Por Rafael Monteiro e Tainah Tavares, para o TechTudo


House of Ashes foi anunciado nesta terça-feira (15) pela Bandai Namco em conferência na E3 2021. O novo jogo da série The Dark Pictures Anthology é um survival horror com data de lançamento para 22 de outubro de 2021 no PlayStation 5 (PS5), PlayStation 4 (PS4), Xbox Series X/S, Xbox One e PCs. O título também ganhou um trailer e teve gameplay, enredo e elenco de atores apresentados. A atriz Ashley Tisdale participa da produção.

A expectativa era que a empresa também falasse sobre jogos como Scarlet Nexus, Tales of Arise, Digimon Survive e um game de luta baseado no anime Demon Slayer. No entanto, a responsável por Elden Ring falou apenas sobre House of Ashes em sua conferência. A apresentação da Bandai encerra a E3 2021, maior feira de videogames do mundo que começou no último sábado (12) e teve diversos jogos anunciados.

House of Ashes é apresnetado na E3 2021 — Foto: Reprodução/E32021

God of War Ragnarok já tem data de lançamento? Comente no Fórum do TechTudo

The Dark Pictures Anthology: House of Ashes é novo game de terror na saga da Bandai Namco e da Supermassive Games. O terceiro capítulo de Dark Pictures começa em uma base de guerra no Iraque em 2003, onde um grupo de militares norte-americano tem o objetivo de investigar suspeitas de armas de destruição em massa.

Durante um ataque por forças iraquianas, um terremoto acontece e abre um buraco na terra, que "suga" os soldados e os leva para ruínas de um templo antigo. Nesse novo universo, personagens vão começar a desaparecer e os jogadores vão encontrar monstros de outro mundo: um mal ancestral despertou e parece faminto por carne humana.

House of Ashes traz a história de soldados que acabam em um templo com um mal ancestral por acidente — Foto: Reprodução/E3

Depois da exibição do trailer, a apresentação foi no formato de uma entrevista com o produtor executivo do projeto, Dan McDonald, que comentou um pouco sobre a série. Segundo ele, cada história em The Dark Pictures Anthology é separada, mas divide um mesmo universo e por isso há conexões entre elas.

A trama de House of Ashes, ambientada incialmente em 2003, estará conectada com uma história de 4 mil anos atrás, sobre um rei chamado Naram-Sin, do Império Acádio, que lançou uma maldição sobre seu povo.

Em The Dark Pictures Anthology: House of Ashes, jogadores sofrerão consequências de uma maldição acadiana de 4 mil anos atrás — Foto: Reprodução/E3

Segundo Dan, o jogo terá algumas evoluções no gameplay que atendem a pedidos dos fãs, como mais áreas com a câmera livre em 360°, como acontece em The Dark Pictures Anthology: Little Hope. O produtor comentou que eles tiveram que aprender novos truques para assustar os jogadores nessas situações. A maior parte dessa área subterrânea será interligada por corredores apertados e escuros onde o player precisará usar sua lanterna para poder enxergar.

A promessa é que o jogo também terá muito perigo, personagens serão destroçados pelos monstros e cenas com sangue serão recorrentes. A maioria dos participantes irá morrer, mas o player poderá jogar mais de uma vez para mudar suas decisões e salvar seus companheiros. O game contará também com diferentes níveis de dificuldade e acessibilidade para jogadores que querem experiências mais casuais.

O curso natural em The Dark Pictures Anthology: House of Ashes é que a maioria dos personagens morra — Foto: Reprodução/E3

Dan comentou que os personagens foram feitos de maneira que o jogador não goste de todos, pois ninguém gosta de todo mundo que conhece na vida real. Ele também comenta, porém, que talvez os players gostem mais de um personagem após ver toda a sua jornada e que o objetivo é fazer com que se queira salvar eles. O produtor detalhou sua cena preferida, em que soldados de exércitos diferentes, Jason Kolcheck e Salim, chegam à conclusão que "o inimigo do meu inimigo é meu amigo".

Mais do TechTudo