Smartwatches

Por Filipe Garrett, para o TechTudo


O Apple Watch SE , lançado pela Apple em setembro de 2020, é a opção de relógio inteligente intermediário da marca, entre os Watch Series 3 e Watch Series 6. Esta faixa mediana de preço do SE, porém, traz alguns sacrifícios – como a ausência do eletrocardiograma da versão top de linha –, mas a ficha técnica do relógio é bem servida de recursos, como detecção de quedas e chamadas de emergência automáticas. Além, claro, do monitor cardíaco óptico que, embora não seja tão preciso como o eletrocardiograma, pode detectar alguma anomalia na sua frequência cardíaca.

O Watch SE chegou ao mercado brasileiro pelo preço de R$ 3.799 para a versão de 40 mm com GPS (mas sem conectividade com redes de telefonia) e de R$ 4.399 para a opção com GPS e redes celulares. Atualmente já é possível encontrar o relógio smart por preços a partir de R$ 2.399 — desconto de R$1.400. Já a versão de 44 mm pode ser encontrada por R$ 2.640 na Amazon.

Ficha técnica Apple Watch SE:

  • Tela: OLED de 1,2 polegada (41 mm) ou 1,4 polegada (45 mm)
  • Resolução de tela: 448 x 368 pixels (44 mm) ou 324 x 394 pixels (40 mm)
  • Proteção: Ion-X
  • Processador: Apple S5 dual-core
  • Memória RAM: não informado
  • Armazenamento: 32 GB
  • Conectividade: 4G, Bluetooth 5.0, Wi-Fi 4 (802.11bgn), NFC e GPS
  • Sensores: Acelerômetro, barômetro, altímetro, giroscópio, bússola, sensor de luz, sensor de ruído e sensor óptico de frequência cardíaca
  • Sistema operacional: watchOS 7.0 (atualização para 7.4.1 disponível)
  • Bateria: para 18 horas com carregamento sem fio
  • Dimensões: 44 x 38 x 10,7 mm (44 mm) e 40 x 34 x 10,7 mm (40 mm)
  • Peso: 36,3 gramas (44 mm) e 30,6 gramas (40 mm)
  • Cores disponíveis: cinza espacial, prata e ouro rosé
  • Lançamento: setembro de 2020
  • Preço: a partir de R$ 2.389

Tela e design

Apple Watch SE está disponível em dois tamanhos e tem construção em alumínio — Foto: Divulgação/Apple

O Watch SE conta com uma tela com tecnologia OLED de 1,78 polegadas, que alcança 1.000 nits de brilho - intensidade que permite ao relógio competir com dias ensolarados e favorece o uso em espaços abertos. Em termos de resolução, o Watch SE soma 448 x 368 pixels (324 x 394 pixels na versão de 40 mm), gerando sempre uma densidade de 326 pixels por polegada. O vidro que reveste o display é do tipo Ion-X, fortalecido para oferecer maior resistência a exemplo do que o Gorilla Glass oferece em outros produtos.

Em termos de construção, o relógio da Apple oferece um acabamento em alumínio, em dois tamanhos: 44 mm ou 40 mm. Nos dois casos, é possível trocar a pulseira, há resistência a profundidades de até 50 metros e opções nas cores cinza espacial, prata e ouro rosé.

Bateria

Segundo a Apple, o Watch SE tem autonomia de 18 horas — Foto: Divulgação/Apple

Como é tradicional em seus produtos, a Apple não expõe os dados técnicos de capacidade bruta da bateria do Watch SE. A maçã se limita, no entanto, a estimar que uma carga completa deve permitir que o acessório trabalhe por até 18 horas num cenário de uso genérico.

É a mesma autonomia prometida para outros modelos, como o Watch Series 3 e Series 6, ambos em comercialização no Brasil. Outra similaridade com os demais relógios da Apple é o sistema de recarga da bateria, que usa um cabo magnético já incluso na caixa do dispositivo.

Desempenho

Watch SE vem com processador do Watch Series 5 — Foto: Divulgação/Apple

O Watch SE roda com o processador Apple S5, um dual-core que a marca também usou no Series 5 e que, de acordo com os números da própria maçã, é em torno de 20% mais lento do que o S6 que equipa o Watch Series 6. Por outro lado, o processador do SE é duas vezes mais rápido do que aquele que equipa o Series 3.

Outra característica do relógio é a oferta de espaço interno – 32 GB, ao todo – para que o usuário instale apps e armazene dados. O Watch SE na versão com acesso a redes de telefonia pode operar de forma independente de um smartphone. Já o modelo sem essa característica vai depender de um celular por perto para oferecer serviços de comunicação, troca de mensagens e realização de chamadas telefônicas.

Saúde e qualidade de vida

O Watch SE tem duas omissões importantes no conjunto de sensores de bem-estar e acompanhamento do usuário. Ao contrário do mais caro Series 6, o SE não conta com o eletrocardiograma (ECG) e com monitores de níveis de oxigenação no sangue.

Watch SE na versão com redes de celular funciona de forma independente — Foto: Divulgação/Apple

O que o SE oferece é um monitor de frequência cardíaca do tipo óptico, menos sofisticado e preciso que o eletrocardiograma que vai embarcado no top de linha da Apple. Além do sensor, o relógio tem mecanismo que é capaz de alertar o usuário se perceber que sua frequência cardíaca está fora do normal, além de conjunto de sensores que detectam quedas e podem alertar serviços de resgate – tipo de recurso que já salvou vidas.

Outra função de qualidade de vida é um monitor de ruído que acompanha o ambiente e emite alertas, caso perceba que os níveis de barulho podem ser prejudiciais à sua audição. O relógio conta ainda com monitor de qualidade do sono e indicadores estatísticos que acompanham atividades físicas do usuário.

Sistema

O Watch SE roda o watchOS 7.0 e oferece atualização para a versão 7.4.1 do sistema operacional para relógios da Apple. Entre os recursos, o sistema conta com a assistente Siri, permite uso do relógio sem a necessidade de um iPhone por perto (na versão com conectividade com redes de telefonia), Apple Music para streaming de áudio e conta com suporte a pagamentos por aproximação.

O relógio vem com aplicações para acompanhamento de prática esportiva que possuem uma série de atividades pré-configuradas, como caminhada e corrida, ioga, bicicleta, treino intervalado de alta intensidade e dança, oferecendo também conectividade com equipamentos de academia que sejam compatíveis com a plataforma da Apple.

Com GPS e bússola, é possível navegar em mapas e até realizar chamadas telefônicas. A interação com o sistema se dá por meio de toques e pela Digital Crown, a coroa digital ao redor do relógio que oferece resposta tátil ao ato de deslizar.

Preço

No Brasil, a loja oficial da Apple comercializa o Apple Watch SE por R$ 3.799. Já no varejo nacional é possível encontrar o relógio a preços mais em conta: na Amazon, por exemplo, há anúncios partindo de R$ 2.399 para a opção de 40 mm do gadget. Quem preferir a versão maior, de 44 mm, encontra o produto por R$ 2.640 no momento.

Com informações de Apple

Nota de transparência: Amazon e TechTudo mantêm uma parceria comercial. Ao clicar no link da loja, o TechTudo pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação. Os preços mencionados podem sofrer variação.

Mais do TechTudo