Privacidade

Por Clara Fabro, para o TechTudo


Aplicativos chineses, incluindo o TikTok, estão desenvolvendo formas para evitar o novo sistema anti-rastreamento da Apple e continuar rastreando usuários mesmo sem seu consentimento. O relatório publicado pelo site Financial Times nesta terça-feira (16) sugere, ainda, que instituições ligadas ao governo chinês vêm testando um novo recurso capaz de substituir identificadores de publicidade no iPhone, com o propósito de monitorar usuários mesmo sem suas permissões diretas para exibir anúncios direcionados.

TikTok e outrs aplicativos chineses podem evitar política anti-rastreamento da Apple; entenda — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

O novo recurso de privacidade do iOS, chamado App Tracking Transparency ("transparência no rastreamento de apps", em tradução livre), obriga que todos os aplicativos disponíveis na App Store peçam permissão direta aos usuários antes de rastrearem suas informações para atingi-los com publicidades personalizadas. Esse monitoramento de atividades acontece por meio do sistema IDFA da Apple, que oferece dados como cliques em anúncios e apps instalados no celular da pessoa.

CAID, a nova ferramenta que vem sendo testada pela Associação de Publicidade da China, introduz um novo identificador capaz de substituir o IDFA e continuar a rastrear as informações dos usuários. Segundo a reportagem, esse método já está sendo testado por companhias e anunciantes chineses, incluindo a ByteDance, dona do TikTok, e a gigante chinesa Tencent.

Segundo o site americano MacRumors, é possível que a Apple consiga identificar e bloquear os aplicativos chineses que utilizem o CAID da App Store. Mas, como bem lembra o site, a ação pode ser capaz de gerar conflitos entre a Apple e a China, principalmente se o identificador que deverá substituir o IDFA nestes apps for bem recebido por empresas de tecnologia chinesas e pelo governo do país.

O App Tracking Transparency vai passar a valer para todos os aplicativos na App Store — incluindo próprios os apps da Apple — a partir da atualização do iOS 14.5, que deve chegar para usuários de iPhone ainda este mês.

Com informações de Apple Insider e MacRumors

Como limpar caches do iPhone e apagar dados de apps para liberar memória

Como limpar caches do iPhone e apagar dados de apps para liberar memória

Mais do TechTudo