Campeonatos

Por Victor de Abreu, para o TechTudo


A Phoenix Force é a campeã do Mundial de Free Fire 2021 após vencer a grande final neste domingo (30). A equipe tailandesa simplesmente dominou as quedas com quatro BOOYAHS!, acumulou uma enorme quantidade de abates e ficou com o título do World Series. LOUD e Fluxo, representantes do Brasil no Mundial, demoraram um pouco para engrenar e, mesmo quando começaram a encaixar seus jogos, não conseguiram superar a Phoenix Force. Ainda assim, a dupla fez uma boa campanha, com a LOUD assegurando o vice-campeonato do Mundial, e o Fluxo ficando na quarta colocação.

Com a vitória na competição, a Phoenix Force foi quem venceu o Mundial de FF e leva para casa a taça e a premiação de US$ 500 mil (cerca de R$ 2,6 milhões). Vale destacar que o jogador Piyapon "TheCruz" Boonchuay, com 23 abates ao todo, foi eleito o MVP (Most Valuable Player) do torneio.

Phoenix Force é a campeã do World Series 2021 — Foto: Reprodução/IGN Southeast Asia

Quando termina a temporada 6 do Capítulo 2 de Fortnite? Descubra no Fórum do TechTudo

No primeiro minuto em Bermuda, a First Raiders (Indonésia) conseguiu o primeiro abate dessa final em cima de um jogador da Geek Fam (Malásia). Não satisfeita, a First Raiders perseguiu a Geek Fam e até teve dois jogadores derrubados, mas conseguiu fazer o primeiro squad wipe da final e manteve todos os seus jogadores vivos. Aos sete minutos, a LOUD fez uma rotação ruim, e Cauan "Cauan7" da Silva ficou sozinho contra a EVOS Divine (Indonésia). Cauan7 ainda levou um jogador, mas foi eliminado logo em seguida. Depois, a EVOS puniu novamente a movimentação da LOUD e eliminou mais dois jogadores brasileiros. Um minuto depois, foi a vez da Team Aze (América Latina) fazer o squad wipe na VIP Esports (Iraque).

O Fluxo, aos 14 minutos, tentou o ataque para cima da First Raiders, mas não conseguiu executar bem sua estratégia e teve três jogadores eliminados. Juan "GØDKILL" Viana ainda sobreviveu por um tempo, mas foi encontrado, e o Fluxo caiu na décima colocação. As equipes, então, passaram a cair uma a uma, incluindo a LOUD, que foi eliminada na quinta colocação após Ariano "Kroonos" Ferreira sobreviver sozinho por muito tempo. No final, Phoenix Force (Tailândia) segurou a Team Aze para ficar com o BOOYAH! e acumular 23 pontos nessa primeira queda.

Em Kalahari, foi a vez da LOUD entrar em confronto com apenas um minuto de queda. O duelo inicial foi contra a EVOS Divine, que perdeu um jogador, mas conseguiu eliminar Cauan "Cauan7" da Silva antes de realizar o recuo. Aos seis minutos, o Fluxo encurralou a Team Aze e, sem maiores dificuldades, fez o seu squad wipe para começar bem nessa queda. Já nos 11 minutos, a HQ Esports (Vietnã) eliminou a LGDS (Taiwan) ao mesmo tempo que a LOUD teve sua movimentação cobrada pela Silence (Comunidade dos Estados Independentes), que também eliminou a equipe brasileira na décima colocação.

Com 14 minutos de queda, o Fluxo conseguiu abates para cima da EVOS Divine, mas começou a ser pressionado pela Silence, que conseguiu um bom posicionamento para não ser punida pelas equipes ao redor. Com muitos prejuízos, o Fluxo não resistiu à pressão e caiu na quinta colocação. Nessa confusão toda na reta final, a Phoenix Force foi quem se saiu melhor, num posicionamento ainda melhor para aproveitar de confrontos paralelos e sobreviver até o final para ficar com seu segundo BOOYAH! na final.

A primeira parada em Purgatório não foi diferente das duas últimas quedas. Em apenas um minuto, a VIP Esports encontrou a Burst the Sky (Vietnã) e fez seu squad wipe sem perder jogadores. No entanto, a Silence não deixou nem a VIP comemorar e, aos nove minutos de queda, acertou boas granadas para fazer o squad wipe sem sofrer danos. A partir dos 13 minutos, LOUD e Fluxo pareceram ter se encontrado no jogo, souberam se posicionar muito bem e acumularam muitos abates nessa queda.

Na reta final, o Fluxo pegou o high ground e puniu bem a movimentação da HQ Esports. Depois, tanto Fluxo como LOUD ficaram entre as três últimas equipes sobreviventes, mas ambas, após tantos confrontos, não estavam com a equipe completa. Além disso, a terceira equipe era a Phoenix Force, que aproveitou a vantagem de ter seus quatro jogadores de pé para fazer o ataque para cima dos brasileiros e fazer seu terceiro BOOYAH! seguido.

No retorno à Bermuda, foi a vez da Geek Fam duelar no primeiro minuto de queda e punir a LGDS com duas eliminações. Aos quatro minutos, a LOUD, em um lindo posicionamento, atropelou a EVOS Divine e fez o squad wipe sem perder seus jogadores. Dois minutos depois, foi a vez da Phoenix Force trazer um squad wipe perfeito para cima da First Raiders. Logo em seguida, a Phoenix Force entrou em outro confronto para fazer seu segundo squad wipe, dessa vez para cima da VIP. Quase que ao mesmo tempo, o Fluxo conseguiu eliminar os jogadores da Team Aze sem perdas também.

Com 13 minutos de queda, a LOUD encontrou com a Silence, conseguiu três abates, mas perdeu um jogador no confronto. Depois, o Fluxo entrou no duelo contra a Burst the Sky, mas foi punido pela Phoenix Force, que chegou pelo lado e ajudou a eliminar o time brasileiro na sexta colocação. A mesma Phoenix Force venceu o confronto contra a LOUD, que caiu na terceira colocação. Como havia restado apenas dois jogadores contra quatro da última sobrevivente, HQ Esports, a equipe tailandesa se entregou para o gás. Assim, o BOOYAH! foi para a HQ.

Na penúltima queda em Kalahari, aconteceu novamente um duelo entre Geek Fam e LGDS no primeiro minuto. Dessa vez, a Geek Fam, apesar de uma perda, confirmou o squad wipe. Logo em seguida, a LOUD saiu na caça da Team Aze e conseguiu vencer o confronto sem perdas. A equipe brasileira voltou a mostrar muita agressividade, dessa vez para cima da VIP, e eliminou mais uma equipe dessa queda. Aos 12 minutos, após poucos momentos de ação, o Fluxo se envolveu em um duelo que ocorria entre Burst the Sky e EVOS Divine. A jogada arriscada rendeu três abates para cima da Burst the Sky e um squad wipe na EVOS Divine, mas dois jogadores brasileiros foram eliminados no combate.

Aos 14 minutos, a LOUD ficou com um bom posicionamento e acumulou muitos abates. Porém, ela encontrou com o Fluxo no meio do caminho e acabou eliminada na quarta colocação. O Fluxo chegou com condições de conquistar o BOOYAH! na reta final, mas a HQ Esports, no limite, frustrou os brasileiros e conseguiu vencer em Kalahari. Vale destacar que Fluxo, com 21 pontos, e LOUD, com 18 pontos, foram as equipes que mais pontuaram nessa queda.

Na última queda, em Purgatório, o Fluxo encontrou a VIP logo no começo, mas não teve sucesso no confronto. A VIP, ao contra-atacar, perdeu apenas um jogador e fez o squad wipe nos brasileiros, que caíram na última colocação. Momentos depois, a LOUD atropelou a LGDS e também assegurou o squad wipe. Os brasileiros nem tiveram tempo de respirar e logo encontraram a Team Aze para um confronto bastante longo. Eles perderam um jogador no duelo, mas foram capazes de eliminar a equipe latino-americana da queda.

Aos 12 minutos, a LOUD teve sua rotação cobrada pela EVOS Divine e perdeu mais dois jogadores, restando apenas William "Will" Moura, que resistiu até garantir a quarta colocação para sua equipe. Na reta final, com apenas dois jogadores vivos, a Phoenix Force voltou a dar aula de rotação e leitura de safe para adquirir um excelente posicionamento. Sem dificuldades, a equipe tailandesa garantiu seu quarto BOOYAH! e confirmou seu título no Mundial de Free Fire 2021.

Mundial de Free Fire 2021: resultados da final

  • Queda 1 (Bermuda): BOOYAH! da Phoenix Force
  • Queda 2 (Kalahari): BOOYAH! da Phoenix Force
  • Queda 3 (Purgatório): BOOYAH! da Phoenix Force
  • Queda 4 (Bermuda): BOOYAH! da HQ Esports
  • Queda 5 (Kalahari): BOOYAH! da HQ Esports
  • Queda 6 (Purgatório): BOOYAH! da Phoenix Force

LOUD lutou até o final, não superou a Phoenix Force, mas garantiu o vice-campeonato — Foto: Divulgação/Garena Free Fire

Na tabela abaixo, você confere como a classificação final do Mundial de Free Fire 2021. Vale destacar as equipes que não puderam participar, por conta de restrições causadas pela pandemia, receberão premiação também. Os valores em questão foram calculados com base na seed que cada uma possuía na competição.

Mundial de Free Fire 2021 - Classificação Final

Colocação Equipes BOOYAHS! na Final Abates na Final Pontuação na Final Premiação
Phoenix Force 4 48 113 US$ 500 mil (R$ 2,6 milhões)
LOUD 0 39 77 US$ 250 mil (R$ 1,3 milhão)
Silence 0 31 73 US$ 100 mil (R$ 520 mil)
Fluxo 0 30 59 US$ 100 mil (R$ 520 mil)
HQ Esports 2 9 55 US$ 90 mil (R$ 470 mil)
Burst the Sky 0 14 41 US$ 90 mil (R$ 470 mil)
Team Aze 0 18 37 US$ 80 mil (R$ 420 mil)
EVOS Divine 0 12 34 US$ 80 mil (R$ 420 mil)
Geek Fam 0 13 27 US$ 70 mil (R$ 365 mil)
10° VIP Esport 0 13 27 US$ 70 mil (R$ 365 mil)
11° First Raiders 0 12 27 US$ 60 mil (R$ 315 mil)
12° LGDS 0 3 14 US$ 60 mil (R$ 315 mil)
13° Singularity.Invincible - - - US$ 50 mil (R$ 260 mil)
14° DEA - - - US$ 50 mil (R$ 260 mil)
15° God's Plan - - - US$ 50 mil (R$ 260 mil)
16° vaiXourar - - - US$ 50 mil (R$ 260 mil)
17° Attack All Around - - - US$ 40 mil (R$ 210 mil)
18° NEWGANK - - - US$ 40 mil (R$ 210 mil)
Não Pôde Participar Galaxy Racer - - - US$ 60 mil (R$ 315 mil)
Não Puderam Participar Team Elite, Team TG e Riot - - - US$ 40 mil (R$ 210 mil)

Com informações de Liquipedia e ffesports

Free Fire: veja cinco dicas para subir capa e jogar melhor

Free Fire: veja cinco dicas para subir capa e jogar melhor

Mais do TechTudo