Por Rafael Monteiro e Erick Figueiredo, para o TechTudo


A E3 2021 terminou nesta terça-feira (15) a sua edição digital. Além dos grandes jogos anunciados, os players também consideram quais foram os pontos altos e baixos do evento, entre eles a ausência de grandes títulos que já haviam sido anunciados e não apareceram nas conferências, como foi o caso da Microsoft. Já na Square Enix o maior problema foi um novo título, que desapontou. Confira um resumo das maiores decepções da E3 2021, que vão desde jogos anunciados até apresentações que decepcionaram.

Stranger of Paradise: Final Fantasy Origin teve trailer criticado após anúncio na E3 2021 — Foto: Reprodução/Square Enix

Microsoft sem Fable, Perfect Dark e Hellblade 2

A apresentação da Microsoft na E3 2021 foi um dos destaques e agradou fãs com revelações como Halo Infinite, Forza Horizon 5 e Starfield, mas isso não quer dizer que ausências não foram sentidas. Vários games que foram anunciados em 2020 continuaram sem novidades, como é o caso da série de RPG e aventura Fable, do novo game de tiro Perfect Dark, que marca o retorno da franquia, além do jogo de ação focado em narrativa Senua's Saga: Hellblade 2. Os fãs esperavam mais detalhes na conferência deste ano.

Ausência de games como Fable, Perfect Dark e Senua's Saga: Hellblade 2 foram sentidas na conferência da Microsoft — Foto: Reprodução/Xbox

Conferência fraca da Square Enix sem Final Fantasy 16

A conferência da Square Enix não agradou muito a jogadores que são fãs de grandes franquias e esperavam novidades de Final Fantasy 16, Final Fantasy 7 Remake Part 2 ou detalhes de Kingdom Hearts. Ao invés disso receberam games como Guardians of the Galaxy, uma surpresa interessante, mas recebida com um pé atrás após o fracasso do lançamento do game Marvel's Avengers.

Stranger of Paradise: Final Fantasy Origin trouxe um personagem genérico chamado Jack que não agradou ao público — Foto: Reprodução/Square Enix

No entanto, o ponto mais baixo da apresentação foi Stranger of Paradise: Final Fantasy Origin, novo game que reimagina os eventos do primeiro título da série Final Fantasy. No entanto, o personagem genérico anunciado, Jack, não agradou muito ao público. A cereja do bolo foi uma demo do game que ficaria disponível para PlayStation 5 (PS5) após a apresentação, mas cujos dados estavam corrompidos e não funcionava.

Conferência da Capcom sem grandes anúncios

As expectativas estavam altas para a conferência da Capcom após o lançamento de sucesso de Resident Evil Village em maio, porém a companhia aparentemente não tinha mais cartas na manga. O novo jogo multiplayer Resident Evil Re:Verse, que será gratuito para quem comprou o oitavo game da franquia, foi apenas mencionado rapidamente. Já o novo DLC para Resident Evil: Village apareceu apenas em uma mensagem de texto que confirmava seu desenvolvimento.

Novo DLC de Resident Evil Village foi anunciado em uma mensagem de texto sem graça na conferência da Capcom — Foto: Reprodução/Capcom

A conferência da Capcom não foi ruim no geral e ainda trouxe um pouco de Monster Hunter Stories 2: Wings of Ruin, The Great Ace Attorney Chronicles. Por fim, também houve anúncios sobre competições de eSports em Street Fighter 5, porém sem maiores revelações de games ou alguma surpresa, ela pareceu um pouco vazia.

Take-Two sem jogos na sua apresentação

A apresentação da Take-Two Interactive, dona da Rockstar Games e 2K Games, decepcionou fãs que esperavam anúncios de games e deram de cara com um debate com desenvolvedores. O painel comentou temas importantes sobre o papel da diversidade no mundo dos games, como a necessidade de incluir desenvolvedores de grupos minoritários nas produtoras. A Take-Two explicou seus projetos nos Estados Unidos que têm esse objetivo, como iniciativas que incentivam crianças a se tornarem desenvolvedoras no futuro. No entanto, o evento acabou recebido com hostilidade por jogadores que pensaram que veriam anúncios de games.

Nintendo sem Pokémon, Metroid Prime 4 e Bayonetta 3

A apresentação da Nintendo foi um dos destaques da E3 2021, com uma série de anúncios em sequência que não deixavam a peteca cair, mas, assim como na apresentação da Microsoft, algumas ausências foram sentidas. Para começar, nenhum título da franquia Pokémon foi mencionado, apesar dos jogos Pokémon Brilliant Diamond & Shinning Pearl estarem com data de lançamento marcadas para o final de 2021 e Pokémon Legends Arceus ser esperado para o início de 2022.

Apesar de muito aguardados, Metroid Prime 4 e Bayonetta 3 não estiveram presentes na conferência da Nintendo — Foto: Reprodução/Nintendo

As ausências mais sentidas, no entanto, são de games que foram anunciados em 2017: Metroid Prime 4 e Bayonetta 3. Um novo game da série, Metroid Dread, foi anunciado pela empresa já para esse ano, porém Prime 4 foi apenas mencionado como "ainda em desenvolvimento", sem qualquer gameplay. Enquanto isso, Bayonetta 3 nem sequer foi mencionado.

Bandai Namco mostrou apenas um jogo

Apesar das baixas expectativas para o evento, a Bandai Namco conseguiu decepcionar fãs. A empresa, conhecida por seus jogos de animes, passou 30 minutos de sua apresentação com um único título, The Dark Pictures Anthology House of Ashes. O game de terror foi a única exibição na apresentação da gigante japonesa, que ignorou outros títulos aguardados de seu catálogo, como Tales of Arise e Digimon Survive.

House Of Ashes foi o único anúncio da Bandai Namco na E3 2021 — Foto: Reprodução/Summer Game Fest 2021

Quer comprar jogos, consoles e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Jogos anunciados na E3 2021: veja os melhores

Jogos anunciados na E3 2021: veja os melhores

Mais do TechTudo