Por Bruna Telles, para o TechTudo


Jogos competitivos como Rainbow Six: Siege (R6) e de franquias como Street Fighter e Call of Duty são sucesso. No entanto, os games receberam notas medianas no Metacritic, um dos principais agregadores de notas para lançamentos da TV, cinema, música e games do mundo. Alguns desses títulos superaram as avaliações negativas e conseguiram emplacar nos esports, como aconteceu com o R6. Outros, no entanto, não conseguiram emplacar. Veja, a seguir, cinco games competitivos que frustraram com notas medianas no Metacritic.

Para definir as notas de cada lançamento, o Metacritic utiliza o sistema conhecido como metascore, onde uma nota pode ser vermelha, amarela ou verde - sinalizando ruim, mediano e bom, respectivamente. Um game recebe uma nota vermelha caso esta fique entre 0 e 49, amarelo caso fique entre 50 e 74, e verde para entre 75 e 100. As avaliações são feitas pela crítica especializada para cada plataforma em que os games estão disponíveis.

Rainbow Six: Siege (R6)

Rainbow Six: Siege (R6) tornou-se sucesso entre jogadores casuais, e também nos esports — Foto: Reprodução/Microsoft Store

Lançado em 2015 pela Ubisoft, Rainbow Six Siege atualmente está disponível para PC, PlayStation 4 (PS4), Xbox One, PlayStation 5 (PS5) e Xbox Series S/X. A nota mais baixa do game no Metacritic foi para as suas versões de PS4 e Xbox One: 73. As principais críticas falavam sobre matchmaking, estabilidade do servidor e microtransações dentro do jogo.

Apesar das críticas, R6 se tornou um dos principais representantes do gênero de tiro em primeira pessoa, e um dos jogos mais bem sucedidos dos esports. Em 2020, mesmo com a pandemia, R6 ficou entre os 10 games competitivos que mais premiaram seus competidores. O game também recebe updates recorrentes com correções de bugs, balanceamentos de operadores e lançamentos de novos conteúdos.

Dead or Alive 6

O sexto giro da franquia Dead or Alive não chamou muito a atenção dos jogadores — Foto: Reprodução/Amazon

Nos jogos de luta, Dead or Alive 6 foi lançado pelo Team Ninja e a desenvolvedora Koei Tecmo em 2019 para Xbox One, PC e PS4. No console da Sony o game tem a menor nota das três versões: 72. As principais críticas dirigidas ao game falam de problemas técnicos, pouco conteúdo e história que deixa a desejar. No competitivo, o jogo nunca realmente andou entre os mais populares, como Street Fighter 5 ou Tekken 7. Apesar disso, DoA6 teve seu próprio Mundial, realizado em 2019.

Halo 2

Halo 2 ganhou em 2020 uma edição especial de aniversário — Foto: Divulgação/Microsoft

O segundo jogo da série Halo foi lançado em 2004 para Xbox, e em 2007 para PC. Nos computadores o game amarga a nota 72 - a menor entre as duas versões. A principal crítica direcionada ao título é a baixa qualidade da portabilidade feita para a plataforma. No competitivo, Halo 2 teve uma passagem sóbria, sem ser muito apagada ou brilhante. O destaque vai para o MGL Pro Circuit, da Major League Gaming, onde os pro players de Halo costumavam se enfrentar.

Ultra Street Fighter IV

Se entre os jogadores, Ultra Street Fighter IV não encantou tanto, o jogo foi um sucesso no competitivo — Foto: Divulgação/Capcom

Ultra Street Fighter IV foi lançado pela Capcom em 2015 para PC, PlayStation 3 (PS3), PS4 e Xbox 360. A versão do console mais atual da Sony foi considerada inferior as dos outros videogames e por isso recebeu 71 de nota. O jogo em si foi um sucesso no competitivo, aparecendo em vários torneios. Entre estes vale destacar a aparição na Capcom Cup 2014, e nas edições 2014 e 2015 da Evolution Championship Series (EVO), o maior torneio de jogos de luta do mundo.

Guilty Gear XX Accent Core Plus R

A versão para PS Vita de Guilty Gear XX Accent Core Plus R realmente não cativou os jogadores — Foto: Reprodução/Steam

Famosa pelos jogos de luta em 2.5D, a Arc System Works lançou Guilty Gear XX Accent Core Plus R em 2014 para PS Vita, em 2015 para PC e em 2019 para Nintendo Switch. Entre as três, a versão de PS Vita é a que tem a menor nota nota no Metacritic: 69. Uma das principais críticas que o game sofreu foi a ausência de qualquer tipo de modo treino ou tutorial. No competitivo, sua passagem foi modesta, sem se destacar nos torneios que o jogo apareceu, como a CEOtaku 2016 a 2019, e o AnimeEVO 2019.

Call of Duty: Ghosts

A recepção a Call of Duty: Ghosts não foi uma das melhores — Foto: Divulgação/Activision

A Activision lançou o game de tiro em 2013 para PC, PS3, PS4, Nintendo Wii U, Xbox 360 e Xbox One, e o jogo tem a particularidade de ter notas medianas em quase todas as versões. A menor nota é 68 e vai para versão de PC, que foi criticada pelos problemas técnicos e falta de inovação. Mesmo com a recepção morna, CoD: Ghosts teve uma boa passagem pelo competitivo, tendo sido o jogo oficial do cenário de Call of Duty em 2014.

Mais do TechTudo