Por Rafael Monteiro, para o TechTudo


O PlayStation 5 (PS5) teve 7,8 milhões de unidades vendidas em seu primeiro ano fiscal, segundo dados divulgados pela Sony na última quarta-feira (28). O console trouxe lucro recorde para a divisão de games por superar o PlayStation (PS), que teve 7,6 milhões de unidades vendidas no mesmo período na época em que foi lançado. O PS5 foi lançado internacionalmente em 19 de novembro de 2020 e está disponível no Brasil nos modelos padrão, pelo preço de R$ 4.699 mil, e digital, por R$ 4.199 mil.

Desde o seu lançamento em novembro até o final de dezembro de 2020, cerca de 4,5 milhões de unidades do PS5 já haviam sido vendidas. Entre os meses de janeiro e março de 2021, que é o período que finaliza o ano fiscal para as empresas japonesas, mais 3,3 milhões de unidades do console foram compradas. O sucesso superou expectativas e garantiu à divisão de Games & Serviços de Rede da Sony o lucro recorde de 342,2 bilhões de ienes (algo por volta de R$ 17 bilhões, segundo a cotação atual).

PlayStation 5 tem primeiro ano fiscal de sucesso com 7,8 milhões de unidades vendidas — Foto: Reprodução/PlayStation Blog

Quer comprar consoles, jogos e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

O PlayStation 5 foi o console que vendeu mais rápido em seus primeiros cinco meses nos Estados Unidos, segundo a empresa que registra vendas de videogames, a NPD. Esse dado envolve tanto volume de unidades vendidas quanto dólares gastos. Embora o Nintendo Switch tenha sido o videogame mais vendido no primeiro trimestre de 2021 no país, vale ressaltar que o PS5 ainda está em falta em muitos mercados, já que a produção não alcançou a demanda pelo console.

Além disso, a Sony divulgou dados do serviço por assinatura PlayStation Plus, que conta atualmente com 47,6 milhões de inscritos. Esse número representa um aumento de 14,7% em relação ao período anterior. Segundo o analista da Niko Partners, Daniel Ahmad, os serviços de assinatura foram responsáveis por 14% dos lucros da divisão de games da Sony, enquanto consoles e jogos digitais representaram 20% e 21%, respectivamente. A maior parte do lucro veio de transações digitais com itens e DLCs, com 34%, sendo que jogos físicos foram apenas 5% e ficaram atrás até mesmo da venda de acessórios, com 6%.

Já o PlayStation 4 vendeu mais um milhão de unidades no último trimestre de 2020, gerando um total de 5,7 milhões no ano fiscal - uma queda considerável em relação aos 13,5 milhões de 2019. Em seu primeiro ano fiscal, o antigo console da Sony havia vendido 7,6 milhões de unidades. Ele manteve um sucesso de longo prazo, com um total de 115,9 milhões de videogames vendidos no mundo todo.

Com informações de The Verge, IGN e Daniel Ahmad

Alguma previsão para o PS5 no Brasil? Comente no Fórum do TechTudo.

5 jogos com os melhores gráficos do PS4 e Xbox One

5 jogos com os melhores gráficos do PS4 e Xbox One

Mais do TechTudo