Atletas

Por Bruna Telles, para o TechTudo


Street Fighter 4, Street Fighter 5, Samurai Shodown (2019), Injustice 2, Mortal Kombat XL e Mortal Kombat 11 são jogos de luta em que o Brasil foi destaque nos esports. Alguns jogadores brasileiros venceram campeonatos, ou tiveram grandes participações e conquistas não superadas até hoje. O TechTudo separou cinco jogadores profissionais "canarinhos" que se destacaram nos jogos de luta. A seguir, confira seus títulos e resultados obtidos.

Thomas "Brolynho" Proença

Brolynho se despediu da carreira profissional no Street Fighter 5 em 2019 — Foto: Divulgação/FlipSid3 Tactics

Brolynho entrou no cenário de Street Fighter com SF4, e quando mudou para SF5, tornou-se um dos nomes mais renomados do Brasil. O jogador venceu o TRETA Championship 2017, com conquistas também no Salty Lima 4, Fight in Rio 2016 e 2017. Ele também passou por torneios icônicos como Brooklyn Beatdown e a ELEAGUE Street Fighter 5 Invitational. Brolynho disputou ainda a Evolution Championship Series (EVO) 2017 e 2018, e a Capcom Cup 2016 e 2017. O jogador está aposentado desde 2019, mas faz aparições ocasionais em torneios e tem um canal na Twitch TV.

Relembre entrevista que o TechTudo fez com Brolynho:

Entrevista: Thomas "Brolynho" Proença

Entrevista: Thomas "Brolynho" Proença

Renato "DidimoKOF" Pereira Martins

Talentoso jogador de Dhalsim, DidimoKOF agora compete também no novo Samurai Shodown — Foto: Reprodução/Red Bull

Conhecido pelo talento jogando de Dhalsim, DidimoKOF fez história ao disputar sua primeira EVO em 2019, e obter o melhor resultado de um brasileiro na competição. Ainda na mesma temporada, o jogador de 33 anos tornou-se o primeiro brasileiro a entrar no top 8 do torneio do novo Samurai Shodown na EVO. Outras vitórias de destaque foram no Frosty Faustings XII (Samurai Shodown). Ultimate Crush Counter 2019 e Versus Fighting Cup 2017 de SF5. Atualmente, DidimoKOF é jogador de ambos os games pela Dreamers Force.

Quer comprar jogos, consoles e PC's com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Keoma Pacheco

Keoma na Capcom Cup 2015 seria um momento histórico para o Brasil — Foto: Divulgação/Capcom

Em 2015, Keoma escreveu seu nome na história do Street Fighter 4 ao ficar no top 8 da Capcom Cup. Este é até hoje o melhor resultado de um brasileiro na competição. Ainda no SF4, ele venceu a Capcom Pro Tour Brazil 2015. Mudando para Street Fighter 5, Keoma obteve vitórias no Tiger Uppercut Circuit Finals e Never Give Up de 2019, e no TRETA Championship Series 2018. O jogador de 32 anos também passou pela EVO 2019. Keoma ainda segue no competitivo e faz streams em seu canal da Twitch.

Bruno "KillerXinok" Sousa

O título do Combo Breaker 2018 de Mortal Kombat 2018 foi verde e amarelo — Foto: Divulgação/Combo Breaker

Diferente dos brasileiros que são destaque no jogo da Capcom, KillerXinok é um especialista em jogos da NetherRealm. Em 2018, o jogador fez história ao vencer o icônico Combo Breaker de Mortal Kombat XL, jogo pelo qual disputou a EVO 2016. Com Injustice 2, ele foi campeão da Liga Latina Injustice 2 2017 Finals. Já no Mortal Kombat 11, KillerXinok foi terceiro lugar na Brasil Game show, e vencedor do Twitch Rivals: Mortal Kombat Showdown Series. Atualmente ele é jogador de MK11 pela Shodown Gaming.

Eric "ChuChu" Moreira

Eric "ChuChu" Moreira também é parte da história brasileira no Street Fighter — Foto: Divulgação/Red Bull

O jogador é um nome popular e muito querido dentro da comunidade. ChuChu venceu a Brasil Game Show em 2014, e participou da Capcom Cup de Street Fighter 4 do mesmo ano - o primeiro brasileiro a se classificar para o torneio. A participação rendeu ainda a vaga no Red Bull Kumite 2015. Após uma pausa na carreira, o brasileiro retornou ao competitivo de Street Fighter 5 em 2018, também entrando para o cenário de Dragon Ball FighterZ pela Shodown Gaming.

Mais do TechTudo