Celulares

Por Isabele Scavassa, para o TechTudo


A LG revelou um celular com tela enrolável nesta semana, durante a feira de tecnologia CES 2021. O smartphone batizado de LG Rollable tem um display capaz de aumentar o tamanho do aparelho ao expandir para o lado.

A gigante sul-coreana ainda não divulgou a ficha técnica do telefone, mas rumores apontam que o dispositivo deve vir com painel de 6,8 polegadas que expande a até 7,4 polegadas. A expectativa é de que ele comece a ser vendido ainda este ano por US$ 2.360, o equivalente a R$ 12.800 no câmbio de hoje.

Celular com tela enrolável da LG deve chegar ao mercado ainda em 2021 — Foto: Divulgação/LG

Nas imagens divulgadas pela companhia é possível acompanhar como a tela fará a expansão. A tecnologia é semelhante ao mecanismo visto na LG Signature OLED R, smart TV que também traz display enrolável. No entanto, não foi possível detectar uma câmera frontal. Rumores apontam que isto não deve ser levado como definitivo, já que o projeto final poderá incluir um sensor para selfies na parte da frente do celular.

De acordo com especulações, a resolução esperada de quando a tela está fechada é de 1080 x 2428 pixels, enquanto o painel aberto deve apresentar 1600 x 2428 pixels.

LG divulgou imagens do celular com tela enrolável da empresa — Foto: Divulgação/LG

Espera-se que o LG Rollable venha com o processador Snapdragon 888, o mais avançado da Qualcomm atualmente, além de uma memória RAM de 16 GB. Não há informações sobre o armazenamento, mas espera-se que a bateria tenha capacidade de 4.200 mAh.

Fabricantes como a TCL e a Oppo têm investido em celulares com telas que expandem. A TCL também mostrou um aparelho desenvolvido pela fabricante que pode aumentar o display de 6,7 para 7,8 polegadas.

Com informações de TechRadar, The Verge e CNET

TechTudo completa 10 anos: veja o que mudou no mundo da tecnologia e jogos

TechTudo completa 10 anos: veja o que mudou no mundo da tecnologia e jogos

Nota de transparência: Amazon e TechTudo mantêm uma parceria comercial. Ao clicar no link da loja, o TechTudo pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação.

Mais do TechTudo