Por Fernanda Fialho, do Home Office


Philips Hue GU10 é a nova lâmpada inteligente da marca no Brasil. O segmento de iluminação residencial da Philips ganha uma opção do tipo spot LED, com 6 Watts de potência e preço sugerido de R$ 350. O acessório promete luz direcional e diversas formas de personalização via app, de modo que pode atender a fins decorativos e funcionais do dia a dia.

Além disso, o modelo é compatível com os principais assistentes de voz do mercado, como Google Assistente, Alexa e Siri (via Home Kit, da Apple) e promete instalação simples. O produto rivaliza com as soluções das marcas WiZ, Multilaser e Positivo Casa Inteligente no país – essa última, inclusive, oferece opção com o mesmo conector GU10 por ao menos R$ 84,99*.

Lâmpada possui milhões de combinações de luzes e predefinições para diversos tipos de ambiente — Foto: Yuri Hildebrand/TechTudo

As cores e a intensidade da luz podem ser customizadas por meio do aplicativo Hue, disponível para Android e iPhone (iOS). No entanto, vale destacar que só é possível controlar o dispositivo pelo app quando conectado a uma Philips Hue Bridge, central inteligente que amplia as possibilidades do produto, ou via Bluetooth. Sendo assim, o controle da lâmpada via Wi-Fi depende de um hub de casa conectada, disponível em alguns smart speakers do mercado, como Google Nest Audio e Amazon Echo de quarta geração. A conexão, por sua vez, acontece por meio do padrão ZigBee.

Philips Hue GU10 é o novo modelo da linha de lâmpadas inteligentes da Philips — Foto: Yuri Hildebrand/TechTudo

Quanto às funcionalidades, destaca-se a possibilidade de personalizar a iluminação entre 16 milhões de cores brancas e coloridas. Apesar disso, a ferramenta também inclui predefinições para momentos específicos, como concentração, leitura e relaxamento.

É possível, ainda, integrar o aparelho à rotina de outros dispositivos IoT ou criar um padrão de automação a partir da assistente virtual. O recurso pode ser uma opção para economizar energia, já que é viável programar para acender ou apagar dependendo do horário e da disponibilidade de luz natural no ambiente.

Em termos de potência, a lâmpada oferece 6 Watts, com equivalência de 25 Watts nas versões de 127 V e 220 V. Comparativamente, o novo modelo é menos potente em relação aos 9 Watts da Philips Hue E27, que já foi testada anteriormente pelo TechTudo. A fabricante também promete um tempo de vida nominal de, em média, 15 mil horas de uso, com garantia de 50 mil ciclos de acendimento.

Padrão GU10 pode demandar adaptador para o soquete, mas instalação promete ser simples — Foto: Yuri Hildebrand/TechTudo

Por fim, vale destacar que a Philips Hue GU10 possui um soquete em forma de plugue de encaixe, característico deste padrão de bulbo. Por isso, é importante verificar se será necessário utilizar adaptadores para fazer a mudança dos soquetes. A fabricante também oferece outros modelos de iluminação inteligente com diferentes padrões e formatos, como a luminária Hue Go e o Starter Kit, conjunto de três lâmpadas E27.

Casa conectada: 4 lançamentos curiosos

Casa conectada: 4 lançamentos curiosos

*Nota de transparência: Amazon e TechTudo mantêm uma parceria comercial. Ao clicar no link da loja, o TechTudo pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação. Além disso, os preços mencionados podem sofrer variação e a disponibilidade dos produtos está sujeita aos estoques.

Mais do TechTudo