Campeonatos

Por Victor de Abreu, para o TechTudo


A paiN Gaming venceu a Vorax, neste domingo (18), e se sagrou campeã da primeira etapa do Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLOL) 2021. A paiN iniciou série melhor de cinco partidas (MD5) com uma derrota, mas conseguiu encaixar seu jogo nos duelos seguintes, buscou a virada e fechou o confronto em 3-1. Além do título da competição, a paiN conquistou a premiação de R$ 70 mil e a vaga brasileira para o Mid-Season Invitational 2021, o torneio de meio de temporada que que começa no dia 6 de maio e será sediado na cidade de Reykjavík, Islândia.

Esse foi o terceiro título de CBLOL da paiN Gaming, que já havia conquistado a competição em 2013 e em 2015. Além disso, Felipe "brTT" Gonçalves se tornou hexacampeão do torneio e agora possui mais conquistas de CBLOL do que qualquer outra equipe na história. Confira, a seguir, todos os detalhes da série que definiu a campeã desta etapa do CBLOL.

paiN Gaming vence a Vorax e é tricampeã do CBLOL — Foto: Reprodução/paiN Gaming

No primeiro jogo da série, a paiN Gaming mostrou uma postura muito agressiva nos primeiros minutos para buscar uma boa vantagem logo cedo. Em um dive na rota inferior, a paiN conquistou o first blood, que ficou nas mãos de Han "Luci" Chang-hoon (Thresh), mas a a Vorax devolveu com dois abates. A paiN ainda conquistou o primeiro dragão e abateu Francisco Natanael "fNb" Braz (Gnar) em um novo dive na rota superior. Porém, a Vorax soube punir a estratégia de paiN de pressionar no começo do jogo e passou a dominar os objetivos pelo mapa, em especial com os usos precisos do teleport de fNb (Gnar).

O Barão Na'Shor chegou para a Vorax aos 21 minutos após um triple kill de Pedro "Matsukaze" Gama (Aphelios). Dada a enorme vantagem, ela foi capaz de empurrar a paiN para sua base, vencer uma nova luta e derrubar dois inibidores. Com paciência e excelentes iniciações de Yan "Yampi" Petermann (Hecarim), a Vorax derrubou o nexus sem maiores dificuldades aos 29 minutos de jogo para sair na frente da série.

Quer comprar jogos, consoles e PCs com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Grande atuação com o Hecarim fez Yampi ser considerado como o destaque da primeira partida — Foto: Divulgação/CBLOL

No começo da segunda partida, antes mesmo das tropas serem liberadas, a Vorax armou uma armadilha para Leonardo "Robo" Souza (Gnar) na rota superior e conseguiu dar o first blood para Marcos "Krastyel" Henrique (Azir). Depois, foi a vez da paiN punir a agressividade da Vorax também na rota superior. Marcos "Cariok" Santos (Hecarim) apareceu para ajudar Robo (Gnar), que estava recebendo um dive, e conquistou um double kill em cima de Francisco Natanael "fNb" Braz (Jayce) e de Yan "Yampi" Petermann (Volibear). Essa jogada fez a paiN adquirir confiança, conseguindo o controle da partida, destruindo torres e conquistando objetivos.

Apesar da vantagem e dos diversos pickoffs alcançados, a paiN agiu de forma lenta e deu espaço para a Vorax ser capaz de resistir a suas ofensivas e também impedir algumas tentativas de Barão Na'Shor. O jogo só foi decidido quando Krastyel (Azir) foi pego na rota superior, e a paiN conseguiu fazer o Barão aos 32 minutos de jogo, sendo capaz de levar mais dois adversários no caminho. A Vorax se desesperou, iniciou uma luta atrapalhada por um dragão e acabou sofrendo o ace. Assim, a paiN apenas avançou para a base da Vorax e finalizou o jogo aos 34 minutos.

Apesar da morte no começo, Robo causou enorme impacto no jogo com seu Gnar e foi eleito o destaque da segunda partida — Foto: Divulgação/CBLOL

O terceiro confronto foi o mais equilibrado da série até o momento. Os primeiros abates só vieram após uma jogada esquisita de Marcos "Cariok" Santos (Olaf) na selva de Yan "Yampi" Petermann (Volibear). A Vorax se movimentou mais rápido e conseguiu duas eliminações para Francisco Natanael "fNb" Braz (Gnar) em cima de Cariok (Olaf) e também de Leonardo "Robo" Souza (Irelia). Mesmo com essa desvantagem inicial, a paiN conseguiu assegurar os dois primeiros dragões e ainda venceu uma bela luta na rota inferior, o que rendeu um triple kill para Felipe "brTT" Gonçalves (Jinx) e mais duas torres para a conta.

O ponto chave da partida chegou aos 21 minutos, quando Robo (Irelia) sofreu um pickoff na rota superior e abriu o espaço para a Vorax fazer o Barão Na'Shor. Nesse momento, Willyan "Wos" Bonpam (Rell) fez uma excelente iniciação para a luta, mas Han "Luci" Chang-hoon (Alistar) respondeu muito bem e deu uma grande janela para brTT (Jinx) brilhar e limpar a equipe da Vorax para que a paiN fizesse o Barão. O buff não foi aproveitado pela paiN, muito graças à boa jogada de Marcos "Krastyel" Henrique (Orianna) para vencer a luta seguinte na rota inferior, mas ela venceu uma nova luta para conquistar a alma do dragão das nuvens.

A ação, no entanto, não parou e, logo em seguida da conquista da alma, a Vorax emboscou a paiN, abateu dois jogadores, ficou com o Barão e teve todo o espaço para avançar na base de seus adversários. Porém, a Vorax fez uma iniciação ruim na torre tier 2 da rota do meio, a paiN soube punir prontamente e, com apenas fNb (Gnar) para proteger a base adversária, avançou de forma veloz e conseguiu derrubar o nexus aos 33 minutos para virar a série.

brTT brilhou nas team fights e causou o dano necessário para ajudar sua equipe a vencer o duelo — Foto: Divulgação/CBLOL

Por fim, a quarta partida teve uma postura bastante agressiva por parte das duas equipes, em especial pela rota superior. O first blood, no entanto, chegou na rota do meio, com um bom gank de Marcos "Cariok" Santos (Gragas) para dar esse abate a Thiago "Tinowns" Sartori (Zoe). A Vorax passou a tomar decisões ruins e deu o espaço para a paiN crescer nesse early game. Por sinal, os primeiros abates da paiN ficaram todos nas mãos de Tinowns (Zoe), que ficou com uma larga vantagem no ouro para adiantar sua build e causar um impacto gigante para sua equipe.

Com vantagem de objetivos, de mapa e de ouro, a paiN foi vencendo lutas de pouco em pouco e derrubando as estruturas da Vorax. Aos 26 minutos, a paiN chegou ao Barão Na'Shor, mas a Vorax, liderada pela bela jogada de Francisco Natanael "fNb" Braz (Sylas) para abrir o espaço para sua equipe, ainda conseguiu algumas eliminações pelo caminho. A resistência da Vorax não foi o suficiente, e a paiN avançou para a base com o buff do Barão, derrubou o nexus aos 29 minutos, fechou a série e conquistou o tricampeonato do CBLOL.

Tinowns tem atuação de gala com sua Zoe e ajuda sua equipe a buscar a vitória e confirmar o título — Foto: Reprodução/Riot Games

CBLOL 2021 (1° Etapa) - Classificação Final

Colocação Equipe Premiação
paiN Gaming R$ 70 mil + Vaga no MSI
Vorax R$ 40 mil
3°/4° Flamengo Esports e RED Canids R$ 25 mil
5°/6° LOUD e KaBuM! e-Sports R$ 12,5 mil
Cruzeiro eSports R$ 7,5 mil
INTZ R$ 7,5 mil
FURIA Esports R$ 5 mil
10° Rensga Esports R$ 5 mil

Com informações de LoL Esports e Liquipedia

Mais do TechTudo