Privacidade

Por Clara Fabro, para o TechTudo


O Facebook planeja processar a Apple alegando que a companhia da maçã tem mostrado um "comportamento anticompetitivo" frente às suas novas políticas de privacidade, exigidas com a atualização do iOS 14. As informações são de relatório publicado pelo site americano The Information nesta quinta-feira (28), e afirma que a companhia comandada por Mark Zuckerberg argumenta que as novas regras da Apple "dificulta" a competição entre as empresas.

Apple e Facebook: função de privacidade da maçã é criticada pelo Facebook, que planeja processo — Foto: TechTudo/Luciana Maline

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

O atrito entre as duas companhias parece estar longe de terminar. No ano passado, o Facebook direcionou diversas criticas à Apple, assim como o WhatsApp, que desaprovou publicamente a função "Rótulos" da App Store, disponibilizada com a atualização do iOS 14.3. O sumário, uma espécie de "informação nutricional" dos aplicativos, divide todas as permissões requeridas pelos apps em categorias que descrevem como esses dados podem ser utilizados para rastrear o usuário.

No entanto, segundo o The Information, o processo contra a Apple deve se embasar principalmente na função App Tracking Transparency — anunciada recentemente para a atualização do iOS 14.5 — e no iMessage. De acordo com o Facebook, o novo recurso de privacidade da maçã se mostra vantajoso para a Apple porque a empresa supostamente não precisaria seguir suas próprias regras e, também, porque a Apple não permite modificar o app-padrão de mensagens do iPhone e iPad, o que diminuiria a competitividade.

Entretanto, como lembra o site MacRumors, os aplicativos pré-instalados de fábrica da Apple não rastreiam usuários e nem compartilham informações com companhias de terceiros com o propósito de exibir anúncios, o que pode fazer com a alegação do Facebook perca força se o processo chegar ao tribunal.

O recurso de privacidade App Tracking Transparency ("transparência de rastreamento de apps", em tradução livre) exige que todos os aplicativos na App Store — incluindo os apps pré-instalados de fábrica nos iPhones e iPads — peçam permissão para rastrear atividades de usuários para fins publicitários. Divulgado em dezembro do ano passado, o recurso foi altamente criticado pelo Facebook, que chegou a disparar anúncios de página inteira em jornais de grande alcance nos Estados Unidos, criticando abertamente as decisões da Apple.

O App Tracking Transparency deve ser lançado em meados de março deste ano, e os aplicativos que não seguirem as novas regras exigidas pela loja da Apple podem ser banidos da App Store.

Como remover marcação de comentário no Facebook? Tire dúvidas no Fórum do TechTudo.

Como usar o picture-in-picture (PiP) no iPhone com iOS 14

Como usar o picture-in-picture (PiP) no iPhone com iOS 14

Mais do TechTudo