Transporte
Publicidade

Por Rodrigo Fernandes, para o TechTudo


A 99 anunciou, nesta terça-feira (4), o lançamento de dois novos algoritmos que buscarão aumentar a segurança de passageiras mulheres em corridas no app. Segundo a empresa, as tecnologias serão capazes de identificar quando uma usuária solicitar uma corrida em um lugar ou situação de vulnerabilidade, escolher uma motorista mulher para atendê-la e reconhecer denúncias de assédio após a viagem para oferecer um melhor suporte.

Os dois algoritmos são chamados de Pítia e Atena e trabalham para mapear corridas solicitadas por mulheres em situações consideradas de maior vulnerabilidade, como em viagens à noite, trajetos mais longos, chamadas feitas por terceiros ou que se iniciam em regiões com bares e casas noturnas. Segundo a 99, todo o processo é feito em milésimos de segundo.

99 lança algoritmos para aumentar a segurança das mulheres durante viagens do app — Foto: Divulgação/99

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Os motoristas do aplicativo também são analisados pela tecnologia antes de serem enviados para as corridas. Quando uma mulher solicita uma viagem nas condições de vulnerabilidade citadas acima, o app examina os motoristas das redondezas e pontua esses profissionais com base no gênero, na nota na plataforma e na quantidade de reclamações recebidas. Um dos algoritmos envia para essas passageiras somente motoristas mulheres ou condutores com melhor qualidade de atendimento.

Enquanto isso, o outro algoritmo envia vídeos e textos de conscientização para o motorista escolhido, antes do embarque das passageiras. Nesses materiais são exibidas orientações sobre a importância de manter o profissionalismo e o respeito com as usuárias.

A 99 diz que realizou testes com esses dois algoritmos durante quatro meses, antes do lançamento oficial. Os resultados mostraram que Pítia diminuiu em 45% o número de ocorrências sexuais contra passageiras, enquanto Atena reduziu os casos em 17% em apenas uma semana.

99 permite compartilhar rota em tempo real com contatos de segurança — Foto: Reprodução/Rodrigo Fernandes

Um terceiro algoritmo lançado anteriormente pela plataforma é destinado a manter a segurança das mulheres depois das corridas. Chamada de Ártemis, a tecnologia funciona como um rastreador, identificando automaticamente denúncias de assédio feitas após as corridas nos comentários do app, banindo agressores e orientando as vítimas a procurarem atendimento humano.

Os relatos de assédio podem ser informados ao final da corrida, quando passageiros e motoristas podem avaliar um ao outro, com estrelas e textos. Neste momento, o algoritmo consegue identificar uma série de palavras que podem estar relacionadas a assédio, inclusive frases e contextos específicos — atualmente, a tecnologia é capaz de entender mais de mil termos. Depois da identificação, uma equipe do app faz uma rechecagem para avaliar a denúncia.

A 99 diz que a atuação da Ártemis resulta em uma média de 730 pessoas banidas por semana, entre motoristas e passageiros, identificadas por cometerem algum tipo de assédio. Para a diretora de comunicação da 99 Pamela Vaiano, a tecnologia é capaz de identificar situações a maior risco antes mesmo que um problema aconteça.

“Usar inteligência artificial é o mesmo que ter especialistas em segurança feminina monitorando, 24 horas, cada uma das corridas do app. Tudo isso em menos de um segundo”, afirmou.

Por que carro não reconhece músicas no pen drive? Descubra no Fórum do TechTudo.

99POP: como pagar uma corrida em dinheiro

99POP: como pagar uma corrida em dinheiro

Mais do TechTudo