TV

Por Fernando Sousa, para o TechTudo


Ter uma smart TV de 24 polegadas pode ser interessante para quem busca um modelo compacto e barato que possa ser utilizado como monitor para PC ou notebook. É possível encontrar opções do tipo por preços a partir de R$ 899*, caso da TL520S, da LG, que traz sistema operacional webOS com os principais serviços de streaming do mercado, como Netflix, Globoplay e Amazon Prime Video. Marcas como Philco e Semp também contam com produtos do tipo no varejo nacional.

Apesar disso, nem todos os acessórios com esse tamanho de tela à venda no Brasil são completos em termos de recursos smart, além de contarem com resolução HD na maioria das vezes. Confira a seguir os principais pontos positivos e negativos de comprar uma smart TV pequena e saiba se vale a pena para você.

TV de 24 polegadas da LG traz sistema operacional webOS, mas nem todas as opções do tipo seguem essa linha; veja prós e contras — Foto: Divulgação/LG

*Amazon e TechTudo mantêm uma parceria comercial. Ao clicar no link da loja, o TechTudo pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação.

PONTOS POSITIVOS

1. Pequena e compacta

O volume compacto dos modelos de 24 polegadas permitem uma grande versatilidade. Quem busca uma TV para ambientes como cozinha ou cômodos que normalmente não seriam capazes de acomodar um display, pode ter nos acessórios do tipo uma alternativa interessante.

Os televisores menores também podem ser transportados mais facilmente, além de funcionarem bem como monitores, uma vez que ocupam basicamente o mesmo espaço de um display com o mesmo número de polegadas.

2. Fácil de ser usada também como monitor

Utilizar uma TV como monitor é outra alternativa que aumenta a versatilidade dos equipamentos. Principalmente para quem busca expandir a área de trabalho, uma TV deve ser capaz de atender muito bem diversas aplicações que não dependem de altas resoluções e maior taxas de quadros.

Smart TV de 24 polegadas da Philco acessa diversos serviços online; tamanho de monitor ajuda — Foto: Divulgação/Philco

Vale ficar atento aos tipos de conexão que as TVs oferecem, já que, para esse tipo de uso, será necessário ter uma saída de vídeo HDMI em seu PC ou notebook, já que saídas de vídeo VGA tendem a não ser suportadas por TVs mais recentes.

3. Preço baixo

Um display com recursos smart por ao menos R$ 899 é uma boa opção de custo-benefício. Vale reforçar que, no caso da TV da LG, o valor corresponde a um display que pode acessar serviços como Netflix e Globoplay de forma nativa, além de permitir outros tipos de uso computadores.

Inclusive, o preço de monitores de mesmo tamanho fica muito próximo no mercado brasileiro, mas é preciso considerar que, além de trazer os recursos de uma smart TV, as TVs de 24 polegadas contam com saídas próprias de áudio.

Saiba o que considerar antes de comprar uma TV nova:

Smart TV: o que você precisa saber para comprar um aparelho novo

Smart TV: o que você precisa saber para comprar um aparelho novo

PONTOS NEGATIVOS

1. Visualização pode ficar prejudicada de longe

Um display de apenas 24 polegadas pode não funcionar em espaços maiores, sendo indicado para usar em lugares com pouca distância entre quem está assistindo e a tela em si. Portanto, vale considerar alguns pontos para definir se o tamanho é de fato interessante para seu caso. No Brasil, é possível encontrar televisores com preços acessíveis e números maiores, trazendo inclusive maior qualidade de imagem e, em alguns casos, mais recursos que as smart TVs de 24 polegadas.

2. Baixa qualidade de imagem

A maior parte das TVs abaixo das 32 polegadas, não contam com display Full HD, resolução que costuma garantir uma boa qualidade de imagem na hora de assistir a filmes e séries mais recentes. Atualmente, além dos serviços de streaming em si, grande parte das transmissões de TV digital no Brasil entregam conteúdos em 1080p.

Além da resolução menor, modelos de 24 polegadas tendem a não oferecer suporte a recursos como HDR, que melhora consideravelmente a exibição de contraste e cor, além de oferecerem uma taxa de atualização menor quando comparados a monitores. Apesar do tamanho parecido, as telas oferecidas especificamente para usar no PC são pensadas para entregar imagens de boa qualidade em displays menores.

Maior parte das TVs de 24 polegadas, como alguns modelos da Semp TCL, não oferece recursos smart — Foto: Divulgação/Semp

3. Podem não ser (tão) smart

Apesar da oferta de modelos com sistemas como o webOS da LG, grande parte das TVs menores trazem softwares básicos que dão acesso a apenas algumas plataformas e não têm um bom número de opções nas lojas de aplicativos.

Dessa forma, a pegada "smart" é bastante limitada, sendo mais interessante comprar um media center como Chromecast, Fire TV Stick Lite ou Roku Express para ter acesso aos serviços mais populares. A dica é ficar de olho no tipo de sistema operacional oferecido, já que um software obsoleto pode prejudicar a experiência.

Mais do TechTudo