Por Victor de Abreu, para o TechTudo


A paiN Gaming venceu o Flamengo Esports, neste sábado (3), e está na grande final da primeira etapa do Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLOL) 2021. Em uma série melhor de cinco partidas (MD5), a paiN Gaming, que chegou à semifinal após fazer o primeiro reverse sweep da história da competição, conseguiu segurar o Flamengo, que foi o líder da fase de pontos. Apesar de sofrerem uma derrota dominante, os tradicionais conseguiram ditar o ritmo em suas duas primeiras vitórias, perderam em um jogo bastante acirrado e garantiram a vitória no último jogo para fechar a série em 3-2.

A data da grande final do CBLOL 2021 é dia 18 de abril, a partir das 13h, no horário oficial de Brasília, com transmissão nos canais da Riot Games nas plataformas Twitch TV, YouTube e Nimo TV. O confronto da paiN na decisão será contra o vencedor do duelo da outra semifinal, entre Vorax e RED Canids, que acontece neste domingo (4) também às 13h.

paiN vence o Flamengo e estará na final da primeira etapa do CBLOL 2021 — Foto: Reprodução/paiN Gaming

Marcos "Cariok" Santos (Udyr) iniciou o primeiro jogo com um bom gank na rota do meio e levando o first blood em cima de Arthur "Tutsz" Machado (Kassadin), mas o Flamengo logo devolveu com um dive contra Leonardo "Robo" Souza (Gnar) e um abate em Felipe "brTT" Gonçalves (Draven).

Eventualmente, o Flamengo acabou executando melhor suas movimentações pelo mapa, encontrou alguns pick offs, e foi capaz de surpreender a paiN em alguns momentos. No entanto, o Cariok encontrou bons espaços com seu Udyr, cresceu muito com diversos abates conquistados e foi crucial para a paiN ficar com os três primeiros dragões e um arauto.

Enquanto Cariok ditava o ritmo de jogo e sufocava as movimentações de Filipe "Ranger" Brombilla (Hecarim), Thiago "tinowns" Sartori (Sylas) também não enfrentava dificuldades em lidar contra Tutsz no confronto um contra um, o que facilitou a vida da paiN para dominar a visão pelo mapa.

Após algumas lutas confusas, a paiN conseguiu a alma do Dragão Infernal, venceu a luta nessa disputa e ainda fez o Barão Na'Shor. Com tantas vantagens em mãos, bastou para os tradicionais avançarem para a base do Flamengo para fechar o primeiro jogo aos 30 minutos.

Cariok foi o destaque da paiN na primeira partida — Foto: Divulgação/paiN Gaming

O segundo jogo foi muito mais equilibrado em relação a abates e recursos por parte das duas equipes. A diferença ficou do lado da paiN, que conseguiu ficar com os três primeiros dragões e ficar próxima de adquirir sua alma. O Flamengo, no entanto, teve um pouco mais de vantagem nas lutas, o que impediu a paiN de garantir seu objetivo com mais velocidade e manteve o jogo bastante acirrado.

Essa vantagem fez a equipe rubro-negra segurar o jogo, impedir a alma do dragão da paiN e também segurar o split push executado por Robo (Tristana). A estratégia com a Seraphine nas mãos de tinows não deu certo, e o Flamengo dominou o mid game até fechar o jogo aos 29 minutos.

O terceiro confronto teve um early game de claro domínio de Robo (Karma) contra Parang (Rumble) e de Cariok (Olaf) contra Ranger (Volibear). Dessa forma, a pressão da paiN na selva adversária foi muito grande, rendendo abates, o primeiro dragão e um arauto.

Toda essa vantagem da paiN foi prontamente aproveitada, mas de forma lenta e paciente para não entregá-la de bandeja para o Flamengo. Com a alma do dragão em mãos e o Barão Na'Shor realizado, a paiN forçou uma luta pelo Dragão Ancião aos 31 minutos de jogo, o que rendeu a brTT (Jinx) um triple kill e a segunda vitória de sua equipe na série.

Após duas partidas discretas, brTT brilhou com sua Jinx para ajudar a paiN a chegar ao match point — Foto: Divulgação/paiN

A última partida da série começou com as equipes realizando muitas movimentações pelo mapa e buscando ganks para buscar logo uma vantagem inicial, sem muito sucesso. Os primeiros abates chegaram apenas aos nove minutos de jogo, durante uma disputa pelo arauto.

A paiN não conseguiu executar bem sua luta e acabou perdendo dois jogadores em troca do first blood nas mãos de tinowns (Galio). A partida seguiu bastante equilibrada até uma luta atrapalhada por parte da paiN aos 26 minutos no covil do Barão. O Flamengo respondeu bem, principalmente graças à boa atuação de Ygor "RedBert" Freitas (Rell), segurou a recuperação da paiN e fechou o jogo aos 35 minutos.

No último confronto da série, o Flamengo iniciou se aproveitando de um flash errado de tinowns (Ryze), garantiu o first blood, o dragão e mais um abate em Han "Luci" Chang-hoon (Thresh) na sequência.

A paiN respondeu com um dive em Parang (Kennen) na rota superior, o que rendeu um abate para Cariok (Lillia) e, logo em seguida, na disputa por um dragão, que foi confirmado por ela, assim como a vantagem na luta entre equipes. A paiN foi superior nas lutas, dominou o mapa e conquistou o primeiro Barão Na'Shor.

Com brTT (Draven) brilhando com sua passiva e Luci (Thresh) encaixando suas jogadas, a vantagem da paiN cresceu ainda mais. A vitória foi definida em uma luta na rota do meio, em que o próprio brTT e Robo (Gnar) brilharam para limpar a equipe do Flamengo. Assim, bastou para a paiN invadir a base do Flamengo e derrubar o nexus aos 28 minutos para fechar a série.

Flamengo, de Ranger, não conseguiu segurar a boa composição da paiN no último jogo e foram eliminados do CBLOL — Foto: Divulgação/Riot Games

Com informações de LoL Esports e Liquipedia

Veja também: Nunca jogou LoL? Saiba como mandar bem em sua primeira partida

Nunca jogou LoL? Saiba como mandar bem em sua primeira partida

Nunca jogou LoL? Saiba como mandar bem em sua primeira partida

Mais do TechTudo