Por Victor de Abreu, para o TechTudo


A Team Vikings venceu a X10 Esports, nesta terça-feira (25), em sua estreia no Masters Reykjavík, torneio internacional de Valorant. A equipe brasileira quase foi surpreendida pelo bem organizado time da Tailândia, principalmente na atuação individual do jogador Patiphan "Patiphan" Chaiwong. No entanto, a VKS também contava com seus astros, como Gustavo "Sacy" Rossi, para sobreviver no mapa de escolha da X10 Esports e confirmar o ponto em seu próprio mapa para fechar a série melhor de três partidas (MD3) por 2-0. As parciais foram de 13-11, na Icebox, e 14-12, na Ascent.

O resultado coloca a VKS na semifinal da Upper Bracket. Seu próximo jogo será nesta quarta-feira (26) às 17h, horário de Brasília, contra o vencedor do confronto entre Fnatic e Sentinels. Vale ressaltar que a outra equipe brasileira no torneio, a Sharks Esports, também joga na quarta-feira (26) às 14h30 contra a KRÜ Esports em uma série de eliminação. Os jogos são transmitidos ao vivo nos canais oficiais do Valorant na Twitch TV, no YouTube e na Nimo TV.

Valorant Masters Reykjavík: Team Vikings vence X10 Esports e segue viva na Upper Bracket — Foto: Divulgação/Valorant Esports

Quer comprar jogos, consoles e PCs com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Mapa 1 (Icebox) - Vitória da Team Vikings

A Team Vikings fez uma boa entrada no A para garantir o primeiro round pistol. A X10 foi pra um econômico e quase surpreendeu a VKS, mas Matias "Saadhak" Delipetro (Killjoy) trouxe a vantagem de volta com um 3K, e Gabriel "sutecas" Dias (Omen) finalizou os últimos jogadores tailandeses para assegurar o 2-0. Nos rounds armados, a X10 seguiu assustando e encontrou duas vitórias no caminho. A VKS, no entanto, soube se adaptar bem ao jogo da equipe da Tailândia e logo abriu 6-2 no marcador. Na reta final dessa metade, Patiphan "Patiphan" Chaiwong (Jett) passou a encaixar sua mira, e a X10 quase chegou ao empate. Porém, Saadhak (Killjoy), em um lindo clutch, garantiu a vitória por 7-5 da VKS nessa metade.

Na virada de lados, a VKS fez um belo trabalho no segundo pistol pela defesa, buscou rapidamente o oitavo ponto e garantiu o anti-eco sem maiores dificuldades. No primeiro armado dessa metade, Patiphan (Jett) voltou a ser um problema, pegou boas eliminações e deu o espaço para a X10 vencer sua primeira no ataque. O jogo ainda ficou alguns minutos pausado por conta de um problema técnico, e retornou ainda mais equilibrado. A X10 se aproximou no marcador de seu mapa de escolha, principalmente graças à atuação exemplar de Patiphan (Jett), mas a VKS conseguiu se segurar para fechar a Icebox em 13-11.

Mapa 2 (Ascent) - Vitória da Team Vikings

No round pistol, a Team Vikings fez uma entrada atrapalhada spikesite e foi punida pela X10, que fez um primeiro round perfeito e também não perdeu ninguém no anti-eco. No primeiro armado, bom round de Gustavo "gtn" Moura (Raze) e Gustavo "Sacy" Rossi (Sova) para trazer uma vitória importante para a VKS. Patiphan "Patiphan" Chaiwong (Sage) seguiu complicando a vida dos brasileiros, e Itthirit "foxz" Ngamsaard (Sova) também apareceu bem para ajudar a X10 a abrir 4-1. A VKS conseguiu se recuperar e chegar ao empate em 4-4, teve sua virada impedida por Panyawat "sushiboys" Subsiriroj (Killjoy), em um forçado da X10, mas seguiu forte para pelo menos buscar o 6-6 nessa metade.

Na defesa, a VKS fez um segundo round pistol muito acelerado e atropelou a X10 em segundos para ficar pela primeira vez à frente no marcador. Depois fez um anti-eco perfeito para chegar ao oitavo ponto. A X10 chegou a vencer o primeiro round armado, mas a VKS seguiu forte e garantiu o décimo ponto após um retake perfeito realizado por Sacy (Sova) e gtn (Raze) em uma situação de desvantagem.

Após uma pausa tática, a X10 chegou para um round forçado e buscou seu oitavo ponto. Depois, a VKS devolveu quase que com a mesma moeda, sem fazer uma compra completa, e dominou o round para abrir 11-8 no placar. Logo, os brasileiros chegaram no match point, mas enfrentaram dificuldades para lidar com a resistência da X10, que emplacou uma sequência de rounds e conseguiu forçar o overtime em 12-12. A Vikings conseguiu vencer o primeiro round da prorrogação no ataque e, sem dificuldades na defesa, conseguiu atropelar a X10 para fechar a Ascent por 14-12.

Apesar de grande atuação de Patiphan, Vikings consegue resistir e ficar com a vitória — Foto: Divulgação/Valorant Esports

O Valorant Masters Reykjavík é a primeira competição presencial e internacional do FPS da Riot Games. O torneio ocorre na capital da Islândia e conta com 10 dos melhores times do mundo de Valorant atualmente. A competição conta com uma premiação total de US$ 600 mil (cerca de R$ 3,1 milhões) e ainda distribuirá Pontos de Circuito, que servirão para definir as equipes classificadas para o Valorant Champions, o mundial de Valorant que acontecerá no mês de novembro.

Com informações de Liquipedia

Acabou de baixar Valorant? Veja dicas que todo o iniciante deve saber

Acabou de baixar Valorant? Veja dicas que todo o iniciante deve saber

Mais do TechTudo