Mapas e localização

Por Clara Fabro, para o TechTudo


O Google anunciou novos recursos para o Maps nesta terça-feira (30). Dentre as novas funções esperadas para este ano, estão a possibilidade de usar o Live View em tempo real em locais fechados como shoppings, aeroportos e estações de trem e metrô, rotas sustentáveis com trajetos com menos emissão de gases poluentes, e caminhos que priorizam os transportes mais utilizados por usuários.

O Brasil não é um dos países onde os recursos serão inicialmente testados, mas, segundo o Google, a expectativa é as novas funções cheguem a mais países no futuro. O gigante das buscas afirma que serão disponibilizadas ao todo mais de 100 melhorias no Maps que utilizam a Realidade Aumentada (AR) ainda em 2021.

Maps terá novos recursos em 2021: rotas "eco-friendly", Live View em aeroportos e atualizações em trajetos com transportes públicos; veja novidades — Foto: Carolina Ochsendorf/TechTudo

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

As novas funções estão sendo liberadas aos poucos em algumas cidades dos Estados Unidos, Japão, Austrália, Índia e em alguns países da Europa. Abaixo, você pode conferir quais são essas funcionalidades e como elas serão introduzidas pelo Google no aplicativo de mapas da companhia.

Live View em ambientes fechados

Será possível usar o Live View em ambientes fechados, como aeroportos e shoppings — Foto: Divulgação/Google

O Live View, recurso capaz de orientar usuários com setas e indicativos de direção, passará a funcionar em ambientes fechados, como shoppings comerciais, estações de trem e metrô e aeroportos. A funcionalidade, que utiliza a tecnologia de Realidade Aumentada para determinar a posição e orientação de algo ou alguém no mapa, é capaz de sugerir qual caminho seguir para chegar a uma loja no shopping ou aos guichês de check-in dos aeroportos, por exemplo.

A função pode ser acessada em alguns locais, incluindo shoppings em cidades americanas como Chicago, Long Island, Los Angeles, Newark, São José, São Francisco e Seattle, e está disponível no app para Android e iPhone (iOS). A previsão é que o recurso chegue em alguns meses em estabelecimentos em Zurique, na Suíça, e em Tóquio, no Japão.

Mais informações sobre meteorologia e qualidade do ar

O Maps vai permitir consultar dados sobre a qualidade do ar e condições climáticas — Foto: Divulgação/Google

O Maps também vai trazer mais informações sobre o clima e sobre a qualidade do ar em determinadas regiões do mapa. Será possível, por exemplo, consultar a temperatura e a previsão do tempo em uma área de deslocamento antes mesmo de sair de casa. O usuário também pode checar dados sobre as características do ar, o que é útil para saber se o ar está saudável, poluído ou até mesmo se apresenta riscos de incêndio em alguma área.

Os recursos sobre dados climáticos estarão disponíveis dentro de alguns meses e, segundo a companhia, poderão ser acessados por usuários de Android e iPhone (iOS) em todo o mundo. Já a função que permite checar a qualidade do ar de uma região valerá inicialmente apenas para a Austrália, Índia e Estados Unidos.

Opções de rotas mais amigáveis ao meio ambiente

As rotas "eco-friendly" irão permitir escolher por trajetos que gastem menos combustível — Foto: Divulgação/Google

O Maps também vai trazer um recurso capaz de mostrar resultados de rotas mais "eco-friendly", com sugestões de trajetos cuja emissão de gases poluentes seja menor, e que otimizem o gasto de combustível. Esses trajetos levam em conta possíveis inclinações na pista e trechos com engarrafamentos, e deverão mostrar rotas mais sustentáveis como padrão.

No entanto, será possível modificar as configurações do app caso o usuário opte por recalizar sempre a rota mais rápida. A função será disponibilizada ainda este ano nos Estados Unidos e deve ser expandida globalmente nos meses seguintes.

Além disso, o Maps também enviará alertas quando um usuário entrar em uma região que restringe veículos mais poluentes, o que é útil para saber se será necessário tomar outra rota. Os alertas valerão em alguns países europeus, como Alemanha, Holanda, Espanha, França e Reino Unido, e devem chegar ao Maps em junho deste ano.

Já quando o assunto são as rotas alternativas, o Maps vai priorizar os meios de transporte mais utilizados por seus usuários. Isso quer dizer que, se você costuma pegar o metrô, o Maps mostrará rotas de metrô primeiro. Mas, se você prefere andar de bicicleta ou a pé, as rotas serão baseadas nesses meios de transporte.

Facilidade para retirar pedidos em lojas de delivery

Será possível conferir informações sobre entregas restaurantes e estabelecimentos pelo Maps — Foto: Divulgação/Google

Com o crescimento de pedidos de delivery e retirada de lanches e mantimentos em lojas por conta da pandemia de Covid-19 no mundo, o Google vai lançar um recurso que pode facilitar a vida de usuários que costumam fazer pedidos em lojas e restaurantes.

Além de poderem encontrar informações mais rapidamente sobre o estabelecimento, com a função será possível importar os dados do pedido no Maps. Assim, o app do Google enviará uma notificação no horário em que o usuário deverá sair de casa para pegar o seu pedido, e também informará o estabelecimento de sua chegada para retirar a compra. A função, por enquanto, vai valer apenas para lojas e supermercados nos Estados Unidos.

Funções pouco conhecidas do Google Maps

Funções pouco conhecidas do Google Maps

Mais do TechTudo