Celulares

Por Larissa Infante, para o TechTudo


Com o passar do tempo, é comum que os celulares comecem a ficar mais lentos e até mesmo que travem. Isso pode acontecer por diversos motivos, como falta de espaço de armazenamento, versão desatualizada do sistema ou excesso de apps. Nas linhas a seguir, conheça dicas que podem ser eficazes para deixar o smartphone mais rápido, como limpar cache, fazer backup de fotos e até mesmo resetá-lo. As orientações valem para Android e iPhone (iOS).

Confira dicas para deixar celular mais rápido — Foto: Paulo Alves/TechTudo

1. Faça backup das fotos para liberar espaço

Celulares Android contam com Google Fotos instalado de fábrica. O aplicativo armazena as fotos do usuário na nuvem e permite apagar as que estão guardadas no aparelho, liberando espaço na memória. A função permite armazenar fotos em qualidade original ou em alta qualidade, sendo que esta última opção guarda fotos em 16 MP e vídeos em Full HD (1080p).

A conta no Google tem, por padrão, 15 GB para usar de forma compartilhada com o Gmail e outros serviços. A empresa anunciou recentemente quem a partir de junho de 2021, o Google Fotos não será mais ilimitado para fotos em alta definição. Ainda assim, armazenar fotos na nuvem pode ser uma boa opção para desocupar a memória do aparelho.

Google Fotos é opção para liberar armazenamento do celular — Foto: Rodrigo Fernandes/TechTudo

Para ativar a função, basta abrir o aplicativo do Google Fotos e clicar na foto do usuário, no canto superior direito. Em seguida, selecione “Ativar backup” e escolha a opção em alta qualidade ou original. Ao voltar para a tela inicial, é possível selecionar “Liberar espaço”. Todas as fotos do celular salvas na nuvem serão apagadas automaticamente do aparelho, liberando espaço.

Para liberar espaço no Android, faça o backup de arquivos no Google Fotos — Foto: Reprodução/Larissa Infante

No iOS, sistema do iPhone, é possível fazer o backup automático de aplicativos selecionados no iCloud. Para isso, vá em “Ajustes”, “iCloud” e selecione “Gerenciar armazenamento”. Em seguida, clique em “Backups” e toque no nome do smartphone. Nessa aba, será possível ativar ou desativar os dados dos aplicativos que serão incluídos no backup. A Apple oferece franquia grátis de somente 5 GB para dados.

No iPhone, vá em Gerenciar Armazenamento, Backups e selecione o aparelho que deseja fazer o backup — Foto: Reprodução/Larissa Infante

2. Verifique apps que mais consomem memória RAM

Especialmente nos aparelhos mais básicos, os aplicativos têm um impacto significativo no desempenho do sistema. Mesmo que não estejam sendo utilizados pelo usuário, alguns apps instalados podem ficar em execução no plano secundário, como no caso das redes sociais.

Além de consumir bateria e dados, eles exigem um processamento maior da memória RAM. Por isso é importante identificar quais aplicativos mais consomem memória e avaliar se são realmente necessários.

No mundo Android é preciso habilitar o modo de desenvolvedor para ver quais aplicativos estão consumindo mais memória. A partir dessa definição, o usuário pode definir quais apps são menos importantes e quais podem ser desinstalados. Para isso, vá em “Configurações” → “Sobre o Telefone” e dê sete cliques em “Número da versão” para liberar a função especial.

Para ver os aplicativos que mais consomem memória, é preciso se tornar um desenvolvedor antes — Foto: Reprodução/Larissa Infante

Em seguida, vá em “Sistema e atualizações” → “Opções do desenvolvedor” → “Memória”.

Após se tornar um desenvolvedor, vá em opções do desenvolvedor e memória — Foto: Reprodução/Larissa Infante

Dentro dessa opção, toque em “Memória usada por aplicativos” para ver quanto de memória cada app consumiu nas últimas horas. Com base nesse dado é possível escolher quais programas serão desinstalados ou modificados para consumir menos memória.

É possível ver a memória consumida por cada aplicativo no Android — Foto: Reprodução/Larissa Infante

No iOS, vá em “Ajustes” → “Geral” → “Armazenamento do iPhone”. Nessa aba é possível ver o consumo de memória de todos os aplicativos. Ao escolher um aplicativo, dá para desinstalar ou apagar o app. A primeira opção libera espaço no celular e salva os dados do usuário caso ele instale o app novamente. Na segunda opção, todos os dados do aplicativo são apagados.

No iOS, é possível ver o consumo de cada app na aba Armazenamento do iPhone — Foto: Reprodução/Larissa Infante

Outra dica é usar a versão Lite dos aplicativos, como o Facebook Lite e o Messenger Lite. São versões mais leves para o telefone processar.

3. Desative dados em segundo plano

Os dados em primeiro plano são aqueles que ficam abertos ou minimizados. Contudo, há alguns aplicativos que o usuário raramente vê e que possibilitam algumas funções do sistema. São os chamados dados em segundo plano.

Conforme o sistema é atualizado, os celulares ganham mais funções e, em troca disso, passam a exigem mais do hardware. Fechar alguns desses aplicativos ajuda a liberar a memória RAM, fornecendo mais espaço para o celular trabalhar rapidamente.

Desative os dados em segundo plano para liberar memória RAM — Foto: Ana Marques/TechTudo

Portanto, desativar alguns dos aplicativos menos importantes ou usados, que são executados em segundo plano, pode dar mais agilidade para outros apps, além de economizar bateria.

No Android, após se tornar um desenvolvedor do sistema, basta acessar “Configurações” → “Sistema e atualizações” → “Opção do desenvolvedor” e procurar pela opção “Limite de processos em segundo plano”. Essa aba permite escolher entre o limite padrão, o bloqueio de todas as atividades em segundo plano ou a restrição de até quatro processos.

Limite os dados em segundo plano para liberar espaço na memória do celular — Foto: Reprodução/Larissa Infante

No iOS, basta acessar “Ajustes” → “Geral” e procurar por “Atualização em segundo plano”. Essa opção permite desativar totalmente os aplicativos em segundo plano ou escolher se eles somente funcionarão pelo Wi-Fi. É possível ainda desativar o funcionamento de alguns aplicativos específicos quando eles estiverem em segundo plano.

No iOS, vá em Geral, Atualização em 2º plano e escolha os apps que deseja restringir o funcionamento — Foto: Reprodução/Larissa Infante

4. Limpe os dados em cache

O cache é o local onde os arquivos temporários do smartphone ficam armazenados, como imagens e scripts de sites, entre outras informações. O celular arquiva esses dados para que o usuário tenha acesso mais rápido a eles quando visitá-los novamente, agilizando a execução de programas.

Contudo, o acúmulo de dados aumenta o espaço destinado ao cache e faz com que o sistema do celular fique mais lento, limitando o espaço de armazenamento que poderia ser usado por outros arquivos.

Nas versões mais modernas dos sistemas operacionais, o cache é bem gerenciado e não precisa ser limpo todos os dias. Mas se o celular estiver travando constantemente ou com falta de espaço, limpar o cache pode ser uma boa alternativa.

O Android possibilita limpar o cache de todos os aplicativos de uma só vez. Para isso, basta ir em “Configurações” → “Armazenamento” → “Limpar”. Ao selecionar essa opção, todos os dados em cache serão apagados do celular.

Em alguns dispositivos, a função pode estar na aba “Meu Dispositivo” → “Armazenamento” → “Dados em cache”.

No Android, vá em armazenamento e clique em limpar para apagar os dados do cache — Foto: Reprodução/Larissa Infante

Para apagar apenas o cache de alguns aplicativos em específico, é só ir “Configurações” → “Aplicativos” → selecionar o aplicativo que deseja modificar → tocar em “Armazenamento” → “Limpar Cache”. Essa é uma boa opção para otimizar um aplicativo que esteja lento ou travando muito.

É possível limpar o cache apenas de alguns aplicativos selecionados no Android — Foto: Reprodução/Larissa Infante

O iOS não permite que os dados do cache sejam apagados manualmente. O próprio sistema já faz uma limpeza periódica automaticamente. Contudo, é possível limpar o cache do Safari e apagar informações como histórico de acessos, cookies e dados dos sites visitados.

No iOS, basta ir em Safari e limpar o histórico e dados dos sites — Foto: Reprodução/Larissa Infante

Para isso, basta acessar “Ajustes” → localizar o navegador Safari → escolher “Limpar Histórico e Dados dos Sites” → confirmar a ação em “Limpar Tudo”. Essa ação irá desconectar o usuário dos sites em que estiver logado e eliminará o histórico dos dispositivos autenticado com aquela conta no iCloud.

Como limpar caches do iPhone e apagar dados de apps para liberar memória

Como limpar caches do iPhone e apagar dados de apps para liberar memória

5. Verifique se há atualizações disponíveis

Um dos principais benefícios de atualizar constantemente o sistema do smartphone é aumentar a performance do aparelho. Esse processo ajuda a diminuir o tempo de execução das tarefas, o que exige menos esforço do processador.

A atualização do sistema pode ainda introduzir novas ferramentas para facilitar a vida do usuário, além de corrigir falhas que podem atrapalhar o funcionamento dos aplicativos. Além disso, o processo ajuda a tornar o aparelho mais seguro e com menos brechas e bugs no código do sistema.

Para verificar se o Android tem atualizações disponíveis basta ir em “Configurações” → “Sistemas e atualizações” → “Atualização do software”. Qualquer atualização disponível estará indicada nessa aba.

No Android, vá em atualizações do sistema e verifique se há atualizações disponíveis — Foto: Reprodução/Larissa Infante

É possível também verificar se há atualizações de segurança ou para o sistema do Google Play. Para isso, vá em “Configurações” → “Segurança” → “Atualização de segurança”.

É possível também atualizar o Google Play e o sistema de segurança do aparelho — Foto: Reprodução/Larissa Infante

No iOS, basta ir em “Ajustes” → “Geral” → “Atualização de Software”. Caso haja alguma atualização disponível, clique em “Baixar e instalar”. O processo será iniciado automaticamente.

No iOS, vá em Geral, Atualização do Software e Baixar e Instalar — Foto: Reprodução/Larissa Infante

6. Economize bateria

O gasto excessivo de bateria pode deixar o celular mais lento. Por isso é importante otimizar o nível de energia do aparelho. Uma dica é fechar todos os aplicativos que não estejam sendo usados e reduzir o brilho da tela.

Desligar Bluetooth e conexão 4G quando não estiverem em uso pode ajudar a otimizar a bateria e a memória do aparelho. Limitar o tempo de espera da tela evita que o display fique ligado quando não estiver em operação.

Os aparelhos também têm uma função de economia de energia, que pode ser usada quando o nível de bateria estiver baixo. Isso ajuda a reduzir o processamento do celular. No Android, vá em “Configurações” → “Bateria” deslize o botão da opção “Modo Economia de Energia”.

Ativar o Modo Economia de Energia reduz o processamento de memória do aparelho — Foto: Reprodução/Larissa Infante

Já no iOS, vá em “Ajustes” → “Bateria” → ative a função “Modo Pouca Energia”. Essa opção irá impedir a atualização de funções em segundo plano, impedir transferências automáticas, limitar efeitos visuais, bloquear automaticamente a tela após 30 segundos de ociosidade e pausar o backup de fotos do iCloud.

No iOS, vá em bateria e ative o Modo Pouca Energia — Foto: Reprodução/Larissa Infante

7. Instale um antivírus

Outra grande razão para a lentidão dos celulares é a presença de malwares. Pode ser que ao instalar um aplicativo ou abrir um email, o usuário clique em um link infectado com algum invasor indesejado. Isso pode travar o celular, aumentar o uso de dados , esgotar a bateria rapidamente ou superaquecer o aparelho.

Por isso, é importante instalar um antivírus que proteja o celular e o mantenha livre de vírus e malwares. Isso ajuda o celular a se manter mais rápido e deixa os dados do usuário mais seguros.

Instale um antivírus para manter o celular seguro e funcionando corretamente — Foto: Rubens Achilles/TechTudo

8. Otimize o funcionamento da tela do celular

A forma como a tela inicial é organizada também pode interferir no consumo de bateria e na capacidade de memória. Os widgets por exemplo, que são os ícones dos aplicativos na tela inicial, podem deixar o aparelho mais lento quando usados em excesso. Isso porque toda vez que o usuário acessa a tela inicial, o smartphone precisa carregar uma quantidade enorme de dados e aplicativos. Remodelar a tela com menos ícones pode ajudar a torná-lo mais veloz.

Outro ponto que precisa de atenção é o papel de parede. Os que se movem ou que são em 3D exigem mais memória para serem executados e podem acabar deixando o celular mais lento para executar tarefas. Nem todos os aparelhos são capazes deste nível de processamento.

Widgets em excesso na tela inicial podem deixar o aparelho mais lento — Foto: Rodrigo Fernandes/TechTudo

9. Resete o sistema

Caso nada funcione, tente resetar o celular. Isso fará com que o aparelho volte às configurações originais de fábrica. Entretanto, essa opção irá apagar tudo que tem no celular, como fotos e vídeos. Por isso é importante fazer um backup dos arquivos antes.

No Android, vá em “Configurações” → “Sistema e atualizações” → “Redefinir”. Clique em “Redefinir telefone” para resetar o aparelho. Em alguns smartphones, é possível que a opção esteja em “Gerenciamento” → “Restaurar” → “Restaurar padrões de fábrica”.

Caso nada funcione, resete o aparelho para as configurações de fábrica — Foto: Reprodução/Larissa Infante

No iOS, basta ir em “Ajustes” → “Geral” → “Redefinir” → clicar em “Apagar Conteúdo e Ajustes”.

No iOS, vá em Geral, Redefinir e Apagar Conteúdos e Ajustes — Foto: Reprodução/Larissa Infante

Com informações de Apple (1/2/3), Google (1/2) e Kaspersky

Mais do TechTudo