Telefonia

Por Larissa Infante, para o TechTudo


As conexões cerca de 20 vezes mais rápidas na internet 5G devem ser um atrativo a mais para consumidores em busca de um novo celular. Tanto que o recurso deve ajudar a vender mais smartphones em 2021, de acordo com previsão divulgada pela empresa de pesquisa de mercado Gartner. A alta deve ser de 11,4% frente a 2020.

Segundo a empresa, um em cada três aparelhos vendidos neste ano deverão ter suporte para conexão de quinta geração. Este diferencial pode ajudar o mercado de celulares a voltar para o nível pré-pandemia.

Smartphones 5G devem aumentar em 11,4% as vendas de celulares em 2021 — Foto: Reprodução/Apple

A incerteza econômica, os bloqueios e as medidas de distanciamento social impostas em todo o mundo afetaram a demanda e as cadeias de suprimentos de celulares, causando queda nas vendas. Enquanto em 2019 foram vendidos 1,54 bilhão de smartphones, esse número caiu para 1,378 bilhão em 2020.

Recentemente, analistas apontaram que o mercado de smartphones voltou a crescer no quarto trimestre de 2020. De acordo com a Counterpoint, houve uma recuperação de 8% nas vendas de telefones durante o período.

Com maior disponibilização de smartphones 5G, a Gartner prevê que haverá um aumento ainda maior nos próximos 12 meses, passando para 1,535 bilhão de aparelhos vendidos. Esse número representa uma alta de 11,4% em relação ao ano passado.

Um terço dos celulares vendidos em 2021 deverão ser 5G — Foto: Reprodução/Techspot

Ainda segundo a Gartner, os telefones 5G deverão ser responsáveis por um terço de todos os smartphones vendidos em 2021. Esse número deve mais do que dobrar, passando de 213,3 milhões de unidades comercializadas em 2020 para 539 milhões esse ano.

“A combinação da troca tardia de smartphones e a disponibilidade de smartphones 5G mais baratos estão prestes a aumentar as vendas de telefones em 2021”, afirmou Anshul Gupta, diretor sênior de pesquisas da Gartner. Para Gupta, apesar dos consumidores terem reduzido os gastos com celulares no ano passado, a vantagem do 5G e do surgimentos de novos produtos podem elevar as vendas.

Espera-se que os maiores crescimentos em vendas de aparelhos 5G aconteçam na Europa Ocidental, Ásia-Pacífico e América Latina. Isso porque o surgimento de aparelhos 5G mais baratos devem estimular a busca de uma experiência aprimorada de navegação. Na China por exemplo, a participação de telefones 5G deve chegar a 59,5% em 2021.

Cinco coisas que você precisa saber sobre o iPhone 12

Cinco coisas que você precisa saber sobre o iPhone 12

A Motorola já oferece essa tecnologia no Brasil com os recém-lançados Motorola Edge, Motorola Edge Plus, Moto G 5G e Moto G 5G Plus. A Xiaomi também tem alguns modelos, como o Mi 10T e Mi 10T Pro, que foram apresentados recentemente no país. Já a Asus tem o ROG Phone 3. A Huawei até trabalha com modelos 5G, mas os aparelhos ainda não chegaram no Brasil.

A Samsung já usava a tecnologia em alguns aparelhos, como no dobrável Galaxy Z Fold 2 e na linha Galaxy Note 20. No final do ano passado, a fabricante lançou outra família compatível com a tecnologia, a do Galaxy S21. Da mesma forma, a Apple apresentou em 2020 a nova linha do iPhone 12, que vem toda adaptada para suportar a tecnologia.

Contudo, é importante lembrar que o leilão do 5G no Brasil deve ser realizado pela Anatel somente no segundo semestre de 2021. Isso significa que os brasileiros ainda terão que esperar para ter acesso a esta inovação.

Com informações do TechRadar

TechTudo completa 10 anos: veja o que mudou no mundo da tecnologia e jogos

TechTudo completa 10 anos: veja o que mudou no mundo da tecnologia e jogos

Mais do TechTudo