Jogos de ação

Por Bruno Magalhães, para o TechTudo


Streets of Rage 4 recebe ainda em 2021 o DLC “Pesadelo de Mr. X”, para comemorar a marca de 2,5 milhões de unidades vendidas do jogo. A novidade, revelada na manhã desta quinta-feira (8), promete três novos personagens jogáveis no game de “briga de rua”, incluindo a Estel, que é uma das principais chefes da campanha. Os jogadores têm acesso também a novos desafios, em formato de modo de sobrevivência, além de novas armas, adversários e opções de personalização. Vale lembrar que o jogo já está disponível para PC, PlayStation 4 (PS4), Xbox One e Nintendo Switch.

Estel será uma das personagens jogáveis em novo DLC de Streets of Rage 4 — Foto: Divulgação/DotEmu

Quer comprar consoles, jogos e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Segundo a publicadora DotEmu, os jogadores podem criar um estilo de luta próprio, customizando os personagens com novos movimentos. Entre as novidades que devem marcar presença no game, também está uma nova música criada por Tee Lopes, compositor de trilhas de jogos como Sonic Mania, League of Legends e Monster Boy and the Cursed Kingdom.

"Pesadelo de Mr. X" é DLC de Streets of Rage 4 que chega ao PC e consoles ainda em 2021 — Foto: Divulgação/DotEmu

Além disso, uma atualização gratuita está em desenvolvimento para comemorar o sucesso do jogo, que completa seu primeiro ano agora no final de abril. Entre os conteúdos previstos, está o nível de dificuldade New Mania+, que promete muito desafio aos entusiastas. Há ainda um modo de treinamento completo para praticar sequências, com novas cores selecionáveis para todo o elenco.

Em Streets of Rage 4, os jogadores revisitam Wood Oak City após mais de 25 anos desde a trilogia original do Mega Drive. O jogo adota um estilo visual modernizado e totalmente desenhado à mão, além de ousar no sistema de combate, com liberdade para os jogadores criarem os seus combos.

Qual o seu game de luta preferido? Comente no Fórum do TechTudo.

Nintendo Switch: vale a pena comprar o console?

Nintendo Switch: vale a pena comprar o console?

Mais do TechTudo