente lado TR e quase não deu espaços para seus adversários reagirem. Apenas quando chegou no 9-3 no placar, a EG acabou cedendo à pressão e viu a Liquid se recuperar e diminuir a vantagem para a segunda metade. Destaque para Gabriel "FalleN" Toledo, que conquistou um 5k no último round dessa metade para levar o jogo ao 9-6 na virada de lados.

Como TR, a Liquid conseguiu levar o segundo round pistol e aproveitar dessa vantagem para se aproximar da EG no placar. No primeiro round armado, a EG levou a melhor, acabou caindo no round seguinte, mas voltou a vencer para chegar ao seu 12° round. A partir deste momento, só deu Team Liquid. Com Michael "Grim" Wince liderando no número de abates, a Liquid emplacou impressionantes seis rounds seguidos, virando o jogo e vencendo a Inferno por 16-12 para abrir 1-0 na série.

Na Dust2, a EG, como TR, venceu o primeiro pistol, mas foi surpreendida no round seguinte pela eagle de Keith "NAF" Markovic, que fez um 5k para conseguir rapidamente o empate. Apesar de a EG vencer três rounds em sequência após essa derrota, a Liquid começou a mostrar um forte CT na Dust2 e passou a dominar o confronto, chegando a vencer sete rounds em sequência. A EG se recuperou na reta final da primeira metade e diminuiu o prejuízo para 10-5.

O segundo round pistol foi para a EG, mas, em um round forçado, a Liquid encontrou sua vitória para quebrar a economia de seus adversários e emplacar mais dois rounds em sequência. Tarik "tarik" Celik ainda teve papel importante no lado da EG, buscando abates importantes e quebrando o momento da Liquid, mas não foi o suficiente. Apesar das derrotas no começo, a Liquid foi superior na segunda metade como TR e fechou a Dust2 em 16-8 e venceu a série.

FalleN teve outra ótima atuação na vitória da Liquid sobre a EG — Foto: Reprodução/Team Liquid

A BLAST Premier: Global Final 2020 é a primeira competição oficial de CS:GO em 2021. Ela acontece de forma online na Europa e conta com a presença de oito equipes vindas de classificatórias regionais. A FURIA Esports era a única equipe com line up totalmente brasileira, mas foi eliminada mais cedo, na quinta-feira (21), pela mesma Evil Geniuses. A premiação total da competição é de US$ 1 milhão (cerca de R$ 5,3 milhões), que será distribuída entre todas as equipes participantes.

Com informações de HLTV

Mais do TechTudo