Lançadores e buscadores

Por Tainah Tavares, do Home Office


O Google homenageia o cineasta e roteirista Krzysztof Kieślowski neste domingo (27) com um Doodle. Hoje, o polonês completaria 80 anos de idade. Kieślowski é considerado um dos diretores de cinema mais influentes do mundo, e foi indicado ao Oscar em 1994. Entre os melhores filmes da sua filmografia estão a "Trilogia das Cores" e "Amador".

No Doodle deste domingo os filmes da trilogia - chamados de "A liberdade é azul", "A igualdade é branca" e "A fraternidade é vermelha" - são referenciados nas cores usadas para pintar o rosto de Kieślowski. A empresa não divulgou o artista que fez a ilustração.

Krzysztof Kieślowski ganha Doodle do Google — Foto: Divulgação/Doodle Googles

Como identificar um perfil falso no Facebook? Veja dicas no Fórum do TechTudo

Kieślowski nasceu em Varsóvia, Polônia, em 27 de junho de 1941. Quando criança, ele era apaixonado por literatura infantil e artes. Seu primeiro longa metragem foi lançado em 1966, era um drama mudo. Depois, ele seguiu produzindo filmes com temáticas reflexivas e questionadoras, como o documentário "‎Workers '71 - Nothing About Us Without Us", que trazia o contexto de greve de trabalhadores em estaleiros na Polônia e os dilemas morais que eles viviam.

Sua primeira obra cinematográfica veio em 1975, com “Personnel”. Famoso por trazer reflexões filosóficas para as suas produções, seu maior sucesso foi sem dúvida a "Trilogia das Cores". Os três filmes foram lançados entre 1993 e 1994 e faziam reflexões sobre os ideais da Revolução Francesa.

Foi pelo último filme que o polonês foi indicado ao Oscar de Melhor Diretor em 1994. Kieślowski se aposentou do cinema no mesmo ano, e trabalhou com a literatura no fim de sua vida. O diretor chegou a divulgar que retornaria aos cinemas com uma nova trilogia, que traria como base os conceitos de céu, inferno e purgatório. No entanto, ele morreu durante uma cirurgia em 1996, aos 54 anos de idade.

Com informações de Google e Indiewire

A história dos Doodles do Google

A história dos Doodles do Google

Mais do TechTudo