Celulares

Por Paulo Alves, para o TechTudo

Divulgação/Xiaomi

O CEO da Xiaomi, Lei Jun, foi às redes sociais responder a críticas de consumidores sobre o Mi 11 Ultra, celular de duas telas lançado em março. O display secundário do smartphone despertou reações mistas entre consumidores, que parecem não ter gostado da ideia, sobretudo pelo suposto impacto no peso incômodo do aparelho.

Lei Jun rebateu críticas de usuários direcionadas ao tamanho do módulo da câmera, que também abriga a segunda tela do telefone. Para alguns consumidores, a novidade poderia ser dispensada para deixar o aparelho mais leve e baratear o custo, tornando o preço mais acessível. Segundo o executivo, no entanto, o recurso não seria o responsável pelo peso e tampouco teria impacto no custo.

Tela traseira do Mi 11 Ultra exibe chamadas, bateria e relógio — Foto: Divulgação/Xiaomi

Lei Jun acrescentou que o único desafio enfrentado pela Xiaomi ao projetar a segunda tela foi o espaço, já que a o pequeno display traseiro do Mi 11 Ultra está alojado em um módulo retangular – o mesmo que abriga os sensores da câmera. O executivo aproveitou para relembrar que o aparelho é voltado para fotógrafos profissionais, e indicou o modelo Mi 11 Pro como alternativa aos usuários insatisfeitos.

A segunda tela do Mi 11 Ultra tem painel OLED de 1,1 polegada e pode exibir informações extras para o usuário, além de mostrar a prévia da câmera na hora de tirar selfies com a câmera traseira. Sem câmera frontal, o celular elimina qualquer tipo de recorte no display principal.

Mi 11 Ultra: tela traseira permite prévia de selfies com câmera de alta capacidade — Foto: Divulgação/Xiaomi

Em frequência menor, usuários também reclamaram do excesso de notificações na pequena tela traseira, ao que Lei Jun respondeu afirmando que uma atualização futura permitirá desativar lembretes de mensagens e notificações de saúde.

Ainda sem data de lançamento no Brasil, o Mi 11 Ultra foi apelidado pela Xiaomi de “rei dos Androids” e conquistou o título de melhor câmera do mundo, de acordo com o ranking do portal de fotografia DxOMark. Ele ficou à frente de rivais como Huawei Mate 40 Pro Plus e iPhone 12 Pro Max. O aparelho conta com três câmeras no arranjo fotográfico, que se distribui entre principal de 50 MP, ultra wide e teleobjetiva de 48 MP.

Com informações do Gizmochina

Confira o embate Galaxy S21 Plus vs iPhone 12 Pro

Confira o embate Galaxy S21 Plus vs iPhone 12 Pro

Mais do TechTudo