Esports
Publicidade

Por Igor Dantas, para o TechTudo


Gabriel “Bak” Lessa é um dos nomes mais conhecidos do cenário brasileiro de Free Fire. Ex-jogador da LOUD, o carioca de 21 anos de idade conquistou uma enorme influência no Battle Royale da Garena e foi responsável pela live de maior audiência da história da Twitch TV brasileira: ele alcançou 511 mil espectadores simultâneos em fevereiro deste ano enquanto fazia uma transmissão ao vivo. O jogador saiu da LOUD no início de 2021 e, desde então, tem feitos vídeos para o YouTube. A seguir, conheça um pouco da sua biografia e veja a sensibilidade que ele usa para subir capa no FF.

Bak em sua sala de stream — Foto: Reprodução/Instagram

Como tirar foto no Free Fire? Tire suas dúvidas no Fórum do TechTudo

Início da história

Bak nasceu na do Rio de Janeiro e teve seu primeiro contato com o mundo dos games aos oito anos, quando ganhou um PlayStation 2 (PS2). Mais tarde, ele se aventurou nos FPS online de PC, mais especificamente no CrossFire e Call of Duty. Em 2014, Gabriel começou a criar conteúdo para o YouTube e tinha o CrossFire como principal jogo.

Apesar do baixo retorno do canal, Bak insistiu na produção de vídeos e lives até começar a dar certo. Sua mãe, Michele Lessa, conta em um vídeo no YouTube que o jogador deixava de viajar, participar de encontros com família e amigos para focar na carreira gamer. Nos dias mais intensos, Bak chegava a transmitir 16 horas de CrossFire sem parar. Apesar da paixão pelo jogo, foi com Free Fire que o jogador alcançou o sucesso.

Arte em comemoração aos sete títulos conquistados por Bak na NFA — Foto: Reprodução/LOUD

B4stardos, Liga NFA e LOUD

Em 2018, o carioca entrou para o time da B4stardos, atual B4, e se mudou para São Paulo. Foi lá, junto da organização, que Bak ficou conhecido como o Rei da NFA, organizadora de torneios de Free Fire voltados para os emuladores. Além de ter conquistado as duas primeiras temporadas da Liga NFA, Bak ainda foi eleito o MVP (jogador mais valioso) da Season 2 e venceu a primeira edição da Copa NFA.

O sucesso do jogador atraiu os olhares da LOUD, que em novembro de 2019 propôs que ele fizesse parte da NOISE, equipe de emuladores da organização. No time de Bruno “PlayHard” Oliveira, Bak obteve ainda mais sucesso, conquistando mais uma Liga NFA e uma Copa NFA, além da La Copa, da Liga LBR e da Liga BDL.

Entretanto, a parceria com o time chegou ao fim em abril de 2021, quando o jogador disse em vídeo que o ciclo dele com a LOUD se encerrava. Desde então, pouco tem se visto de Bak nos campeonatos. Sua última aparição foi na Squad Series 2021: Series A, em maio deste ano, quando ele jogou pelo time X5, terminando na 6ª colocação.

Recorde na Twitch

Quando ainda era da LOUD, Bak organizou o showmatch beneficente “4x4 do BAK”, no qual obteve um pico de 511 mil espectadores simultâneos, estabelecendo o novo recorde para a Twitch no Brasil. A partida foi disputada entre a NOISE e a Faz o P, equipe de emulador da paiN Gaming, com a Faz o P vencendo o confronto.

O recorde mundial da Twitch pertence ao espanhol David "TheGrefg" Martínez, que alcançou 2.4 milhões de espectadores durante o lançamento de sua própria skin em Fortnite.

Arte de divulgação do showmatch "4x4 do BAK" — Foto: Reprodução/BAK

Redes sociais e canal

Apesar de ter se afastado do competitivo, Bak continua bastante ativo nas redes sociais, onde tem uma enorme base de seguidores. No YouTube, o influenciador inaugurou recentemente um novo canal, chamado de “bakziN highlights”, onde ele mostra as suas melhores jogadas em partidas casuais. Contudo, mesmo com diversos pedidos dos fãs, Bak ainda não voltou a fazer lives. Na Twitch e no YouTube, sua última transmissão ocorreu há mais de dois meses.

Sensibilidade

Em setembro de 2020, Bak revelou as configurações de sua sensibilidade. Confira na imagem abaixo.

Bak revela suas configurações de sensibilidade do mouse — Foto: Reprodução/YouTube

Free Fire: veja cinco dicas para subir capa e jogar melhor

Free Fire: veja cinco dicas para subir capa e jogar melhor

Com informações de YouTube 1, 2 e 3, e Liquipedia

Mais do TechTudo