Robótica

Por Fernando Sousa (colaboração) e Yuri Hildebrand (redação)


A Hyundai apresentou, nesta terça-feira (9), o veículo conceitual Tiger X-1, que traz pernas robóticas com rodas e promete viajar em qualquer tipo de solo. O modelo, que só deve ter uma versão beta em cerca de dois anos, é uma versão robótica do Elevate, projeto da Hyundai voltado para transporte de humanos apresentado durante a CES 2019. O "robô-cachorro" com rodas pode ser usado para trabalhos de pesquisa científica ou até atividades de resgate.

No visual, o protótipo X-1 (X para experimental) lembra bastante o Spot, famoso robô da Boston Dynamics que remete a um cão – a diferença está na capacidade de transportar carga. Por enquanto, não há previsão de quando o Tiger X-1 chegará ao mercado, e tampouco mais informações sobre seu preço.

Veículo não tripulado da Hyundai, Tiger-X1 foi desenvolvido para terrenos difíceis — Foto: Divulgação/Hyundai

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Segundo a Hyundai, o Tiger X-1 se destina a transportar cargas úteis em terrenos remotos e inacessíveis, sendo concebido para funcionar com tração integral nas rodas, ou mesmo caminhar utilizando suas quatro patas. Apesar do visual próximo ao do robô-cachorro da Boston Dynamics, o modelo foi pensado com estrutura suficiente para transportar carga.

O nome Tiger é, na verdade, uma abreviação de Transforming Intelligent Ground Excursion Robot (Robô transformador de excursão terrestre inteligente, em tradução livre). O modelo é mais um projeto do New Horizons Studio, centro de inovação da montadora sul-coreana localizado no Vale do Silício, e que também responsável pelo desenvolvimento do Hyundai Elevate.

Tiger-X1 deve ter seu modelo beta pronto em dois anos segundo a fabricante — Foto: Divulgação/Hyundai

O Tiger X-1 está sendo desenvolvido em parceria com Autodesk, empresa famosa por softwares de engenharia, e promete ser uma alternativa para explorações cientificas em locais extremos e remotos, uma vez que possui capacidade de se locomover em praticamente qualquer terreno.

Um dos exemplos apresentados pela Hyundai foi o uso em missões espaciais, onde o robô poderia enfrentar diferentes tipos de solo em satélites ou planetas.

Hyundai aponta uso em missões espaciais como uma possibilidade para o Tiger-X1, que teria facilidade para explorar diferentes superfícies — Foto: Divulgação/Hyundai

Além de tração nas quatro rodas e eixo que se eleva, revelando grandes pernas robóticas, o veículo pode se locomover em 360º, contando ainda com diversos sensores que auxiliam sua condução.

Ainda segundo a fabricante, o Tiger X-1 também pode ser utilizado ligado a veículos aéreos não tripulados, que seriam responsáveis por entregar e carregar veículo em locais inacessíveis.

Ao ficar preso ou precisar passar por terrenos nos quais suas rodas não sejam capazes de avançar, o veículo deve usar sua capacidade de andar para se desprender e continuar no trajeto. Essa proposta é a mesma apresentada no Elevate, primeiro conceito de UMV (Ultimate Mobility Vehicle, em inglês) da empresa.

Quanto à bateria, a Hyundai não entrou em mais detalhes, afirmando que, como ainda é um conceito, é necessário esperar a chegada do projeto em fase beta. Apesar disso, a marca fala em troca de carga entre drone e robô, o que deve acontecer via indução.

Carro voador é destaque na CES 2019

Carro voador é destaque na CES 2019

Quais são os robôs mais curiosos da atualidade? Tire suas dúvidas no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo